11

No jQuery, precisamos utilizar $(document).ready() para saber se o documento foi carregado e, então, com segurança executarmos o nosso script jQuery.

Segundo a documentação do jQuery

A page can't be manipulated safely until the document is "ready." jQuery detects this state of readiness for you.

Tradução:

A página não pode ser manipulada com segurança até que o documento está "pronto". jQuery detecta esse estado de prontidão para você.

Agora, no caso do Javascript puro, sem jQuery ou nenhum outro framework, existe alguma maneira de detectar que o documento foi carregado, para ter a mesma garantia que temos com $(document).ready()?

12

O que o jQuery faz é lêr a propriedade document.readyState quando a página carrega, e caso ainda não esteja carregada escuta um dos eventos load ou DOMContentLoad. O primeiro evento a ser chamado dispara o ready.

Na prática simplificando seria assim (jsFiddle):

function ready() {
    // quando esta função correr o DOM está acessível
}

function completed() {
    document.removeEventListener("DOMContentLoaded", completed);
    window.removeEventListener("load", completed);
    ready();
}

if (document.readyState === "complete" ||
    (document.readyState !== "loading" && !document.documentElement.doScroll)) {
    ready(); // está pronto!
} else { // ainda não está pronto...
    document.addEventListener("DOMContentLoaded", completed);
    window.addEventListener("load", completed);
}

O IE 8 tinha um bug com o scroll e por isso essa linha que refere o Scroll. Há um artigo muito bom sobre isso (link), mas como o IE8 já não é suportado pode remover-se.

A versão do MooTools é parecida, um pouco mais complexa e por isso mais completa, e usa o mecanismo interno de eventos do MooTools. Toma ainda em conta browsers mais antigos que não têm readystatechange. Mas isso já não interessa nos tempos de hoje.


Para browsers modernos pode fazer-se assim (link):

var domReady = function(ready) {
    if (document.readyState != 'loading') return ready();
    document.addEventListener('DOMContentLoaded', ready);
    function _ready() {
        document.removeEventListener('DOMContentLoaded', ready);
        ready();
    }
}

Para browsers antigos poder-se-ia fazer assim (link), mantendo a coisa simples:

var domReady = function(ready) {
    var attacher = document.addEventListener ? {
        add: 'addEventListener',
        remove: 'removeEventListener'
    } : {
        add: 'attachEvent',
        remove: 'detachEvent'
    };

    function completed() {
        document[attacher.remove]("DOMContentLoaded", completed);
        window[attacher.remove]("load", completed);
        ready();
    }

    if (document.readyState === "complete" ||
        (document.readyState !== "loading" && !document.documentElement.doScroll)) {
        ready(); // está pronto!
    } else { // ainda não está pronto...
        document[attacher.add]("DOMContentLoaded", completed);
        window[attacher.add]("load", completed);
    }
}
  • 1
    Algumas versões abaixo do IE 9 também não funcionarão com addEventListener, por isso dá para substituir o método por attachEvent caso existir (uma nota caso alguém se preocupar com o suporte dos navegadores). – Hydroper 29/06/16 às 19:53
  • 1
    @KlaiderKlai verdade, fica aqui (link) a versão do jQuery para browsers antigos, tendo em conta esse aspeto. Outra possibilidade seria usar window.onload = function(){ready();} para o meu exemplo em cima, mas isso também para browsers muito antigos, por isso não junto à resposta, fica aqui. – Sergio 29/06/16 às 19:57
  • 1
    @KlaiderKlai tem razão, um polyfill cairia bem – Guilherme Nascimento 29/06/16 às 20:04
  • 1
    @GuilhermeNascimento juntei uma versão para browsers antigos. – Sergio 29/06/16 às 20:21
  • 1
    Agora que percebi, document.readyState só tem 3 valores possíveis, e eu usando regex a toa (/^(interactive|complete)$/). Vivendo e aprendendo :D – Guilherme Nascimento 26/10/17 às 17:47
6

Pra ficar semelhante ao funcionamento do jQuery temos que adicionar uma checagem extra acaso.

