5

Sempre quando preciso atualizar os repositórios, utilizo o comando git push.

O problema é que as vezes fico sem saber se já dei o pull ou não, por estar fazendo várias coisas ao mesmo tempo. Daí para descobrir se fiz o git push ou não, eu executo o git push novamente. Porém eu gostaria de um jeito mais eficiente de saber se já dei o git push nos commits que acabei de fazer, sem ter que fazer isso toda hora (afinal, tenho que ficar digitando usuário e senha).

Existe algum jeito mais rápido de se saber se eu já fiz o push das alterações pelo Git? Algo parecido com o git status?

5

Há dua maneiras. A primeira é através da execução do git status, onde você terá uma mensagem como:

$ git status
On branch master
Your branch is up-to-date with 'origin/master'.

Changes not staged for commit:
  (use "git add <file>..." to update what will be committed)
  (use "git checkout -- <file>..." to discard changes in working directory)

        modified:   app/app.iml

no changes added to commit (use "git add" and/or "git commit -a")

Na segunda linha do retorno há algo como Your branch is up-to-date with 'origin/master' que nos indica que o braço local master está atualizado em relação ao braço origin/master, que é o braço remoto. Ou seja, não há nada a trazer do braço remoto (pull), nem mesmo enviar para o braço remoto (push).

A segunda maneira é executando o próprio git push e verificando se algo novo foi enviado através da mensagem de feedback. Se for algo como Everything up-to-date significa que o push já foi realizado e não há nada mais a ser enviado.

  • A segunda maneira é a que não gosto. Valeu pela "primeira maneira" – Wallace Maxters 23/06/16 às 13:48
3

O git status vai te dizer se a sua branch local está atrasada ou adiantada em relação à origem. Se tiver adiantada (ahead), então quer dizer que você precisa push as suas atualizações.

No exemplo abaixo, eu fiz um commit local que ainda não foi pushed pra origem, então é preciso fazer o o git push se eu quiser mandar esse commit para a origem.

D:\mygit\myrepo>git status
On branch carlos_current
Your branch is ahead of 'origin/carlos_current' by 1 commit.
  (use "git push" to publish your local commits)
nothing to commit, working directory clean

Algumas notas:

  • Você nem sempre precisa fazer o git push a cada commit. Um workflow bem comum no git é você fazer várias alterações (pequenas) localmente e depois push todas elas de uma vez, possivelmente combinando (squash) as modificações em uma única
  • Você pode usar um git credential manager para não ter que entrar a senha todas as vezes.
2

Vou deixa isso aqui caso você queira criar um cache de senhas.

Por que Git sempre pedindo a minha senha?

Se Git pede-lhe um nome de usuário e senha toda vez que você tenta interagir com GitHub, você provavelmente está usando o clone URL HTTPS para o seu repositório.

Usando uma URL remota HTTPS tem algumas vantagens: é mais fácil de configurar do que o SSH, e, geralmente, funciona através de firewalls estritas e proxies. No entanto, ele também solicita que você inserir suas credenciais GitHub cada vez que você fizer pull ou push em um repositório.

Você pode configurar o Git para armazenar sua senha para você.

Se você gostaria de configurar isso, siga os passos abaixo;

Caching sua senha GitHub no Git

Se você está clonando repositórios GitHub usando HTTPS , você pode usar um ajudante de credencial para dizer Git para lembrar seu nome de usuário e senha GitHub cada vez que fala com GitHub.

Se você clonando repositórios GitHub usando SSH, então você autenticar usando chaves SSH em vez de um nome de usuário e senha. Para ajudar a configurar uma conexão SSH, consulte Gerando uma Chave SSH .

Dica: Você precisa Git 1.7.10 ou mais recente para usar o ajudante de credencial.

O auxiliar de credencial está incluído no GitHub Desktop. O aplicativo também oferece um shell Git, assim você não vai precisar instalar e configurar o Git manualmente. Para mais informações, consulte " Introdução ao GitHub área de trabalho ."

Se você preferir trabalhar com a linha de comando, você também pode instalar um escudo Git nativo, como Git para Windows . Com Git para Windows, executando o seguinte na linha de comando irá armazenar suas credenciais:

git config --global credential.helper wincred

  • Obrigado pela opção de salvar a senha, mas não vou usar. Não creio que seja uma boa ideia nesse caso. Aqui na empresa usamos o bitbucket. Se eu saisse da empresa, a minha senha estaria fácil para alguém pegar. – Wallace Maxters 23/06/16 às 13:48
  • @WallaceMaxters, realmente, já usei em empresa assim, mas a conta que tinha no git era da própria empresa ai sem problema. – Marconcilio Souza 23/06/16 às 13:52
  • Eu até tinha criado uma conta "genérica", onde poderia usar esse usuário para fazer os push, mas daí não saberia quem fez o quê. Desistimos da ideia no final :D – Wallace Maxters 23/06/16 às 14:05
0

Você pode usar git log para saber o histórico de commits.

O output será do commit mais recente para o mais antigo, juntamente com o SHA-1, nome e e-mail do autor, data do commit e a mensagem.

Exemplo de output

    commit ca82a6dff817ec66f44342007202690a93763949
Author: Scott Chacon <schacon@gee-mail.com>
Date:   Mon Mar 17 21:52:11 2008 -0700

    changed the version number

commit 085bb3bcb608e1e8451d4b2432f8ecbe6306e7e7
Author: Scott Chacon <schacon@gee-mail.com>
Date:   Sat Mar 15 16:40:33 2008 -0700

    removed unnecessary test

commit a11bef06a3f659402fe7563abf99ad00de2209e6
Author: Scott Chacon <schacon@gee-mail.com>
Date:   Sat Mar 15 10:31:28 2008 -0700

    first commit

A documentação pode ser encontrada aqui

  • 1
    Mas você concorda comigo que eu posso fazer o commit sem fazer o pull e mesmo assimo git log vai funcionar, não é ? – Wallace Maxters 23/06/16 às 13:50
  • 1
    @WallaceMaxters tem razão. – Leonardo Assunção 23/06/16 às 13:59

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.