11

Para quebra de linhas, costumo utilizar \n. Porém percebo que em alguns caso, como por exemplo no editor Sublime Text, alguns textos que preciso capturar a quebra-de-linha só são capturados quando eu uso a regex \r\n.

Já li algumas coisas na internet sobre \r\n e a única coisa que entendi é que este tem alguma coisa relacionada ao Sistema Operacional Windows.

Em alguns casos, tive problema com a utilização do \n em um sistema de downloads para arquivos txt. Esse sistema está escrito em PHP. Precisei substituir as quebras de linha \n para \r\n para o texto ser interpretado da maneira correta. Mas isso me deixou em dúvidas se o problema era relacionado ao sistema operacional ou a linguagem de programação PHP.

Sendo assim:

  • Qual é a diferença entre \n e \r\n?

  • Quando eu deveria usar um ou outro?

  • Isso está relacionado ao sistema operacional que eu uso, ou a linguagem de programação (como no exemplo do PHP)?

16

O \n significa "new line" ou "line-feed", ou seja, "nova linha". O \r significa "carriage return", ou seja "retorno de carro". Quando a tabela ASCII foi padronizada, o \n recebeu o código 10 e \r recebeu o código 13.

A ideia originalmente, quando as tabelas de codificação de caracteres como sequências de bits foram concebidas, é que o \n fosse interpretado como o comando para fazer o cursor se mover para baixo, e o \r o comando para ele se mover de volta até o começo da linha. Essa distinção era importante para as máquinas de escrever digitais que precederam os computadores, para telégrafos digitais, para teletipos e para a programação das primeiras impressoras que surgiram. De fato, isso é surpreendentemente mais antigo do que se pensa, já aparecendo no ano de 1901 junto com algumas das primeiras dessas tabelas de codificação de caracteres.

Assim sendo, em um texto para que uma quebra-de-linha fosse inserida, fazia-se necessário utilizar-se \r\n. Primeiro o cursor deveria se mover até o começo da linha e depois para baixo. E foi esse o padrão de quebra-de-linha adotado muito mais tarde pela Microsoft.

Já o Multics (e posteriormente o Unix) seguiram um caminho diferente, e decidiram implementar o \n como quebra-de-linha, o que já incluía um retorno de carro. Afinal de contas, não tem lá muito sentido ter uma coisa sem ter a outra junto, e ao utilizá-los como sendo uma coisa só, garante-se que nunca serão separados. Isso também tem a vantagem de economizar espaço ao usar um só byte para codificar a quebra-de-linha ao invés de dois, e naqueles anos aonde a memória era pequena e o processamento de baixo poder, cada byte economizado contava bastante.

Outras empresas, como a Apple e a Commodore, também seguiram um caminho semelhante ao do Unix, mas ao invés de adotarem o \n para quebras-de-linha, adotaram o \r.

Outras empresas menores adotaram outros códigos para a quebra-de-linha. Por exemplo, o QNX adotou o caractere 30 da tabela ASCII. A Atari adotou o 155. A Acorn e o RISC OS adotaram o \n\r ao invés de \r\n. A Sinclair adotou o 118.

Fontes:

5

De acordo com o mesmo tópico em inglês:

\r = CR (Carriage Return) // Usado como quebra de linha no Mac OS anterior à versão X

\n = LF (Line Feed) // Usado como quebra de linha Unix/Mac OS superior à versão X

\r\n = CR + LF // Usado como quebra de linha no Windows

Quando devo usar cada um?

Geração de arquivos

Numa gravação de arquivo de log, por exemplo, que será executado/processado por uma outra aplicação, é importante que siga-se o padrão do ambiente, já que a aplicação de destino também o fará. Fazer isso é recomendado apenas se você está escrevendo um código para um ambiente específico. O PHP possui uma constante reservada PHP_EOL (recomendo fortemente), que resolverá a quebra de linha pra você de acordo com o ambiente, assim você fará seu código multi-plataforma, com relação à quebra de linhas.

HTML

Enviando o conteúdo (texto) de um arquivo para ser renderizado pelo browser, é interessante usar a função nl2br que converterá todas as quebras de linha em <br />.

  • 2
    Qual é a diferença? Quando eu deveria usar? A parte do sistema operacional está dando para subentender, embora a resposta não fale diretamente. – Wallace Maxters 8/08/16 às 14:26
  • 1
    Isso vai depender do seu objetivo e do sistema operacional. Por exemplo, se você estiver imprimindo um html para o navegador, seria bom usar a função nl2br do PHP. No caso de gravar um arquivo de log, que será processado por outro recurso por exemplo, considere o padrão do SO de destino, já que aplicações, bibliotecas, etc, farão o tratamento do seu arquivo no padrão do ambiente. – Brittz 8/08/16 às 14:46
  • 1
    Acho que isso poderia estar na sua resposta então. Acho que ela vai ficar melhor. Assim, creio que os usuários removerão os negativos. – Wallace Maxters 8/08/16 às 14:48
  • Complementei a resposta. Espero ter ajudado. – Brittz 8/08/16 às 17:43
  • Obrigado, jovem. isso é bom :D – Wallace Maxters 8/08/16 às 17:43

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.