7

Classes, métodos e propriedades estáticas são compartilhadas entre as threads da aplicação?

Isto é, se eu modificar a propriedade estática foo na ThreadA, e em seguida modificar a mesma propriedade estática foo na ThreadB, qual será o valor da propriedade foo? Será diferente para cada thread ou o valor definido na ThreadB prevalecerá? Neste último caso, existe alguma configuração que possa ser realizada para definir que a classe estática será por thread?

  • 2
    Vou dar uma resposta para a 1a. parte, a 2a, seria melhor detalhar mais. – Maniero 16/06/16 às 13:37
  • 1
    Vinicius, acho que poderia desmembrar essa pergunta em duas. Visto que uma é uma dúvida de C# e a outra de Web API. – Randrade 16/06/16 às 13:47
  • @bigown atualizei a pergunta com novos detalhes, caso ache melhor uma nova pergunta como Randrade sugeriu, faço ela. Precisa de algum detalhe mais específico? – Vinícius 16/06/16 às 13:53
  • @Vinícius talvez seja mesmo, mas precisa detalhar bem mais. Em termos gerais, até mesmo sobre o problema real eu já estou falando. Mas a solução mais específica ainda não dá pra responder. Se tornar mais específico ainda, talvez a pergunta fique muito ampla. Então aqui talvez seja legal para entender o geral e a solução específica pode ficar em outro lugar. Mas reafirmo, coloque código, ou algo que dê para entender melhor o que ocorre de fato. – Maniero 16/06/16 às 14:05
  • 1
    O seu problema real pode ser melhor solucionado se você de fato adotar uma arquitetura Onion! A parte removida da pergunta indica que você possui camadas empilhadas, com a camada de negócios conhecendo a camada de dados, e não uma arquitetura Onion de fato. Numa arquitetura Onion o contexto de persistência seria configurado pela camada de aplicativo e injetado na camada de negócio a cada requisição, com seu escopo limitado àquela requisição, e você não precisaria se preocupar com requisições simultâneas (threads). Difícil detalher num comentário e você removeu a parte relevante desta pergunta. – Caffé 16/06/16 às 14:39
6

Sim, são compartilhadas por toda aplicação, independente de threads. Por esse motivo dados estáticos são inerentemente não thread-safe.

Um dos motivos que se costuma dizer para evitar o seu uso, ou quando o fizer, que faça de forma segura tomando o cuidado de sincronizar o acesso.

Acho que fica óbvio, que pelo menos para este aspecto, que objetos estáticos não são problemáticos se não tiver mais de uma thread na aplicação.

O valor da propriedade estática sempre será o último atribuído por qualquer uma das threads. No momento da mudança todas as threads enxergam o novo valor imediatamente já que é o mesmo local.

Note que em requisições de WebAPI, dependendo de como esteja configurado, você pode estar rodando instâncias diferentes da aplicação. Ou seja, processos diferentes, aí não tem comunicação alguma entre eles.

Se pretende criar uma classe estática como gambiarra para consertar um problema do design atual, eu recomendaria não fazer. Classes estáticas são ótimas quando elas fazem sentido, quando são realmente coisas únicas que devem ser globais. É preciso ter uma semântica (existem várias) para justificar seu uso.

O problema concreto ainda não está claro. Então é difícil dizer se este caso pode ser bem solucionado com o uso de uma classe estática. Mas me parece que o thread pool do WebAPI pode ser um complicador e eu não usaria isto.

3

Classes, métodos e propriedades estáticas são compartilhadas entre as threads da aplicação?

Sim, mas não apenas membros estáticos como também qualquer membro de uma classe, estático ou não, pode ser compartilhado entre threads.

Existe alguma configuração que possa ser realizada para definir que um valor será por thread?

Sim. Você pode criar uma variável, estática ou não, que possua um valor exclusivo para cada thread, usando a classe ThreadLocal.

Exemplo:

static ThreadLocal<String> valorThreadLocal = new ThreadLocal<string>();

Agora, um valor setado em valorThreadLocal.Value só será recuperado quando lido dentro da mesma thread que o setou, de modo que cada thread possui seu próprio valor em valorThreadLocal.

Dizemos, neste caso, que o valor de valorThreadLocal é local à thread corrente.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.