4

quero construir uma função que pode ter o número de parâmetros variáveis, como a função c, e como acessar os endereços delas, por exemplo:

c(a = 1, b = 2, d = 9)
#acessar a, b e d

Tem alguma relação com os ...? O que eles significam?

7

dot-dot-dot ou ... é chamado de elipse.

minha_funcao_com_elipse <- function(...) {
  input_list <- list(...)
  input_list
}

Veja o resultado desta função:

> minha_funcao_com_elipse(a = 1, b= 2, c= 3)
$a
[1] 1

$b
[1] 2

$c
[1] 3

Note que o comando input_list <- list(...) cria uma lista com todos os parâmetros que foram passados dentro da elipse.

Como input_list é uma lista comum do R, é fácil acessar os seus elementos. A função c, por exemplo poderia ser imitada da seguinte forma:

> c2 <- function(...) {
+   unlist(list(...))
+ }
> c2(a = 1, b= 2, c= 3, 5, 6)
a b c     
1 2 3 5 6 

Vale a pena ler esta resposta do SO. Uma outra boa referência é o Advanced R na sessão ....

6

Você pode definir uma função usando o ..., que pode ser usado para acessar argumentos passados explicitamente por nome. Para acessar os valores, você converte os ... em uma lista (usando list(...)). O código abaixo mostra um exemplo:

c <- function(...) {
    args <- list(...)
    argNames <- names(args)
    print(argNames)
    sum(sapply(args, function(x) x))
}

c(a = 1, b = 4, d = 9)

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.