18

Nos dias atuais, quase todo web site ou sistema web quase inevitavelmente necessitam de funcionalidades com envio de e-mails, seja em formulários de contatos, recuperação de senha, ativação de conta, confirmação de pedidos e etc.

Quais as melhores práticas para evitar que esses e-mails sejam pontuados como spam?

  • Qual formatação correta do cabeçalho do email $headers .= "Content-type:text/html... ?
  • É permitido o uso de CSS para estilizar?
  • É permitido o uso de imagem, qual a melhor maneira de usar?
  • Existe um limite de destinatários?
  • É melhor usar a função mail(), ou uma classe como PHPMailer para envio de e-mail autenticado?

Em resumo, quais as principais regras anti-spam para evitar que os e-mails sejam pontuados como spam?

  • 1
    @GuilhermeOderdenge Acho que não é bem isso que ele quer saber. – Jorge B. 6/05/14 às 17:08
  • @GuilhermeOderdenge na verdade isso responde apenas algumas das diversas questões, mais mesmo assim obrigado. – abfurlan 6/05/14 às 17:09
  • 3
    @JorgeB. Ele quer melhores práticas e aí está uma quantidade delas. Além disso, eu postei o link como comentário porque não vou ter tempo pra dar uma resposta consistente, e pra somar conteúdo ao tópico, deixei o link para que ele tivesse algo a mais para se basear. – Guilherme Oderdenge 6/05/14 às 17:16
19

O conteúdo do e-mail é apenas um ingrediente entre "melhores práticas para envio de e-mails".

Há muitos outros fatores que influenciam a classificação como spam ou não.

Reputação do endereço IP

Primeiramente, o próprio endereço IP. Por exemplo: se o seu IP estiver numa faixa de baixa reputação, isto por si só pode ser motivo de rejeição do e-mail, independente de tudo o mais. Eu já tive essa experiência: contratei um provedor de VPS bem barato, e descobri que qualquer e-mail enviado a partir de seus servidores são automaticamente rejeitados pelo Yahoo! Mail. Em suma: a reputação do endereço IP é um fator importante. Provedores sérios, profissionais e modernos, com forte política de anti-spam, terão boa reputação e isto não se torna um problema.

Registros DNS

Outro fator técnico importante está relacionado aos registros DNS. Idealmente, o endereço IP sendo utilizado para os envios deve estar firmemente associado ao domínio do endereço remetente, inclusive com DNS reverso apropriadamente configurado. Além disso, registros SPF e Sender ID, bem como assinaturas DKIM e DomainKeys em todos os e-mails enviados, são ótimas medidas para evitar a caixa de spam e cultivar uma alta reputação como remetente. A cada sistema que eu preparo para uma aplicação, faço todo esse trabalho envolvendo os registros DNS e as assinaturas mencionadas, e o resultado costuma ser "Inbox", ou seja, nada de caixa de spam.

Uso ético

Também muito importante é como seu servidor/aplicação irá fazer os envios. Comprou uma lista com milhões de e-mails e enviou o mesmo anúncio para todo mundo? A reputação irá despencar e os envios serão classificados como spam. Por outro lado, se seu sistema se comportar bem, enviando e-mails apenas para aqueles que legitimamente interagirem com o seu sistema, com "double opt-in" (ou seja, confirmação/verificação de e-mail através do envio de um link), e seguindo demais regras de "comportamento" ético, sem envios indevidos, você está cultivando uma reputação excelente. A manutenção do cadastro de e-mails é outra tarefa importante: envio de e-mails para endereços inexistentes, por exemplo, inevitavelmente acontece com o tempo, e é importante acompanhar os bounces (retornos), mantendo a base de cadastro de e-mails sempre a mais limpa possível.

O número de destinatários pode ser enorme, desde que sua "lista" tenha sido construída com o tempo e seja "verdadeira". Enviar um monte de e-mails de repente para um monte de endereços... é spam.

Ao migrar uma base de usuários de porte médio ou grande, de um provedor para o outro, é preciso certificar-se com o provedor as regras de uso de envio de e-mails. Eu já negociei com mais de um provedor e nosso servidor foi colocado na lista branca, pelo fato de seguirmos as melhores práticas no envio (no caso, envio de mensagens espirituais diárias para cerca de 6000 endereços - todos cadastrados por vontade própria, com double opt-in, etc). Geralmente os provedores têm um mecanismo de controle/filtragem/limite, mas que pode ser desativado sob requisição, viabilizando envio em maior quantidade.

Cuidados Técnicos

Seguindo as orientações acima e mais alguns cuidados técnicos no envio das mensagens (Return-Path correto e válido, endereço do remetente correto e válido, diálogo do protocolo SMTP correto), torna-se quase irrelevante o conteúdo do e-mail, caso o seu e-mail seja realmente honesto e apropriado... em outras palavras: caso o seu e-mail realmente não seja spam, então é muito difícil que seja classificado como spam devido ao conteúdo. (Dito isto, é claro que há várias dicas que se resumem a nada mais que "bom-senso", evitando linguajar excessivamente "promocional", ou palavras obscenas, etc.)

Compatibilidade entre leitores

As suas perguntas pontuais, exceto sobre quantidade de destinatários, que já vimos, são sobre: content-type, CSS, imagens, e mail() x PHPMailer.

São perguntas pertinentes e importantes, mas muito pouco relevantes para a pontuação como SPAM ou não. Na verdade, um e-mail que é apenas HTML com uma imagem, sem texto nenhum, pode ser considerado suspeito. Fora isso, a resposta é "tanto faz", considerando a questão de pontuação como spam.

Essas perguntas são importantes sim para construir e-mails que sejam corretamente apresentados no maior número de ambientes possível: Outlook, Thuderbird, Gmail, Yahoo, e demais leitores de e-mail, que são muitos. Aí sim estas respostas precisam ser buscadas e as melhores práticas devem ser seguidas.

As melhores práticas de HTML para e-mail são bem diferentes daquelas para sites na web. Na verdade, chegam até a ser opostas. E dependem muito do que você quer. Para e-mails transacionais simples, às vezes é preferível não usar HTML, e ficar com Texto simples. Você pode também se basear no modelo dos grandes sites, como Twitter, Facebook, Google, etc. - no que se refere ao HTML.

O CSS deve ser inline (atributo style). Em geral, o uso de imagem deve ser restrito à decoração, e não ser o principal. Mas depende: se seu mailing é catálogo de produtos, pode ser importante ter as imagens dos produtos.

A função mail() pode ser usada, mas bibliotecas como PHPMailer ou outras facilitam bastante a codificação e são uma boa opção. Penso que o mais importante é a estrutura "por trás"... eu costumo instalar e configurar o Postfix para fazer os envios...

E-mail Deliverability é um tópico amplo e extenso... espero ter ajudado um pouco.

  • Amplo, extenso e muitas vezes doloroso. +1 por lembrar da reputação do IP. O cabra muitas vezes nem culpa tem da besteira cometida pelo "vizinho de hospedagem" – Filipe.Fonseca 6/05/14 às 17:46
  • Muito interessante saber sobre reputação de IP e registros DNS, já passei horas tentando entender pq emails gerados em em determinado servidor cloud, sempre eram classificados como spam, e não é um servidor barato como você citou, obrigado pelas informações. – abfurlan 6/05/14 às 17:58
  • Para ser ser mais preciso, dos 6 provedores de VPS que já usei, só em 1 deles tive esse problema dos envios serem imediatamente e irremediavelmente rejeitados por questão de reputação. Fazendo justiça: tem VPS de provedor "barato" (5 dólares por mês) que não tem problema nenhum também... – J. Bruni 6/05/14 às 18:08
12

São várias perguntas que você tem ai. Vou tentar responder da melhor forma possível.

Lembrando que dependendo do caso, o uso de serviços como o MailChimp é a melhor opção. O plano mais básico é gratuito e conforme a sua necessidade cresce, os planos se tornam mais "parrudos".

  1. Qual formatação correta do cabeçalho do email $headers .= "Content-type:text/html... ?
    $headers = "Content-type: text/html; charset=iso-8859-1\r\n";

  2. É permitido o uso de CSS para estilizar?
    Sim, porém este preferencialmente fica no html.

  3. É permitido o uso de imagem, qual a melhor maneira de usar?
    Sim, é. Porém, é altamente recomendado o uso das tags Alt e não redimensione as imagens. Se precisa delas menores, use o photoshop.

  4. Existe um limite de destinatários?
    Não, embora seja prudente separar os destinatários em vários grupos e sempre incluir seu e-mail de teste, para ter certeza de que o envio ocorreu bem.

  5. É melhor usar a função mail(), ou uma classe como PHPMailer para envio de e-mail autenticado?
    Pessoalmente eu usaria o PHPMailer. Mas aí já caí pra opiniões, então nem vou tentar defender o método.

Adicionalmente, encontrei um link contendo 20 dicas de melhores práticas na criação de e-mail marketing. Acho cabível listar algumas:

  • Não utilize imagens de fundo;
  • Não ultrapasse 600px de largura - A maioria das pessoas que utilizam outlook por exemplo não abre seus e-mails. Por que enfiar uma barra de rolagem ao invés de mostrar toda a mensagem?
  • Teste sua aplicação para saber se os e-mails estão sendo enviados para todos os provedores;
  • Teste sua aplicação em diversos navegadores.

Boa sorte.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.