5

Existe alguma diferença se eu usar:

select * 
from a left join b on a.id = b.id and b.id2=1
where ...

ou

select * 
from a left join b on a.id = b.id 
where 
b.id2=1
Sent on:
Fri

?

O primeiro SQL me retornou super rápido, já o segundo não rodou devido ao MYSQL não conseguir usar o índice de uma campo da tabela.

1

Existir, e sua query ainda poder trazer dados divergentes dependendo dos campos usados nos filtros como no exemplo abaixo (feito em sql server) problema que tive nessa questão.

declare @tabela1 table(id int , decr varchar(10))

declare @tabela2 table(id int , id2 int null, decr varchar(10))

insert into @tabela1 values
(1, 'tabela 1'),(0, 'tabela 1'),(0, 'tabela 1'),(0, 'tabela 1'),(0, 'tabela 1'),
(0, 'tabela 1'),(0, 'tabela 1'),(0, 'tabela 1'),(0, 'tabela 1'),(0, 'tabela 1'),
(0, 'tabela 1')

insert into @tabela2 values
(1, 1, 'tabela 2'),(1, 2, 'tabela 2'),(0, 1, 'tabela 2'),(0, 1, 'tabela 2')

select * 
from @tabela1 a
left join @tabela2 b
on b.id = a.id and a.id = 1

select * 
from @tabela1 a
left join @tabela2 b
on a.id = b.id 
where a.id = 1

Esse é um caso de base de dados não normalizada, onde os dados foram inseridos através de inserts de planilhas(Excel).

Outra coisa;

Quando você faz OUTER JOINs (ANSI-89 or ANSI-92), os critérios especificados na ON cláusula é aplicado antes do JOIN, mas quando é aplicado na cláusula WHERE é aplicada após a junção ser feita. Isso pode produzir muitos conjuntos diferentes de resultados e é claro uma diferença na performance.

3

Sim existe uma diferença, como pode notar. Pelo menos existe no MySQL atual.

Claro que não vendo a expressão toda (tem uma reticências ali) pode ser que havia um motivo para ser diferente.

Em tese ele poderia ter otimizado ambas igual, só que ele não fez. Quem sabe faça no futuro. Outros bancos de dados podem fazer. Não é algo inerente do SQL.

Esse é um caso possível de otimizar, mas um pouco mais complicado de perceber. As otimizações são eitas sempre que for possível provar matematicamente que ela é vantajosa e que alguém tenha criado um código para isso.

O JOIN é completamente desnecessário no SQL. Sempre dá para obter o mesmo resultado sem ele. Ele existe porque dá mais semântica ao intento e facilitar o otimizador perceber o que se deseja e otimizar melhor.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.