7

Falando-se do SGDB Firebird, ao usar a biblioteca GDS32.dll, fora a compatibilidade com bancos criados pelo Interbase, existem outras diferenças ao usar a fbclient.dll?

Existe diferença entre criar bancos com a extensão .fdb ao invés de usar a .GDB?

4

O Firebird é um SGBD open source que surgiu quando a versão 6.0 do Interbase teve seu código aberto para a comunidade sob a licença IPL, Interbase Public License. Entretanto as novas versões do Interbase permaneceram com seu código fonte fechado e a partir de então Firebird e Interbase passaram a ser coisas distintas, ou seja, o Firebird foi um fork do Interbase 6.0.

Por esse motivo a maioria das coisas são compatíveis entre eles, entretanto recomendo sempre usar o fbclient.dll, pois você pode ser surpreendido em alguma situação que os BDs acabaram se diferenciando.

Quanto a extensão, não afeta no funcionamento naquilo que depende do SGBD, o bom é usar o .fdb para deixar claro que o banco de dados que está usando é o Firebird e não o Interbase. No que depende do sistema operacional existe um incomodo quando se está trabalhando com o Windows, já que a partir do Windows XP e seu o sistema de recuperação a extensão .gdb faz parte de uma lista de extensões que são copiadas toda vez que o arquivo é alterado. Como o Firebird modifica o arquivo a cada transação se o banco de dados for muito grande o desempenho pode ser altamente prejudicado.

Fontes: ClubeDelphi e Firebird FAQ

1

Quando se instala o firebird ele oferece a copia da dll como GDS32.ddl apenas para fins de compatibilidades, ambas são a mesma coisa e portanto não existe diferença.

Quanto a extensão, também não faz diferença. Em cada empresa que trabalhei eles utilizavam uma extensão diferente para o banco e raramente a padrão.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies