3

Quero entender porque essa inicialização não funciona:

(1): Double d = 10; // Não funciona

Eu entendo que Double é um wrapper, o compilador deveria converter esta linha para:

(2): Double d = Double.valueOf(10); // Funciona

Mas parece que não é bem isso porque (1) não está compilando, se eu fizer (2) explicitamente compila.

Qual a justificativa para isso?

2
  • Esta resposta responde de forma direta e resumida o que ocorreu ai. – user28595 29/05/16 às 15:57
  • @DiegoF ali ocorreu algo um pouco diferente – Maniero 29/05/16 às 16:00

2 Respostas 2

3

Com os comentário fica claro que há uma confusão entre boxing e casting. São conceitos completamente diferentes.

Boxing

O que o tipo Double faz é o boxing de valores de ponto flutuante com precisão dupla. Ele não converte, não promove nada. Ele pega esse valor e coloca dentro de uma classe chamada Double.

Essa classe é um tipo por referência, portanto a variável que conterá o valor possui um ponteiro para o objeto onde estão os dados. O valor armazenado fica lá no objeto e só pode ser acessado indiretamente através do ponteiro. O compilador já faz isso pelo programador.

Isso é o que se chama encaixotar um valor em um objeto. Não tem nada de conversão aqui.

Casting

Casting é um processo de promoção de um tipo para outro. Em alguns casos é só indicar para o compilador que o valor deve ser interpretado como se fosse outro. Em outro é precisa fazer uma conversão, já que sua estrutura interna é diferente. Quando é possível fazer de forma segura o compilador aplica o casting automaticamente em algumas situações preestabelecidas pela linguagem.

Falei disso em O que é upcasting e downcasting na linguagem Java?.

Isso acontece porque existem regras na linguagem de autopromoção de tipos compatíveis apenas entre os tipos primitivos da linguagem*. Funciona:

double d1 = 10;

double é um tipo "primitivo". Double não é, isso já é sabido. Então no uso da classe não há promoção de um número inteiro para o Double. Não há regra que determine o que deve ser feito.

Poderiam ter definido na linguagem, mas não o fizeram e até faz sentido não o fazer na própria linguagem. Se tivessem feito, poderia ter um operador de cast implícito na classe Double. Isto, claro, se Java permitisse ter a definição de operadores nas classes.

É possível fazer um cast explícito, aí tudo ok:

Double d2 = (double)10;

É possível passar um valor que já seja um double através de literais:

Double d3 = 10.0;
Double d4 = 10d;

Ou através de um construtor ou outro método (usado na pergunta) que crie um número de dupla precisão:

Double d5 = new Double(10);

Note que o construtor espera um double e a promoção de inteiro para este tipo ocorre implicitamente conforme a especificação da linguagem.

Veja funcionando no ideone. E no repl.it. Também coloquei no GitHub para referência futura.

O boxing para Double espera um número do tipo double para encaixotá-lo, se ele não recebe exatamente isto, não funciona.

Pelos comentários parece estar difícil entender isso, então vou repetir: Não tem regra que determine essa conversão automática, só funciona se for explícito.

Bastaria ter uma regras que determinasse que isso fosse feito pelo compilador que funcionaria. Os desenvolvedores da linguagem acharam que não era desejável, provavelmente porque acharam que poderia acontecer por acidente.

*Essa ideia de primitivo vai ficar complicada quando Java tiver dados básicos assim que não são primitivos (e terá em breve). E quero ver como eles vão lidar com casting já que eles decidiram não ter sobrecarga de operador, vão mudar de ideia ou será mais uma coisa capenga?

12
  • Entendo que existam regras de auto-promoção entre primitivos e entendo a diferença entre primitivo e wrapper. Sei que quando usamos um literal para inicializar um wrapper ocorre um autobox. Pela definição de autobox, o compilador substitui um valor literal por nomeDoWrapperDoPrimitivo.valueOf(literal), como mostrei no exemplo. A minha duvida é neste ponto. Fazendo explicitamente, ele compila porque valueOf tem sobrecarga para double, sei que o valor inteiro sofre autopromoção para double automaticamente. Não entendo porquê isso não esta funcionando implicitamente. – Nadev 29/05/16 às 16:21
  • O que não está está funcionando implicitamente? – Maniero 29/05/16 às 16:22
  • Double d = 10; //implicito, não funciona, Double d = Double.valueOf(10); // explicito, funciona, o compilador usa o conceito de autobox aqui de acordo com a documentação. – Nadev 29/05/16 às 16:24
  • Está explicado na resposta porque não pode fazer. – Maniero 29/05/16 às 16:25
  • A documentação diz que ao usar uma primitiva para definir um valor de um wrapper ocorre um autobox. De acordo com o autobox, o compilador chega na linha Double d = 10; e faz a troca para Double d = Double.valueOf(10);, por isso é possivel trabalhar com primitivos e wrappers. A questão é que para o caso que coloquei isso não funciona. Você abordou outras alternativas, eu concordo. A questão é AUTOBOX. – Nadev 29/05/16 às 17:25
1

Considerando tudo que já foi explicado, a resposta é esta: Não há ampliação para wrapper, não é possível realizar ampliação e boxing ao mesmo tempo. Por isso primeiro é preciso realizar o cast para que o autoboxing funcione.

Double dWrap = (double) 10; // primeiro cast, depois autoboxing

double dPrim = 1; // Ampliação - ocorre apenas entre primitivos

double é maior que int, por isso do termo 'ampliação'.

Tamanho dos Tipos

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.