2

Estou tentando desenvolver um web crawler para estudos. Ele está bem simples e gostaria de melhorá-lo. Como usar threads para acelerar/melhorar o processo? O programa poderia fazer vários links em paralelo. Como aplicar o conceito de threads ao crawler?

import requests
import re

to_crawl =['http://www.g1.globo.com'] #url para fazer o crawler (a semente: ponto de partida)
crawled = set()# o conjunto do que "ja fiz"/ja percorrido, foi feito o crawer
#se a url já estiver em crawled, vou para a próxima!

#é bom usar header pra finger ser um navegador
header = {"user-agent":"Mozilla/5.0 (X11; Linux i686; rv:45.0) Gecko/20100101 Firefox/45.0",
          "accept": "*/*",
          "accept-language": "en-US,en;q=0.5",
          "accept-encoding": "gzip, deflate",
          "content-type": "application/x-www-form-urlencoded; charset=UTF-8",
          }
while True: #executar pra sempre...

    url = to_crawl[0]
    try: #tratar pox ex URL invalidas..
        req = requests.get(url,headers=header)
    except: #remove a url
        to_crawl.remove(url)
        crawled.add(url)
        continue #passa pro prox link


    #print (req.text) #é a página!
    html = req.text



    links = re.findall(r'(?<=href=["\'])https?://.+?(?=["\'])' ,html)
    print ("Crawling", url)

    #apos a requisicao, removo do to_crawl e insiro em no conjunto crawled:
    to_crawl.remove(url)
    crawled.add(url)


    #agora joga links in to_crawl se nao estiverem em crawled:
    for link in links:
        if link not in crawled and link not in to_crawl:  #se nao estiver nas 2 listas
            to_crawl.append(link)


    #print(padrao.group())
    #print(padrao,)

    for link in links:
        print(link)
4

Aqui está um exemplo (python 3.x) simples, a abordagem é um pouco diferente da sua:

import re
from threading import Thread
import requests

def get_links(url):
    req = get_req(url)
    if(req is not None):
        html = req.text
        urls = re.findall('(?<=href=["\'])https?://.+?(?=["\'])', html)
        return urls
    return None

def get_req(url):
    try:
        req = s.get(url)
        return req
    except Exception:
        print('[-] Erro ao ir buscar página: ', url)
        return None

def inject_links(data, url):
    urls = get_links(url)
    if(urls is not None):
        for url in urls:
            if(url not in data and len(data) < urls_max):
                data.add(url) # adicionamos aos urls crawled
                print('[+] Total: {} [+] putting: {} '.format(len(data), url))
                return inject_links(data, url)
    return

def producer(url, threadNum):
    while len(data) < urls_max:
        inject_links(data, url)
    #print('\n', data) # comentar isto depois de ter percebido, este print e muito pesado 
    print('[+] Terminated - killing thread {} -> Total urls stored: {}'.format(threadNum, len(data)))
    # aqui pode escrever para um ficheiro por exemplo

data = set()
urls_max = 100
threads = 10
start_urls = ['http://pt.stackoverflow.com/', 'http://www.w3schools.com/default.asp', 'http://spectrum.ieee.org/']

s = requests.Session()
for i in range(len(start_urls)):
    for j in range(threads):
        t = Thread(target=producer, args=(start_urls[i], '{}.{}'.format(i+1, j+1)))
        t.start()

O uso de set() é para aumentar a performance quando adicionamos/procuramos alguma coisa armazenada lá, e para evitar urls duplicados. Retire o comentário do print dentro do método producer() para ver os urls armazenados

Neste caso vamos começar em três links com 10 threads em cada um, e cada tread é 'morta' quando tivermos 100 links. Esta condição vai ser o core do termino do programa if(url not in data and len(data) < urls_max), se o url não existir já dentro do nosso set() então adicionamos, e se numero total de urls no set for inferior ao urls_max

  • obrigado. Vou estudar o código! – Ed S 4/08/16 às 21:54
  • criei um outro tópico com assunto semelhante num outro projeto, pois tenho dificuldade com o uso de Threads – Ed S 4/08/16 às 21:55
4

Montei um exemplo bem básico de como poderia ficar usando Thread (já da maneira mais moderna de como trabalhar com threads em python, através do módulo concurrent.futures).

ATENÇÃO O EXEMPLO FOI ESCRITO UTILIZANDO PYTHON 3

import re
from concurrent.futures import ThreadPoolExecutor, as_completed

import requests


HEADERS = {
    'user-agent':
        'Mozilla/5.0 (X11; Linux i686; rv:45.0) Gecko/20100101 Firefox/45.0',
    'accept': '*/*',
    'accept-language': 'en-US,en;q=0.5',
    'accept-encoding': 'gzip, deflate',
    'content-type': 'application/x-www-form-urlencoded; charset=UTF-8',
}

MAX_WORKERS = 4


def featch_url(url):
    try:
        res = requests.get(url, headers=HEADERS)
    except:
        return url, ''
    return url, res.text


def process_urls(urls):
    result = {}
    with ThreadPoolExecutor(max_workers=MAX_WORKERS) as executor:
        futures = [executor.submit(featch_url, url) for url in urls]
    for future in as_completed(futures):
        url, html = future.result()
        result[url] = html
    return result


if __name__ == '__main__':
    urls = ['http://www.pudim.com.br/']
    crawled = set()
    while urls:
        to_process = {url for url in urls if url not in crawled}
        print('start process urls: ', to_process)
        process_result = process_urls(to_process)
        urls = []
        for url, page in process_result.items():
            crawled.add(url)
            urls += re.findall(r'(?<=href=["\'])https?://.+?(?=["\'])', page)

    print('Crawled pages: ', crawled)

O destaque do exemplo fica por conta da função process_urls que fica responsável por criar o ThreadPoolExecutor e "disparar" as threads. Obviamente o exemplo deverá ser adaptado para a sua necessidade, pois da forma como está ele só irá percorrer todos os links que for encontrado pela frente e por fim vai adicionando no set crawled as páginas que já foram processadas.

Algumas observações

  • No MAX_WORKERS(que consiste no número máximo de threads que serão abertas por vez) usei um número completamente arbitrário, porém a boa prática é usar o numero de CPUs da máquina * 2 (pode ser obtido via os.cpu_count() * 2)
  • Caso você pense em fazer algum processamento em cada url (e não só pegar os links) você pode fazer dentro do for do as_completed, pois você consegue já ir processando as páginas conforme elas forem lidas e não somente quando todas forem lidas (isso lhe trara mais performance).
  • Antes de trabalhar com Threads, tente entender os efeitos colaterais disso, ou seja, pesquise sobre race conditions, locks, etcs.

Apesar de ter feito o exemplo com thread (a nível de estudo/aprendizado) recomendo que caso seja necessário uma solução mais robusta de crawler, você de uma olhada no Scrapy e evite de reinventar a roda (a não ser que seja para apreender como as rodas funcionam).

  • Vou estudar o código, testar e te retorno depois. Obrigado. – Ed S 1/08/16 às 12:52
  • Obrigado @drgarcia1986. O programa é apenas para estudos! – Ed S 1/08/16 às 13:36
  • 2
    a legal, então acho que vai ajudar :) se tiver alguma dúvida ou problema é só falar – drgarcia1986 1/08/16 às 19:49
  • Obrigado. Em breve, te retorno. – Ed S 2/08/16 às 1:12
  • criei um outro tópico com assunto semelhante num outro projeto, pois tenho dificuldade com o uso de Threads. – Ed S 3/08/16 às 1:08

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.