13

Toda conexão HTTP sempre tem a porta 80 e toda conexão HTTPS sempre tem a porta 443?

Pois percebo que os navegadores não precisam que você passe a porta para fazer conexões para essas portas específicas.

Toda conexão HTTP e HTTPS têm, respectivamente, as portas 80 e 443, ou isso é um padrão (default ou fallback)?

  • 1
    Padrao default soou meio estranho. – user28595 9/07/16 às 22:57
  • 1
    @diegofm era pra botar entre parentesis – Wallace Maxters 9/07/16 às 23:09
20

Não necessariamente. As portas 80 e 443 são as portas padrão para HTTP e HTTPS respectivamente. Entretanto, em muitas situações, você pode usar outras.

Por exemplo, o meu tomcat sobe na porta 8080. Quando coloco dois serviços na minha máquina, um sobe na 8080 e o outro na 8081.

Na prática, você pode usar http://www.example.com:1234 para denotar que você quer acessar o site www.example.com via HTTP na porta 1234. Ao usar https://www.example.com:1234, você usa HTTPS ao invés de HTTP. Quando o número da porta estiver omitido/ausente, será usada a porta 80 se for HTTP ou a 443 se for HTTPS.

Em teoria, nada te impediria de disponibilizar o seu site na porta que você quisesse, e existem alguns sites que de fato fazem isso. Entretanto, isso não costuma dar muito certo porque há muitos firewalls por aí que bloqueiam conexões em portas que não estejam explicitamente liberadas, e considerando que as portas 80 e 443 são as portas HTTP e HTTPS padrão, usadas por 99% dos sites mundo a fora, elas costumam estar liberadas sempre, enquanto que ao usar as demais portas, você possivelmente terá problemas com usuários que relatariam não conseguirem acessar o seu site adequadamente.

Outra vantagem de usar as portas padrão, é a de que você não precisa colocar o número da porta nas suas URLs, o que tende a ser algo desejável para a maioria dos sites. Além disso, quando o usuário for digitar uma URL no navegador, ele provavelmente vai tentar digitar www.example.com ao invés de www.example.com:1234.

Por outro lado, ao não ser obrigado a usar a porta padrão sempre, é possível disponibilizar-se mais do que um serviço HTTP/HTTPS na mesma máquina. Vez que as portas em uso são reservadas aos serviços que as escutam e não é possível rodar dois serviços ao mesmo tempo na mesma máquina, no mesmo IP e na mesma porta, logo se você tiver um serviço rodando no protocolo HTTP na porta 80 e quiser disponibilizar um outro serviço diferente que também rode no protocolo HTTP na mesma máquina com o mesmo IP, então você terá que usar uma porta diferente. Mas ao usar uma porta não padrão, recairá nos problemas descritos acima. Por este motivo, algumas pessoas utilizam serviços de proxy/gateway, onde o proxy/gateway é um serviço HTTP/HTTPS que usa as portas padrão (80 e 443) e ele redireciona para os demais serviços locais que rodam em outras portas. Nesta abordagem, deve existir algum critério simples que permita ao proxy/gateway saber para qual serviço ele redirecionará (ex, clientes.example.com vai para a porta 1234 e o fornecedores.example.com vai para a 4321). Com isso, haverá um único serviço visível externamente rodando na porta padrão, enquanto que internamente haverá vários serviços rodando em portas alternativas.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.