2

Tenho um exemplo de JSON:

{
    "name": "xxxxxx",
    "description": "xxxxx",
    "type": "beta",
    "license": "MITS",
    "authors": 
    [
        {
            "name": "Leonardo Vilarinho",
            "email": "leonardoi@outlook.com"
        }
    ],
    "require": 
    {
        "php": ">=5.5.12",
        "twig/twig" : "*",
        "respect/validation" : "*"
    },
    "require-dev" : 
    {
        "phpunit/phpunit" : "*"
    },
    "config": 
    {
        "vendor-dir": "libs"
    }
}

Provavelmente eu terei mais libs no meu projeto, quero saber se há como eu desativar e ativar essas libs pelo PHP? Se sim, como posso fazer isso? (vou leigo quando o assunto é composer, por isso não conseguir nem tentar nada, as pesquisas não me levaram a nada).

Para apesar de elas estarem baixadas no projeto não serem carregadas no autoload do composer.

  • Eu não entendi bem, mas acho que o que seja é remover tempoariamente, remova as que não deseja, algo como: "require": { "php": ">=5.5.12", "twig/twig" : "*" } e use o comando php composer.phar update (ou se for composer update), quando quiser ativar novamente basta readicionar e "require": { "php": ">=5.5.12", "twig/twig" : "*", "respect/validation" : "*" } e use o comando php composer.phar update – Guilherme Nascimento 11/07/16 às 0:32
  • Vou dar uma atualizada na pergunta, o objetivo é fazer na linguagem PHP mesmo, exemplo, tenho 3 dependências, mas não uso uma, então tem como cancelar ela no autoload do composer pela linguagem do php? Sem ficar retirando e adicionando ela via composer – Leonardo Vilarinho 11/07/16 às 0:36
  • Entendi, mas elas não carregam se não usa-las, vou adicionar uma resposta – Guilherme Nascimento 11/07/16 às 0:39
2

O composer-autoloader usa o spl_autoload_register, as classes que estão no "require": só são carregadas se usar new, ou chamadas estáticas Exemplo::teste(); executam os includes, ele funciona assim:

Se fizer isso a classe Foo\Bar\Baz não é carregada:

<?php
use Foo\Bar\Baz;

require_once 'vendor/autoload.php';

Se fizer isso a classe Foo\Bar\Baz é carregada, no momento que usa new:

<?php
use Foo\Bar\Baz;

require_once 'vendor/autoload.php';

//Essa linha dispara o spl_autoload e inclui o ./src/Foo/Bar/Baz.php
$baz = new Baz;

Ou:

<?php
require_once 'vendor/autoload.php';

//Essa linha dispara o spl_autoload e inclui o ./src/Foo/Bar/Baz.php
$baz = new Foo\Bar\Baz;

Se fizer isso a classe Foo\Bar\Baz é carregada no momento que chama o método exemplo:

<?php
use Foo\Bar\Baz;

require_once 'vendor/autoload.php';

//Essa linha dispara o spl_autoload e inclui o ./src/Foo/Bar/Baz.php
Baz::exemplo();

Estender classes também dispara o autoload, mesmo que você não use a classe filha:

<?php
use Foo\Bar\Baz;

require_once 'vendor/autoload.php';

//Essa linha dispara o spl_autoload e inclui o ./src/Foo/Bar/Baz.php
class Exemplo extends Baz {
}

Como funciona o spl_autoload_register

  • Ele só é executado se a classe ainda não existir
  • Se usar o use não dispara e nem inclui nada, o use serve mais pra criar o aliases (apelidos)

Recomendo que leia:

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.