6

Como faço para saber o número de linhas existente em um arquivo usando PHP?

Sei que existem funções como file, que retorna todas as linhas do arquivo num array. Poderíamos simplesmente usar um count, mas o problema é que preciso fazer isso para um arquivo de 60mb, e não acho uma boa ideia usar file nesse caso.

Tem alguma outra maneira de fazer isso?

Como posso saber, por exemplo, quantas linhas existem num arquivo de 2gb, sem estourar a memória do PHP?

Existe alguma maneira mais inteligente de contar as linhas de um arquivo em PHP?

5
  • 3
    Da uma olhada na resposta da da pergunta Efficiently Counting no So-en.
    – David
    13/05/16 às 17:01
  • 2
    @David aí você me quebra, tenho uma resposta em inglês lá, kkkkkkkk... Mas como quero ajudar a comunidade brasileira/portuguesa, pensei em colocar aqui também
    – Wallace Maxters
    13/05/16 às 17:02
  • @David não é errado fazer isso aqui, mas algumas pessoas acham que isso é má fé. Na verdade, tem muita coisa que já está no SOEN que está repetido aqui
    – Wallace Maxters
    13/05/16 às 17:04
  • Também acho certo ter repetido, pois quem entende inglês mais ou menos, pode não se atentar a algum detalhe da interpretação da resposta, sendo que aqui em português fica mais claro :)
    – David
    13/05/16 às 17:05
  • Se tiver algum corajoso aí... pode dar uma olhadinha aqui: code.metager.de/source/xref/gnu/coreutils/src/wc.c. Até onde eu vi... o wc funciona pegando chunks e lendo caractere por caractere. 13/05/16 às 18:28
5

Os dois métodos ( fgets() e file()) usam loop para ler o arquivo (o que é inevitável). Ou seja implicitamente ou explicitamente existirá um loop passando por todas as linhas do arquivo.

Mas vc só quer saber o número de linhas, então não importa o tamanho do arquivo pois vc só vai gravar um valor. Faça isso:

$myfile = fopen("meuArquivo.txt", "r") or die("Unable to open file!");
while(!feof($myfile)) {
  $count++;
}
fclose($myfile);
echo $count;
2
  • Acho que tem um erro aí. Sem fgets ele vai entrar num loop infinito, já que não passa para a próxima linha
    – Wallace Maxters
    16/05/16 às 12:20
  • OI Wallace. Acho que não. Veja: fgets — Gets line from file pointer. (Ele não quer o conteúdo da linha e sim passar por ela. Ele só quer saber quantas linhas o arquivo tem) e while(!feof ... = Enquanto o fim do arquivo não for alcaçado, mova o ponteiro para a próxima linha. A condição do fim do loop é a negação do feof(). php.net/manual/en/function.fgets.php ,,,,,,,,,,,,,, php.net/manual/en/function.feof.php
    – zwitterion
    16/05/16 às 18:45
3

Tem que lê-lo em chunks de dados. Mais ou menos assim:

$file = fopen("teste.txt",'r');
$count = 0;
while (!feof($file)) {
    $line = fgets($file, 4096); //provavelmente eu colocaria um valor maior, jamais menor
    $count++;
}
fclose($file);

Coloquei um limite de 4096 bytes porque corre risco se o arquivo for grande demais e não tiver quebras de linha suficientes para criar chunks pequenos. Esta solução não é perfeita. Uma melhor precisaria de um algoritmo bem mais sofisticado.

Eu cheguei pensar em uma outra que tem problemas também:

$file = fopen("teste.txt",'rb');
$count = 0;
while (!feof($file)) {
    $chunk= fread($f, 4096); //provavelmente eu colocaria um valor maior, jamais menor
    $count += substr_count($chunk, "\n");
}
fclose($file);

Coloquei no GitHub para referência futura.

A quebra de linha pode ter mais de um caractere e ficar um caractere em um chunk e o outro no próximo chunk. Aí não vai contar.

