2

Eu já li algumas resposta a respeito do try-catch e sobre as Exceptions, mas eu ainda tenho duvida sobre a diferença em Exception.Message e Exception.ToString():

  • Qual a diferença entre uma e outra?
  • Qual devo apresentar para o usuário?
  • Qual devo gravar em um banco de logs de erro por exemplo?
3

ex.Message

Apresenta apenas a mensagem básica do erro de forma bem simples.

ex.ToString()?

Apresenta muito mais informação, ali tem tudo o que é importante, incluindo stack trace e exceções internas (inner exception) à exceção sendo observada, além da própria Message. Dados dependentes de cultura são apresentados na cultura atual do sistema.

Qual devo apresentar para o usuário?

Qual achar melhor para o contexto.

Eu diria para evitar o .ToString(). Acho ela melhor para outras funções. Ela pode ser útil em depuração, eventualmente um log detalhado em desenvolvimento. Ela não ajuda muito o usuário.

Mesmo a mensagem simples talvez não devesse ser apresentada diretamente. Até existem casos para fazer isso, mas na maior parte das vezes produzirá uma experiência melhor para o usuário se tratar de forma mais personalizada ainda para cada caso.

Se tiver um mecanismo centralizado de auxílio à exceções é bem fácil tratar os tipos mais comum mais personalizadamente (exemplo). E as exceções criadas para aquele sistema podem ser feitas pensando em uma forma melhor.

Montar uma mensagem usando as várias informações disponíveis no objeto da exceção dará o melhor resultado. Usar algo já montado (.ToString()) é o mais fácil a fazer.

Qual devo gravar em um banco de logs de erro por exemplo?

Não sei se alguma deva ser gravada diretamente. Em um log simples e estruturado ambas podem atrapalhar. Em um log que deseje mais informação a mensagem pode ajudar detectar o problema. Apenas em um log mais detalhado é interessante logar o resultado do .ToString(). Acho que esse tipo de log só costuma ser útil enquanto está desenvolvendo a aplicação. Em produção pode ser um exagero produzir essa massa de informação.

Claro que depende um pouco de objetivo e até gosto, de acordo com o fluxo que prefere trabalhar. Não existe certo ou errado nisso.

Conclusão

Só não capture exceções em excesso.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.