4

Tenho uma tabela CategoriaCNH com os seguintes campos CodCategoriaCNH e Descricao.

e tenho este trecho de código html:

<select name="categoriaCnh">
    <option value="" disabled selected>CNH</option>
        @foreach($categoriaCnh as $cat)
            <option value="{{$cat->CodCategoriaCNH}}">{{$cat->Descricao}}</option>
        @endforeach
</select>

No atributo value do option estou setando o CodCategoriaCNH que vem da minha tabela CategoriaCNH.

A questão é:

Levando em consideração a segurança..

É aconselhável colocar o CodCategoriaCNH assim diretamente no atributo value?

Ou o ideal seria o atributo value ter o valor da coluna Descricao, e no back-end eu recupero o CodCategoriaCNH ?

  • 1
    Não vejo muito problema em expor o id, ainda mais se for algo como A, AB, etc. Qual a sua preocupação especifica? – gmsantos 24/05/16 às 3:17
  • @gmsantos, minha preocupação é, expondo o Id estarei correndo algum risco de segurança? se é possivel ter falhas de segurança expondo o Id.. – MeuChapeu 24/05/16 às 10:19
3

Por um lado,

Penso ser mais seguro da forma atual, como representada no seu código de amostra [sample], já que somente o resultado da consulta está sendo mostrado.

Se você tentar recuperar o valor depois, quando o formulário for submetido, aí sim poderá ter problemas de segurança, já que os usuários podem passar novos valores no select para serem consultados depois.

A query que é atualmente

select CodCategoriaCNH from Table group by CodCategoriaCNH

ficaria

select Descricao from Table group by Descricao

para então ser submetida ao banco back end novamente, onde você pegaria a descrição e faria:

select top (1) CodCategoriaCNH from Table where Descricao = :descricao

Como pode perceber na última query, Laravel usa PDO para os funções básicas de banco de dados, então, todas as precauções de segurança são adotas nas consultas, sem qualquer problema relatado até o momento.

Por outro lado,

Sei que o Laravel tem as implementações de segurança e boas práticas necessárias para criar aplicações robustas e seguras, então a forma como se usa cabe a quem está desenvolvendo, sendo recomendado seguir a documentação do framework, além do mais, fazer uma segunda consulta ao banco de dados seria mais cansativo e trabalhoso tanto para o desenvolvedor, (você, OP!) quanto para o banco de dados (memória e tempo de processamento).

Mas este é somente um dos pontos a serem considerados, não sendo, portanto, esta "resposta" exaustiva ou mesmo conclusiva.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.