15

Novamente no estudo da lógica matemática, como diferenciar uma proposição modus ponens de uma modus tollens?

17

Modus ponens e modus tollens são formas de se resolver implicações lógicas. Uma implicação lógica é uma cláusula na seguinte forma:

pq

E ela significa:

Se p for verdadeiro, então q também é verdadeiro.


Modus ponens

O modus ponens ocorre quando temos isso:

pq
p

O que significa:

Se p for verdadeiro, então q também é verdadeiro.
p é verdadeiro.

E portanto, a consequência lógica é:

q é verdadeiro.

E assim, o modus ponens é definido desta forma:

pq
p
-----
q


Modus tollens

Já o modus tollens ocorre quando temos isso:

pq
¬q

O que significa:

Se p for verdadeiro, então q também é verdadeiro.
q é falso.

E portanto, a consequência lógica é:

p é falso.

O motivo para isso é porque se p fosse verdadeiro, então q também teria que ser verdadeiro. Mas como q é falso, logo não é possível que p seja verdadeiro, e portanto p só pode ser falso.

E assim, o modus tollens é definido desta forma:

pq
¬q
-----
∴ ¬p


Diferenciação

Assim, sendo a principal forma de diferenciar é que:

  • No modus ponens, você usa a implicação para provar que a consequência é verdadeira ao demonstrar que a premissa é verdadeira.

  • No modus tollens, você usa a implicação para provar que a premissa é falsa ao demonstrar que a consequência é falsa.

Ou seja, são quase que opostos, vendo-se sobre esse ângulo.

Além disso, dá para dizer que o processo matemático de demonstração por inferência é uma aplicação do modus ponens, enquanto que o processo por trás da demonstração por redução ao absurdo é uma aplicação do modus tollens.


NOTA: O símbolo "∴" é lido como "portanto", "logo", "conclui-se que" ou "e então".

  • 5
    Ótima resposta! +1 – rray 26/06/16 às 15:56
  • 3
    Eu navegando aqui pelo stackoverflow acho coisas que nunca veria em toda minha vida. Vou até pesquisar mas sobre o assunto . – Rodrigo Santiago 27/06/16 às 1:08
  • 4
    cool! +1 (e ainda por cima com bom aspecto gráfico! – JJoao 27/06/16 às 9:33