32

Muitos dizem que ela não é uma linguagem orientada a objetos, por não ser possível definir classes nela, até sua versão ECMAScript 5, porém com a utilização de funções construtoras e prototipação é possível implementar muitos dos conceitos de Orientação a Objetos, como Herança, Encapsulamento, Sobrecarga etc.

Então certamente ela pode ser considerada como uma linguagem orientada a objetos, apesar de ser baseada em protótipos?

  • 1
    Ela pode ser usada orientada a objetos e não orientada a objetos. – PauloHDSousa 20/07/16 às 12:48
  • 1
    @PauloHDSousa Só por não ter classes? Eu não gosto da orientação a objetos via protótipos (caso do JavaScript), mas é possível argumentar que ela é mais pura do que a orientação a objetos baseada em classes. Objeto herda de objeto, por exemplo. – Pablo Almeida 20/07/16 às 12:52
  • @Pablo Almeida ok, então ela só é orientada a objetos. – PauloHDSousa 20/07/16 às 12:54
  • 2
    Relacionada: pt.stackoverflow.com/questions/108548/… – Pablo Almeida 20/07/16 às 12:58
20

Yure, isto vai depender um pouco da sua intepretação do que é Orientação à objetos.

por exemplo, se você fizer uma pesquisa no Dev Mozilla, você verá que segundo a interpretação deles, JavaScript é Orientado a objetos, porém usa um modelo que não utiliza de classes.

Porém há que diga que programação baseada em protótipos não é simplesmente um modelo de OOP, mas um paradigma completo, no caso orientação à protótipos.

sei que a pergunta se resume ao ECMA5, mas o ECMA6 trás o conceito de classe e herança para o JavaScript, como no exemplo abaixo retirado de ECMAScript 6 — New Features

class Rectangle extends Shape {
    constructor (id, x, y, width, height) {
        super(id, x, y)
        this.width  = width
        this.height = height
    }
}
class Circle extends Shape {
    constructor (id, x, y, radius) {
        super(id, x, y)
        this.radius = radius
    }
}

mesmo que não possa utilizar o ECMA6 (atualmente este é somente viavel no lado do servidor, como em um serviço feito em NodeJS, uma vez que a maioria dos browsers ainda não dão suporte ao ECMA6), você ainda pode usar o TypeScript e escrever códigos como o mostrado abaixo (exemplo retirado da documentação do TypeScript).

class Animal {
    name: string;
    constructor(theName: string) { this.name = theName; }
    move(distanceInMeters: number = 0) {
        console.log(`${this.name} moved ${distanceInMeters}m.`);
    }
}

class Snake extends Animal {
    constructor(name: string) { super(name); }
    move(distanceInMeters = 5) {
        console.log("Slithering...");
        super.move(distanceInMeters);
    }
}

class Horse extends Animal {
    constructor(name: string) { super(name); }
    move(distanceInMeters = 45) {
        console.log("Galloping...");
        super.move(distanceInMeters);
    }
}

lembrado que o TypeScript é um JavaScript pre-compilado, algo semelhante ao que acontece com o LESS e o SASS, então será necessário uma ferramenta que converta o TypeScript em JavaScript, eu particulamente aconselho o uso do Gulp, Grunt ou BundleTransformer, após a escolha de uma ferramenta, você terá que baixar o seu respectivo modulo:

  • +1 pelo TypeScript. <3 – Pablo Almeida 20/07/16 às 13:04
  • Na versão atual do Javascript ja é possivel utilizar classes ? – Igor Pereira 27/07/18 às 3:45
  • @Rogi93 se estiver utilizando Webpack ou um polyfill, sem problemas, se precisar dá suporte apenas as os navegadores atuais (consulte o site i can use), sem problemas. – Tobias Mesquita 27/07/18 às 11:29
  • @TobiasMesquita entendi, obg. – Igor Pereira 28/07/18 às 3:14
16

TL;DR

Eu respondo isso em boa medida na pergunta Qual é o paradigma de programação usado pelo JavaScript?. Então já começo dizendo que JavaScript é multi-paradigma, entre eles a orientação a objeto.

Introdução

Falo sobre O que é paradigma?. Por essa definição JS é essencialmente imperativa e possui alguns recursos que facilitam a orientação a objeto. É importante entender Qual a diferença entre uma classe e um objeto?.

Falo sobre o Significado da terminologia: "Orientado a objeto". Ali não há uma resposta definitiva, há muita controvérsia sobre o que OOP realmente é. Vou falar aqui no que é mais aceito em programação (não em design) e que pode ajudar definir se a linguagem é ou não orientada a objeto. Lá define o que é um objeto que é importante para começarmos entender se há orientação.

Há outras definições que não gosto tanto: O que é "Orientado a objeto" e quais outros métodos?. Também há questionamento se Existe classe em JavaScript? e é um leitura importante. Leitura complementar: Programação Funcional e Programação Orientada a Objetos. O que são e quais suas principais diferenças?.