  • Note que interactive não funciona bem no IE então usei doScroll
  • Note que document.readyState não é suportado por alguns navegadores, então mantive o onload como um "fallback"
  • Pra usar document.readyState é necessário setInterval ou setTimeout
  • A variavel isReady serve pra evitar rodar um script todo acaso já esteja carregado (também evitando problemas em navegadores sem suporte ao document.readyState)
  • O (function () { serve pra isolar a variavel isReady ficando dentro do escopo
  • O evento DOMContentLoaded é acionado quando o documento inicial HTML foi completamente carregado e analisado, sem aguardar por folhas de estilo, imagens, e subframes para encerrar o carregamento, mas não é suportado por alguns navegadores mais antigos, como IE8
  • No script abaixo o DOMContentLoaded corre paralelamente com as demais funções ou seja quem terminar primeiro irá disparar o callback.
  • O evento load no window é uma garantia acaso tudo falhar ou for um navegador sem suporte algum (é bem raro)

O código ficaria assim:

(function (w, d) {
    var isReady = false;

    w.domReady = function(callback)
    {
        /*
        Se a página já estiver carregada e já tiver rodado alguma vez
        o window.domReay então esta if evita fazer registro de eventos
        ou testes desnecessários, assim otimizando o tempo de resposta
        */
        if (isReady) {
             callback();
             return;
        }

        var done = false;
    
        var doc = d.documentElement;
    
        var attacher = d.addEventListener ? {
            add: 'addEventListener',
            remove: 'removeEventListener'
        } : {
            add: 'attachEvent',
            remove: 'detachEvent'
        };
    
        function completed() {

            /*
            A variável done impede que o script seja executado duas vezes
            */
            if (done) { return; }

            done = true;
            isReady = true;
    
            d[attacher.remove]("DOMContentLoaded", completed);
            w[attacher.remove]("load", completed);
            callback();
        };
    
        if (d.readyState === "complete") {
            /*Se o navegador suportar readyState e a página já estiver carregada*/
            completed();
        } else if (doc.doScroll) {

            /*interactive para IE8 não funciona bem, doScroll é um fallback para IE8*/

            (function doScrollTest() {
                try {
                    doc.doScroll('left');
                    completed();
                } catch(e) {
                    setTimeout(doScrollTest, 50);
                }
            })();
        } else if (d.readyState) {

            /*Checa se é interactive ou completed*/

            (function readyStateTest() {
                if (d.readyState !== "loading") {
                    completed();
                } else {
                    setTimeout(readyStateTest, 50);
                }
            })();
        }
    
        d[attacher.add]("DOMContentLoaded", completed);
        w[attacher.add]("load", completed);
    };
})(window, document);

//Usando:
domReady(function() {
    console.log("ready");
});

domReady(function() {
    console.log("olá mundo");
});

domReady(function() {
    domReady(function() {
        console.log("domReady dentro de domReady");
    });
});

window.onload = function () {
    domReady(function() {
       console.log("domReady dentro de Onload");
    });
};

  • 2
    Boa, +1, para browsers antigos fica aqui uma boa versão também. – Sergio 29/06/16 às 21:05
3

Você também pode usar as tags de script no fim do body, como mostrado no código abaixo. Com o script dentro do body o código só será executado quando o body for carregado.

<!DOCTYPE html>
<html lang="pt-br">
<head>
    <title></title>
</head>
<body>
    <script>
        alert('A página foi carregada!');
    </script>
</body>
</html>
  • 1
    Acho que window.onload equivale ao $(window).load(), não ao ready. – Renan Gomes 29/06/16 às 20:21
  • Tirando a parte "window.onload, como mostrada acima é o equivalente ao $(document).ready() do jQuery" que eu discordo, o resto da dica esta excelente André, sim colocar o script antes do </body> e se colocar tudo dentro de um unico .js ainda poderá usar async o que ajuda a acelerar a renderização. Parabéns, só remove o trecho que eu citei. – Guilherme Nascimento 29/06/16 às 21:02

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.