Soluções prontas para produção teriam que considerar isso e tratar quando acontecer. Isso é mais fácil de resolver no segundo algoritmo. Ele ainda tem a vantagem de nunca encher a memória.

Faça testes para avaliar o melhor tamanho do chunk. Coloquei 4K porque é o tamanho da página de memória e o tamanho mais comum do cluster do sistema de arquivos. Menores serão piores e tendem a ter mais risco de cortar linha pela metade atrapalhando os dois algoritmos. Maiores podem dar resultados bem melhores. Eu arriscaria dizer que quanto maior melhor, mas depende do hardware, SO, padrão de uso, etc. Ele pode ficar bom em teste e criar algum problema no uso em produção. Se pudesse ler o arquivo todo sempre seria o mais rápido e sem riscos.

O GuilhermeLautert levantou uma questão do \n ser só o line feed e portanto não causaria problema na quebra. Mas no Windows a quebra é \r\n (não tenho como testar). Das duas uma ou o PHP considera o \n no código como quebra de linha completa e acontece o que eu falei, ou este código não funcionaria corretamente no Windows, exigindo o uso do \r\n no código para pegar a quebra da forma correta, o que teria o problema de dividir o indicador de quebra de linha do mesmo jeito.

12
  • 1
    Parecido com a que está no SOEN, kkkkkkk +1
    – Wallace Maxters
    13/05/16 às 17:05
  • Mas porque 4096? Não é só usar fgets?
    – Wallace Maxters
    13/05/16 às 17:07
  • Essas funções da stream está me deixando mais animado a mexer com a procedural no PHP
    – Wallace Maxters
    13/05/16 às 17:18
  • 1
    @WallaceMaxters é, eu estava lendo e falando que tinha algo errado, mas não via o que :)
    – Maniero
    13/05/16 às 17:35
  • 1
    @GuilhermeLautert Não estou tão certo quanto você que o PHP funciona assim. Precisaria testar. Se funcionar assim ainda seria um problema se a quebra de linha for o \r\n e tiver só o \n no texto sem ser uma quebra de linha efetivamente.
    – Maniero
    13/05/16 às 17:49
3

Eu, como amante do OOP em PHP, faria isso com o objeto SplFileObject

$file = new \SplFileObject('file.extension', 'r');
$file->seek(PHP_INT_MAX);
echo $file->key() + 1; 

Eu utilizo o PHP_INT_MAX para apontar para a última linha do arquivo, pois SplFileObject implementa SeekableIterator.

Daí, como a contagem das linhas começa por 0, eu tenho que somar +1 para trazer o valor certo.

Outra detalhe: Como estou usando SplFileObject, a iteração de um arquivo grande seria feita linha por linha, economizando assim na memória e podendo se contar um arquivo gigante, sem travar o script.

1
  • Essa deveria ser a resposta marcada como aceita. Usando a outra resposta, também poderia fazer: while (($line = fgets($file, 8192)) !== false) { $count++; }.
    – stderr
    10/10/16 às 17:00
2

Como amante de REGEX proponho:

$content = file_get_contents("file_name");          //  LE TODO ARQUIVO
$content = preg_replace('~[^\n]~', '', $content);   //  REMOVE TUDO QUE NÃO SEJA QUEBRA DE LINHA (\n)
print_r(strlen($content)+1);                        //  CONTA QUANTOS BYTES SOBRARAM, +1 POIS NO FINAL DO ARQUIVO NÃO TEM \n
2
  • 1
    Cara, é interessante essa técnica, faz sentido. Minha preocupação é com os arquivos de 2 gb , que no caso travaria até o PC se tenta-se rodar no PHP.
    – Wallace Maxters
    13/05/16 às 17:14
  • Te imitei... O "Amante do OOP"
    – Wallace Maxters
    13/05/16 às 17:17

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.