0

Tenho o seguinte código:

class Objt
{
    public List<t> list_t1;
    public List<t> list_t2;

    public Objt() 
    {
        // faz inicializações
    }

    public void handleLists(List<t> list)
    {
        for(t e: list)
        {
           ... // manipula elementos da lista
        {
    }
}

Problema: Tenho liberdade para manipular as duas listas ao mesmo tempo no meu problema, inclusive essa é a intenção. Nesse código acima, só uma thread pode entrar nessa linha de código desse objeto por vez para manipular uma lista, a outra ficaria aguardando para manipular outra lista.

Pergunta: Eu poderia bem duplicar esse método handleLists() e colocá-los com nome handleList1() e handleList2() e alocá-los cada um para uma thread, porém é meio que gambiarra isso, ou não? Há uma solução mais elegante? Um Pattern?

O que eu quero entender agora, visto os comentários, é se eu posso utilizar o mesmo método handleLists() nas duas threads só passando listas diferentes para cada thread e eles executarão em paralelo.

Obs: Tinha colocado list_t1 e list_t2 só pra ilustrar um possível uso.

  • 1
    A pergunta não deixa claro o que deseja de fato, qual é a situação específica, mas se entendi bem o que está escrito, o synchronized parece desnecessário. Porque precisaria criar outro método para fazer a mesma coisa? Crie cada thread chamando o mesmo método passando cada lista em uma thread. – Maniero 2/07/16 às 19:55
  • Cara, a situação é essa apresentada, não tenho muito a acrescentar. Eu preciso manipular as listas de um mesmo objeto em "paralelo". O synchronized está ali supondo que eu implementasse o caso de duas threads usando o mesmo método daquele objeto cada uma passando uma lista. Com a solução que você falou aí que vai dar problema, as threads mudarão a referência à variável list do método toda hora, e assim vou obter um resultado completamente indesejável, porque eu chamo o mesmo método do mesmo objeto toda vez. – Christian Felipe 2/07/16 às 20:24
  • 1
    Se são duas listas diferentes não tem porque uma interferir na outra. Acho que ainda não entendeu como as threads funcionam. Ou então está relatando um problema completamente diferente do que realmente quer e deseja mexer na mesma lista em duas threads. Mas não é o que está escrito. E se for também, provavelmente não terá o ganho que está esperando. Leia: pt.stackoverflow.com/q/1946/101. E leia a resposta do Piovesan que confirma isto. Ele considerou que o código vai usar as duas listas no método, eu acho que não (acho porque o código não foi mostrado, então tem o que acrescentar). – Maniero 2/07/16 às 20:32
  • Adicionei mais detalhes após avaliar algumas coisas aqui cara! – Christian Felipe 2/07/16 às 21:26

2 Respostas 2

3

Na minha experiência não é comum você ter duas listas independentes necessitando de acesso sincronizado em um objeto. Pode ser indício de uma violação do Princípio de Responsabilidade Única. Mas isso é uma questão de design e não vem ao caso.

Tenha em mente que o acesso sincronizado a um trecho de código depende de um "token", isto é, um objeto do qual só existe uma instância, de forma que quem tiver ele num determinado momento pode executar a ação desejada, caso contrário terá que esperar o dono do token liberá-lo para que ele possa adquirir esse token e efetuar a ação. Com a diferença que o termo usado não é "token" e sim "lock" (ou semáforo, monitor, etc). O que quero dizer é que a função dele é ser um token. É disso que se trata o acesso sincronizado: o thread que possui o lock pode entrar no trecho de código sincronizado e executá-lo (e fazer operações sobre as suas listas, por exemplo).

Qualquer objeto pode ser um "lock". Quando um método é synchronized, o lock é o próprio objeto que contém aquele método. No caso do seu exemplo, se você tiver um código assim...

Objt bijeto = new Objt();
bijeto.handleLists(list);

...o objeto bijeto será o lock para o método sincronizado handleLists().

A escolha do lock (ou dos locks) mais apropriado(s) para o seu caso vai depender da sua intenção. Quando um thread tem acesso a list_t1, você quer que ele também tenha acesso a list_t2? Nesse caso, pode usar um lock só para as duas listas. Esse lock pode ser o próprio objeto Objt, ou então um outro objeto que você define como atributo de Objt.

