7

Qual forma mais otimizada de recuperar ultimo id da tabela?

testei esses dois métodos e o orde by demorou mais, existe algum alem desses?

Obs: nãp será uma consulta após insert. Será uma consulta separada.

select max(campo_id) from tabela

select campo_id FROM tabela ORDER BY campo_id DESC LIMIT 1
  • Nenhuma dessas é pra recuperar o último ID. Estas são para recuperar o Maior ID. Geralmente eles coincidem, mas não é uma verdade absoluta. – Bacco 9/05/16 às 0:25
9

Nenhuma dessas alternativas serve para recuperar o último ID.

Seu código é para recuperar o Maior ID. Geralmente o último e o maior coincidem, mas não é uma verdade absoluta.

Para saber o último ID inserido automaticamente, o código é esse:

SELECT LAST_INSERT_ID;

Lembrando ainda que nem precisa do SELECT na maior parte das situações, se estiver usando uma biblioteca de MySQL em outra linguagem, ou mesmo o conector em C, é comum ter função específica que já retorna o valor logo após o INSERT.

Mas tenha em mente que isto só funciona se você fez a última inserção na mesma conexão.

Nem tudo são flores: se a última inserção acrescentou 3 registros no DB, esta função retorna o primeiro deles, e não o último.

Como você disse que é uma consulta separada, o que pode ajudar é esta consulta que retorna o próximo ID automático que será usado:

SELECT AUTO_INCREMENT
FROM   information_schema.tables
WHERE  table_name = 'nome da sua tabela'
AND    table_schema = 'nome do seu DB' ;


Mas então, qual o problema do código da pergunta?

Se você quer realmente saber o último inserido, o único recurso seguro é recuperar o dado com LAST_INSERT_ID, ou exagerando, fazendo um trigger para isto.

Por exemplo, veja situações comuns em que o código da pergunta não vai retornar o último valor inserido:

  • Se os últimos registros forem deletados, o LAST_INSERT_ID ainda vai conter o valor inserido, mas o código da pergunta recuperará os ID anteriores a estes (que não corresponderão aos das próximas inserções).

  • Se for feita uma inserção especificando um ID manualmente, menor do que o inserido, não há jeito seguro de saber qual foi o último.


Agora, tem que pensar numa coisa importante: dependendo do uso que você for fazer, você não precisa realmente do último inserido, e sim do maior existente. Neste caso, o código da pergunta resolve.

Alternativamente, você pode usar a técnica do SELECT AUTOINCREMENT acima, e subtrair 1 para estimar qual era o anterior. Isto também não garante que realmente foi o último inserido, mas tem menos probabilidade de dar efeitos colaterais.

Outro cuidado a tomar: pode muito bem acontecer de ocorrer alguma outra transação no DB, e esse valor alterar antes de você usar, então qualquer coisa que fuja do LAST_INSERT_ID pode gerar uma race condition. O ideal é não usar o valor para nada que não seja realmente referenciar a última linha inserida.

Mais um alerta: (para complicar ainda mais a vida) você só deve usar o LAST_INSERT_ID se a última inserção não deu erro, senão pode estar pegando um ID de inserção anterior. Tem gente que testa se deu zero para saber se retornou um ID ou não, mas isto não é confiável se não conferir se o INSERT realmente teve sucesso.

Quanto à performance, o único jeito de se ter certeza, é fazendo benchmarks, pois depende de uma série de fatores.

  • Obrigado @Bacco – Thalles Daniel 9/05/16 às 0:36
  • @ThallesDaniel dei uma resposta genérica, mas se explicar melhor pra que vai usar o valor, ou tiver mais alguma dúvida, deixe um comentário que posso tentar ajudar. – Bacco 9/05/16 às 0:38
  • de inicio é pra gerar um protocolo antes dele mesmo existir mas tenho um problema de concorrência ou atendente pode gerar ao mesmo tempo ai vi alguns métodos para bloquear a tabela mas não acreditei que seria o melhor caminho – Thalles Daniel 9/05/16 às 0:41
  • @ThallesDaniel se precisa de um protocolo antes de ter os dados, tem 2 caminhos mais comuns: Um é uma tabela separada de protocolos, em que vc gera o protocolo e depois vincula a um registro maior. Outro jeito é inserir uma ficha incompleta no DB, e dar um update durante o atendimento. Qualquer dessas alternativas vai te dar um ID. A idéia do protocolo é justamente essa, o simples fato de haver um atendimento tem que gerar isso, e armazenar, mesmo que o atendimento seja descartado ou incompleto. Ao menos vc vai ter o protocolo (ID), a data e a hora da ocorrência. – Bacco 9/05/16 às 1:15
  • Inclusive, é o mais correto até para diagnósticos. Amanha ou depois vc pode fazer uma pesquisa, e perceber que o atendente X tem 300 protocolos, mas só 100 atendimentos, e isso é sinal que tem algo errado. E neste caso, vc estará usando o LAST_INSERT_ID assim que criar o protocolo, então é perfeitamente seguro e sem problemas de concorrência, e não precisa de LOCK, transações e outras coisas problemáticas. – Bacco 9/05/16 às 1:17
0

No MySQL é bem fácil. Eu estava tentando fazer a mesma coisa no SQL Server e é um sacrifício.

No MySQL você só precisa usar LAST_INSERT_ID().

Exemplo: SELECT LAST_INSERT_ID() INTO @tabela

  • Aham, muito dificil usar um SCOPE_IDENTITY(), CURRENT_IDENT('nome tabela')... Agora me diz como você faz um INSERT INTO tableA OUTPUT columns INTO @table SELECT * FROM tableB no MySQL? – Tobias Mesquita 9/05/16 às 2:50
  • Bem, me responda antes: qual foi o caso onde EU precisei da último ID inserido numa tabela SQL Server 2012? Depois, o que é que você quer fazer com essa confusão de código? – StillBuggin 9/05/16 às 3:07
  • A resposta pra primeira questão é Você não tem ideia, porque eu não disse. – StillBuggin 9/05/16 às 3:08
  • Em nenhum momento eu mencionei o MSSQL 2012, porém você disse: Eu estava tentando fazer a mesma coisa no SQL Server e é um sacrifício.... Apenas disse que o @@IDENTITY (MSSQL 2000) tem um comportamento semelhante e ainda temos o SCOPE_IDENTITY() (MSSQL 2000) e o CURRENT_IDENT('table name') (MSSQL 2008) e este ultimo faz o que o AP queria fazer no MySQL, porém no MSSQL. E o comando... É apenas algo simples no MSSQL que é um "sacrificio" no MySQL, assim como Windows Functions e Common Table Express – Tobias Mesquita 9/05/16 às 10:24

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.