Lembrando que você pode fazer orientação a objeto até em Assembly. Ou em C: É possível programar orientado a objeto em C?.

Não é tão claro se é ou não

Por todas definições que encontrei JS é OO (como paradigma secundário). Em menor grau que outras linguagens. Ela é mais especificamente orientada a protótipos, que não deixam de ser objetos. A orientação a protótipos é um ramo da orientação a objetos. Ela não é orientada à classes.

Se ainda não acredita leia a documentação que é considerada oficial. Note que eles não falam que a linguagem é orientada a objeto. De uma certa forma nenhuma linguagem é de um paradigma. Você aplica paradigmas no seu código. Mas é claro que as linguagens incentivam um certo paradigma.

JS incentiva a orientação a objeto? Depende da definição de OOP que você use e depende da definição do que é incentivar.

Você chama membros de uma estrutura, incluindo funções/métodos, se referenciando pelo objeto primariamente. Alguns dizem que isso já é suficiente para ser orientado a objeto. Outros dirão que precisa poder fazer herança, polimorfismo e encapsulamento.

  • Um objeto pode ser criado baseado em outro existente - que será um protótipo deste (veja exemplo em outras respostas);
  • um objeto pode assumir comportamentos diferentes de forma consistente com sua "família";
  • um objeto pode esconder os detalhes de como ele funciona.

Pode-se argumentar que a sintaxe não é a mais conveniente para fazer isso. Mas bem fácil entender o funcionamento. Há mecanismo específicos que "incentivam" fazer essas coisas. Se eles são suficientes eu não sei, acho que aí caímos na subjetividade. Objetivamente os mecanismos existem.

Alguns falam que é necessário abstração e/ou sobrecarga de operadores. Mas são poucas fontes que citam essas características como obrigatórias e não são as mais confiáveis. É possível fazer abstração em JS, mas não há mecanismo específico. De qualquer forma é uma coisa mais de design. Sobrecarga de operador realmente não tem nada, mas é um recurso controverso. Java não faz isso e ninguém questiona se a linguagem é orientada a objeto.

Pra falar a verdade conheço muita gente que não acha a sintaxe de classe tão conveniente assim. Claro, estão tão acostumados com os protótipos que dificulta a adaptação.

Por outro lado há quem fale que OOP é sobre o reuso de código. JS é uma das linguagens mais simples de obter isso. Se disser que OO é colocar estado junto com comportamento, é bem fácil, o fato de ser opcional fazer isso não muda nada.

Não há pureza em JS. Mas qual linguagem é pura? E nem é uma boa característica.

O fato dela ser orientada a protótipos não elimina o fato de ser orientada a objetos também, assim como não elimina o fato de ser principalmente imperativa.

ES6

EcmaScript6 trouxe as classes para a linguagem. Note que não houve alterações semânticas importantes. Basicamente existe uma nova sintaxe para fazer o que já era possível, agora com classes. Sintaxe é importante, claro. Sempre dizemos que C pode ser programada orientada a objeto, mesmo sem a linguagem ser. JS não tinha facilidades para escrever classes, ainda que os objetos podiam ser criados sem elas.

Agora JS é orientada a protótipos e à classes. Mudou alguma coisa em relação a orientação a objetos? Me parece que não. Se não mudou nada, parece que a linguagem já era orientada a objeto antes de existir classes.

Quem não pode usar ES6, pode usar TypeScript e ter a orientação a objeto em sua forma clássica (veja mais).

Conclusão

Eu considero que a linguagem pode ser chamada de orientada a objeto, acho que a maioria das pessoas acham assim. Faz pouca diferença prática saber disso, mas é uma informação útil que pode ajudar entender melhor o que está fazendo, o que eu sempre defendo.

12

Para ser orientado a objeto uma linguagem deve atender aos 4 pilares que são Abstração, Encapsulamento, Herança e Polimorfismo.

Em Java Script podemos aplicar os 4 conceitos facilmente como mostrado abaixo:

Abstração
Simplificando é a etapa de modelar um objeto do mundo real com identidade, propriedades e métodos. Isso é feito facilmente com JS:

// Define "classe" Pessoa
function Pessoa(nome, idade) {
    this.nome = nome;
    this.idade = idade;
}

// Toda pessoa tem uma método fazAniversário
Pessoa.prototype.fazAniversario = function() {
    this.idade++;
}

// Define classe Funcionario
function Funcionario(nome, idade) {
    Pessoa.call(this, nome, idade);
    this.salario = null;
}

// Todo funcionário herda de Pessoa
Funcionario.prototype = Object.create(Pessoa.prototype);

// Teste
var joao = new Funcionario('João', 25);
joao.fazAniversario();
alert(joao.idade); // 26

Encapsulamento, Herança e Polimorfismo

// define a classe Person
function Pessoa() {}

Pessoa.prototype.caminhar = function(){
  alert ('Estou Caminhando!');
};
Pessoa.prototype.dizOi = function(){
  alert ('Oi!');
};