Ou quando um thread tem acesso a list_t1, você NÃO quer que ele tenha acesso a list_t2? Nesse caso precisará de dois locks diferentes. As próprias listas, se forem não-nulas e declaradas como final, podem ser usadas como locks para acesso a si mesmas. Ou então você pode criar dois atributos lock_t1 e lock_t2.

Importante notar que os dois trechos de código abaixo são equivalentes:

Trecho 1:

public class Objt {

    public synchronized handleList() {
        ...
    }
}

Trecho 2:

public class Objt {

    public handleList() {
        synchronized(this) { // "this" é referência para o próprio
            ...              // objeto de classe Objt
        }
    }
}

Edição:

Você esclareceu que quer ter um método que recebe como parâmetro uma lista e faz alterações nela. Um thread irá chamar esse método passando uma lista list_t1 como parâmetro e outro thread irá chamar esse método passando outra lista list_t2 como parâmetro.

Nesse caso SE esse for o único ponto em que as listas são modificadas, o paralelismo funcionará sem problemas e não haverá necessidade de declarar o método synchronized, como o @Maniero falou na resposta dele, que responde perfeitamente a pergunta. Vai funcionar porque o método não está fazendo nenhuma alteração em estado compartilhado, somente no estado dos parâmetros passados a ele, que no caso são independentes um do outro.

Mas evite declarar as listas na classe que contém esse mesmo método, isso só cria confusão (pois se elas são atributos de uma classe não seria necessário passá-las como parâmetro para métodos dessa mesma classe).

Ou então pare de declarar tudo como public e procure aprender a usar os modificadores de acesso do Java para refletirem corretamente suas intenções no código.

Se quiser deixar o código mais elegante, dê mais detalhes sobre o que deseja fazer e inclua mais código na pergunta, inclusive dos threads que chamam o tal método, que mostramos a você como ele pode ficar.

  • Num era bem isso que eu queria cara, talvez a minha pergunta estava com pouco detalhes, dê uma olhada nela agora cara! – Christian Felipe 2/07/16 às 21:28
  • Complementei a resposta. – Piovezan 2/07/16 às 21:58
  • Isso aí cara, o @bigown falou dessa parte agora. Eu queria entender era se o paralelismo ia funcionar ou ia dar problema nas referências das listas, mas então tá respondido. Acerca de detalhes do código, desconsidere, escrevi esse breve código aqui só pra ilustrar as listas e o método para utilizá-las. – Christian Felipe 2/07/16 às 22:02
4

A resposta do Piovezan dá ótima explicação do problema que está tendo na utilização do método, então vou só complementar com a parte que eu entendi diferente na pergunta (que diga-se de passagem, não é muito clara nesse ponto).

Se o método receberá simultaneamente listas diferentes, no caso uma chamada em uma thread receberá list_t1 e a outra chamada em outra thread receberá list_t2 e o método não manipulará o parâmetro list que conterá ou uma ou a outra lista em cada chamada, eles não se confundirão, são chamadas completamente isoladas e não haverá problemas de concorrência. Sendo assim, não só não há problemas em chamar este método em mais de um thread simultaneamente, alcançando paralelismo, como nem precisará marcá-lo como synchronized. Nem mesmo precisará sincronizar nada internamente, o que pode até acabar com o paralelismo dependendo de como for usado (já falei disto).

Claro que pode não ser bem isso dependendo do conteúdo do método, que não foi postado.

Como adendo, criar outro método não ajudará em nada. Na verdade, dependendo do que fizer, pode até trazer mais problemas.

  • "e o método no manipulará..." esse "no" é o que? Mas parece que é isso que eu queria saber então cara, queria saber se eles executam isoladamente ou não, mesmo que cada thread manipule sua lista! Então valeu. – Christian Felipe 2/07/16 às 21:56
  • 1
    É "não", editado. Obrigado. – Maniero 2/07/16 às 22:01
  • Só uma pergunta cara: O @Piovezan deu exemplo de dois usos do synchronized e eu até já sabia disso, porém fiquei com uma dúvida. Se uma thread entra em um bloco sincronizado (seja um método ou bloco mesmo) de um objeto, mas outra thread estava utilizando outro método desse mesmo objeto isoladamente, com outros serviços, essa thread pára porque a outra thread entrou no bloco sincronizado, ou seja, utilizou o lock/monitor/token desse objeto ou não? – Christian Felipe 3/07/16 às 4:09
  • Se entendi o que está dizendo, sim, uma bloqueia a outra. – Maniero 3/07/16 às 8:59

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.