10

Vejo que a sintaxe de ambas são bastante semelhantes, mas com certeza elas têm suas diferenças, afinal não são uma só.

Quais são suas diferenças?

Vou colocar alguns itens que acho importantes para a análise (algumas opcionais):

  • paradigmas delas;
  • ambientes que rodam;
  • tipagem;
  • evoluções;
  • operações;
  • manipulação de erros e exceções;
  • vantagens em geral de uma em relação à outra.

Só um resumo das diferenças e vantagens. Farei novas perguntas de acordo com as respostas, se necessário.

12

Não vou entrar em detalhes muito específicos, apenas um apanhado geral para ajudar entender as diferenças.

Tipagem

Vou começar pela tipagem que eu acredito ser a principal diferença. Hack tem tipagem estática, enquanto que PHP tem uma tipagem dinâmica. É bem verdade que PHP está a caminho para ter uma tipagem estática opcional. Hack sempre irá se beneficiar por ter isso como fundamento da linguagem. Na verdade a linguagem usa o chamado de gradual type system onde pode-se usar o tipo estático, mas também o dinâmico onde for benéfico. Em geral inferência de tipo é usada.

Por causa da tipagem, resumidamente, há mais confiabilidade no código, facilita a manutenção de várias formas e permite melhor performance.

Ambiente de execução

É importante notar que PHP é uma linguagem essencialmente de script e utilizada para aplicações web. Roda multiplataforma. Hack pode ser usada desta forma com facilidade e sucesso. Mas ela tenta ir um pouco além. Ela foi pensada para trabalhar com aplicações que vão além de um script. Ela é mais adequada para aplicações diferentes de web, embora faltem experiências nesses sentido e bibliotecas que ajudem. É importante lembrar que ela é usada principalmente pelo Facebook. Hack também roda nas principais plataformas.

Hack usa um JITter que gera um código nativo para a plataforma que está executando. Isso produz um enorme ganho de performance.

Maturidade e ecossistema

Claro que Hack é menos madura e possui um ecossistema inferior. Há situações onde o PHP é mais adequado, mesmo Hack sendo uma linguagem "mais moderna".

Paradigma

O paradigma básico de quase todas linguagens é o imperativo. PHP e Hack não são diferentes. Em PHP a orientação a objeto foi introduzida. É uma adaptação à linguagem. Em Hack isto é mais orgânico e presente de forma mais completa. É uma linguagem que se adéqua mais a este paradigma.

Tratamento de erros

O tratamento de erros é parecido com a forma mais moderna (uso de exceções) do PHP. Em geral ele não trabalha tanto com a forma legada de erros do PHP (mas até há compatibilidade), mas ela não é incentivada. A implementação em Hack foi um pouco mais próximo de como outras linguagens trabalham.

Incompatibilidade

Veja alguns recursos não suportados.

Existe ferramenta que ajuda converter de PHP para Hack.

Evolução

As evoluções de PHP tentam chegar mais perto do que Hack já tem. Nem tudo será possível.

Melhorias

Um recurso novo em Hack que dificilmente terá em PHP é o uso de genéricos que é fundamental para a tipagem estática funcionar em sua plenitude.

Lambda é um recurso que funciona de forma um pouco diferente. Assim como callables.

Existe suporte para async, type aliasing, type constant, shapes, suporte à XML, atributos, enumerações, novos operadores, entre outros recursos.

Há grande melhoria na biblioteca e suporte especial à coleções de dados que não estão presentes em PHP, em especial tuplas. Em Hack o array não é usado para tudo, há estruturas de dados mais especializadas com melhor performance, robustez e semântica.

Conclusão

Hack é uma opção para quem precisa de mais performance, mais robustez e facilidades no desenvolvimento e pretende fazer aplicações mais complexas que um conjunto de scripts como costuma ser a maioria dos sites.

  • +1 por linkar minha pergunta :D. Brincadeira, a resposta está boa :D – Wallace Maxters 5/08/16 às 12:14
  • Acha que é interessante estudar sobre essa linguagem e acredita que ela tenha potencial? – Vinícius Lima 7/08/16 às 19:28
  • 3
    É interessante estudar qualquer linguagem quando se deseja programar bem. O Facebook a criou e está usando bem. Se muitas pessoas vão usar eu não sei. As pessoas decidem usar as coisas por critérios meio malucos. Se todo mundo está gostando das novidades do PHP então deveriam ir p/ Hack. Se acham que o PHP era bom, não deveriam aceitar as modificações feitas já que a linguagem original que fez sucesso está sendo deturpada. Então existe só o efeito de manada, não de escolha consciente da tecnologia. – Maniero 7/08/16 às 19:44

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.