2

Queria usar o free() em ls_retorna na seguinte função, como poderia fazê-la com a melhor maneira?

char* MemCpyX(char *as_origem, int an_inicio, int an_quantidade)
{
    char *ls_retorno = (char*)malloc(an_quantidade);

    memcpy(ls_retorno, as_origem + an_inicio, an_quantidade);

    return(ls_retorno);
}
  • Você deseja usar o free em qual variável? – Pilati 27/07/16 às 19:44
  • 1
    Se quer usar free() em ls_retorno não vai produzir nenhum resultado útil. Se quer usar em as_origem, não é uma boa ideia fazer aí. – Maniero 27/07/16 às 19:45
  • estava pensando em fazer no ls_retorno – Lucas Fernandes 27/07/16 às 19:47
  • a memoria não fica alocada mesmo depois do fim da função? – Lucas Fernandes 27/07/16 às 19:48
  • Não, o free libera a memoria alocada, neste caso não deverá ser utilizada – Pilati 27/07/16 às 19:49
2

Seria interessante entender o funcionamento do stack e heap.

Entenda porque devemos usar o heap. Também: Quando devo escolher entre utilizar ou não um ponteiro ao criar um objeto?.

De uma maneira geral devemos alocar e liberar uma memória na mesma função. Claro que toda "regra" pode ser violada se houver um bom motivo, mas fazendo assim ajuda organizar mais e evitar complicação no gerenciamento da memória e evitar vazamentos.

Se alocar no stack, fica fácil, encerrou o escopo, o tempo de vida dela acaba e é destruída (e pelo menos pode ser, então mesmo que o dado ainda esteja lá não pode usá-lo confiavelmente. Um objeto criado na pilha só pode ser garantidamente acessada dentro deste escopo, em geral uma função, ou nas funções chamadas por ela. Você pode criar um objeto ali e passar uma referência para ele como argumento de uma chamada de função sem problemas.

Se precisar de um tempo de vida maior, ou seja fazer um objeto sobreviver ao escopo que foi criado, tem que ser no heap. O mesmo vale se o objeto for potencialmente muito grande. Se alocar no heap (provavelmente com malloc()) tem que liberar manualmente (provavelmente com free(), ou uma função que tenha o free()), o ideal é que faça na mesma função para não perder o controle do que deve liberar (o que talvez diminua um pouco uma das suas vantagens).

Então no caso da pergunta não tem muito como resolver de forma ideal sem tirar a alocação dela. Se alocar, como está fazendo, e liberar dentro dela, a memória torna-se inválida e não deve mais ser acessada, portanto retornar um ponteiro para o endereço do objeto alocado é um erro.

Deixar sem liberar a memória pode funcionar se tiver certeza que quem chamar essa função MemCpyX() fará a liberação. Um perigo, não?

O melhor é alocar fora, passar uma referência para essa memória alocada. Algo assim:

void MemCpyX(char *as_origem, char *ls_retorno, int an_inicio, int an_quantidade) {
    memcpy(ls_retorno, as_origem + an_inicio, an_quantidade);
}

Aí chama assim:

char *retorno = malloc(quantidade);
MemCpyX(origem, retorno, inicio, quantidade);
//faz alguma coisa
free(retorno);

Também poderia ser:

char retorno[quantidade];
MemCpyX(origem, retorno, inicio, quantidade);

Mas convenhamos, assim essa função ficou meio sem motivo para existir, a não ser que pretenda fazer algo a mais ali nela :)

  • quando eu chamo a função dessa maneira, acontece o erro SIGSEGV, o certo não seria MemCpyX(&origem, retorno, inicio, quantidade);? – Lucas Fernandes 28/07/16 às 12:39
  • Pode ser sim, depende de como essa variável foi declarada. Presumi que ela era um ponteiro, se não é, então tem que fazer dessa forma. – Maniero 28/07/16 às 12:41
  • e na verdade o usei essa função como exemplo da minha duvida, tenho varias funções diferentes com o mesmo formato que ela, mas só para colocar como exemplo que usei essa função sem sentido, obrigado – Lucas Fernandes 28/07/16 às 13:21
  • @LucasFernandes imaginei. – Maniero 28/07/16 às 13:22
0

Minha opinião é que deve modificar a função para não precisar usar o free()

Segue uma sugestão de como fazer isso:

char* MemCpyX(char *as_origem, char *ls_retorno, int an_inicio, int an_quantidade)
{
    memcpy(ls_retorno, as_origem + an_inicio, an_quantidade);
}

Mas assim não haveria necessidade de dessa função, já que poderia usar o memcpy no lugar da MemCpyX

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.