3

Tenho as seguintes classes:

public class Pessoa
{
    public int PessoaId { get; set; }
    public string Nome { get; set; }
    public DateTime DataNascimento { get; set; }
}

public class Cliente : Pessoa
{
    public int ClienteId { get; set; }
}
public class Funcionario : Pessoa
{
    public int FuncionarioId { get; set; }
}

Criei o seguinte método:

public Pessoa Teste(Pessoa pessoa)
{
    // Bloco lógico
    return pessoa;
}

O que eu gostaria de fazer agora era enviar um Funcionario ou Cliente para o método Teste e obtê-los de volta com suas propriedades de Pessoa alteradas.

O problema é que ao usar:

var func = new Funcionario();
func = Teste(func);

Não funciona, pois minha variável func é do tipo Funcionario, e o retorno no método Teste retorna uma Pessoa. Mas já que Funcionario herda de Pessoa não existe alguma forma de fazer isso?

  • public Pessoa Teste<Pessoa>(Pessoa pessoa) { } assim ao menos não deu erro de compilação, mas o por que é a grande pergunta! – Jedaias Rodrigues 27/06/16 às 18:44
  • Eu não entendi qual é o objetivo para decidir o que é o melhor para você. – Maniero 27/06/16 às 18:55
  • ClienteId e FuncionarioId não são necessários. Você pode removê-los dos Models derivados. – Cigano Morrison Mendez 27/06/16 às 20:14
5

De uma maneira geral a resposta do Andrew funciona, afinal se você tem certeza que passou um Funcionario para o método sabe que fazer um cast do objeto retornado para Funcionario funcionará. Sem esta certeza isto seria um perigo.

Uma forma mais "moderna" de fazer isso é o que diz a resposta do Gabriel Katakura. Fazendo um método genérico você já garante que o tipo retornado será do tipo que você passou para o método, assim não precisa fazer um cast e é mais seguro.

public T Teste<T>(T pessoa) where T : Pessoa {
    //faz o que deseja aqui
    return pessoa;
}

Chamada:

var func = new Funcionario();
func = Teste(func); //ele infere, se não fosse possível chamaria Teste<Funcionario>(func)

Note que neste caso o compilador gerará um método especializado que receberá um objeto de um tipo qualquer e retornará um objeto do mesmo tipo. Isso é definido pelo parâmetro T que é uma super variável de tipo. Eu disse que recebe um objeto qualquer, mas não é bem assim. Tem uma restrição dizendo que o T deve ser qualquer tipo, desde que ele seja uma Pessoa, portanto tipos derivados valem, outros não. Mais detalhes está na pergunta linkada acima.

Quando compila esse código é como se tivesse escrito:

public Funcionario Teste(Funcionario pessoa) {
    //faz o que deseja aqui
    return pessoa;
}

Mas não precisou escrever. Essa é a beleza da genericidade. O compilador adapta o seu método para cada tipo que você usar. Será definido pelo uso do método. Isso é chamado client site, ou consumer site.

Obviamente você ainda não poderá fazer nada específico de um objeto Funcionario ou Cliente, só pode fazer coisas disponíveis em Pessoa.

  • Não sei se vale a pena citar, mas essa vantagem do compilador ocorre no caso do C#... algumas linguagens o uso do generics é somente um Açúcar Sintático para disfarçar o uso de object com downcast/upcast, como o caso de Java, que tem Type Erasure. Ou seja, em Java a vantagem é somente em alto nível. – Gabriel Katakura 27/06/16 às 19:26
  • Bem, dando uma olhada nos links da resposta linkada, tem um que explica justamente isso. Pode ignorar este comentário, haha. pt.stackoverflow.com/questions/10032/… – Gabriel Katakura 27/06/16 às 19:30
  • @GabrielKatakura não serve aqui, mas é sempre uma informação útil. tem alguns detalhes extras no C#. Eu simplifiquei e falei que ele gera um método especizlizado. Isto não é bem verdade, ele é mais inteligente que isto. Ele usa o mesmo para todos os tipos de referência e evita o cast por já ter a informação que tudo vai dar certo, afinal em certas circunstâncias o cast é só informação para o compilador e não faz nada. – Maniero 27/06/16 às 19:33
3

Basta usar generics para isso (resposta curta, estou sem tempo, desculpe):

public TPessoa Teste<TPessoa>(TPessoa pessoa)
    where TPessoa : Pessoa
{
    return pessoa;
}
1

Você ja tentou fazer um casting?

var func = new Funcionario();
func = (Funcionario)Teste(func);

Uma vez que Funcionario também é uma Pessoa um casting simples deve funcionar.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.