// define a classe  Estudante
function Estudante() {
  // Chama o método parente
  Pessoa.call(this);
}

// herda de Pessoa
Estudante.prototype = new Pessoa();

// corrigir o ponteiro construtor porque aponta para Pessoa
Estudante.prototype.constructor = Estudante;

// adiciona o método dizOi
Estudante.prototype.dizOi = function(){
  alert('Oi, eu sou estudante');
}

// adiciona o método dizTchau 
Estudante.prototype.dizTchau = function(){
  alert('tchau');
}

var estudante1 = new Estudante();
estudante1.dizOi();
estudante1.caminhar();
estudante1.dizTchau();

// check inheritance
alert(estudante1 instanceof Pessoa); // true 
alert(estudante1 instanceof Estudante); // true

Utilizando Object.create a linha de herança deveria ser:

Estudante.prototype = Object.create(Pessoa.prototype);

No exemplo acima o estudante não precisava saber como o método walk() da classe Pessoa seria implementada, mas ainda pode utilizar esté método; a classe Estudante não possui necessidade explícita de definir o método desde que não queremos alterar-lo. Isso se chama encapsulamento.


Apesar de não ser como nas outras linguagem a aplicação dos conceitos de orientação a objeto, JS permite realizar todos eles. Eu acredito que JS pode sim ser considerada OO.

Espero ter ajudado.

Fontes:
https://developer.mozilla.org/pt-BR/docs/Web/JavaScript/Introduction_to_Object-Oriented_JavaScript
http://javascriptissexy.com/oop-in-javascript-what-you-need-to-know/
http://tableless.com.br/introducao-a-programacao-orientada-a-objetos-em-javascript/
Este é um exemplo correto de herança em JavaScript?

8

Sim, pode ser usado POO no Javascript. Mas assim como no PHP, você pode não usar.

Programação Orientada a Objetos é um paradigma de programação que usa abstração para criar modelos baseados no mundo real. POO usa várias técnicas vindas de paradigmas previamente estabelecidos, incluindo modularidade, polimorfismo e encapsulamento. Atualmente, muitas linguagens de programação populares (como Java, JavaScript, C #, C ++, Python, PHP, Ruby e Objective-C) permitem a programação orientada a objetos (POO).

Fonte: https://developer.mozilla.org/pt-BR/docs/Web/JavaScript/Introduction_to_Object-Oriented_JavaScript

  • Ela pode ser usada então quer dizer que ela não é, certo? – PauloHDSousa 20/07/16 às 13:06
  • Eu não consigo afirmar se é ou não. Eu acredito que não é. Mas é uma das linguagens que permite. Então dá para jogar para o grupo de POG mesmo haha – Guilherme IA 20/07/16 às 13:13
  • 1
    Grupo de POG? De "programação orientada a gambiarra"? Enfim, eu sou da escola que diz que JS é suficientemente OO para ser considerada orientada a objetos, não vejo nada ofensivo em afirmar isso. E sua resposta aparentemente contradiz seu comentário, em que você diz que pode usar POO, porém diz que acredita não ser orientada a objetos, já que programação orientada a objetos é feita com orientação a objetos... – Jefferson Quesado 17/10/17 às 22:05
  • Correção: Certamente, eu entrei em contradição em meu comentário. Está escrito no Mozilla que é, porém eu não tenho conhecimento de que essa informação é a correta, mas é uma grande influencia. Obrigado – Guilherme IA 17/10/17 às 23:15
8

Muitos dizem que ela não é uma linguagem Orientada a Objetos, por não ser possível definir classes com ela

  1. Existe um objeto chamado Object
  2. Object possui uma função chamada create
  3. create cria um novo objeto baseado em um objeto pré-existente
  4. Object possui um objeto chamado prototype
  5. Todos os objetos são baseados no Object.prototype
    • Exceto aqueles criados por Object.create(null)

Objetos que possuem objetos criando novos objetos baseados em objetos. O que poderia ser mais orientado a objetos que isso?

Javascript não deixa de ser orientada a objetos só porque outras linguagens confundem o conceito de classes com o paradigma. Classes tem mais a ver com tipagem estática que orientação a objetos.

Afinal, quem disse que é preciso uma "planta" pré-definida para se criar objetos? Javascript não precisa dessa parafernalha. Só precisa de um objeto que cria novos objetos: a função create.

Herança

Podemos criar um objeto baseado em outro. Deste modo, ele herdará as propriedades de sua base:

const outro = Object.create(null);
const um = Object.create(outro);

outro.propriedade = 'valor';

um.propriedade;                       // 'valor'

Sobrecarga

Se um objeto possui uma propriedade, ela é usada ao invés da herança:

um.propriedade = 'outro valor';

outro.propriedade;                    // 'valor'
um.propriedade;                       // 'outro valor'

Encapsulamento

Objetos possuem propriedades. É possível configurá-las para executar funções get e set.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.