3
var a = {a: 1, b: 2};
var b = a;

b.a = 3;  

No código acima, b.a passa a valer 3, e a.a também passa a valer 3.

var a = {a: 1, b: 2};

function b(objeto) {
    objeto.a = 3;
}

b(a);

No código acima, o valor de a.a continua sendo 1, pois não estou editando o objeto a, e sim uma cópia dele (me corrijam se eu estiver errado).

Agora eis a dúvida:

var a = {a: 1, b: 2};

function copy(objeto) {
    return objeto;
}

var b = copy(a);

b.a = 3;

No código acima, a.a também vale 3. Por que?

  • Não consegui reproduzir o seu resultado do segundo trecho de código: Exception: TypeError: objeto is undefined. – Pablo Almeida 28/04/16 às 18:03
  • Código corrigido, Pablo. – André 28/04/16 às 18:05
  • parece que ele esta simplesmente linkando o objeto a com o b vou colocar uma forma que encontrei para fazer a clonagem – Otto 28/04/16 às 18:06
  • Agora a.a continua sendo 3. – Pablo Almeida 28/04/16 às 18:06
  • O mais proximo e simples para clonagem de um objeto seria desta forma: var copiedObject = jQuery.extend({}, originalObject) – Otto 28/04/16 às 18:07
3

Sua segunda suposição está errada, veja:

var a = {a: 1, b: 2};

function b(objeto) {
    objeto.a = 3;
}

b(a);

document.write(JSON.stringify(a));

a.a passa a valer 3 quando você faz objeto.a = 3;, então o segundo código tem resultado idêntico ao terceiro.

O ponto principal que você precisa entender é que objetos em JS são sempre passados por referência, então alterar atributos deles na função para a qual foram passados irá sempre resultar no objeto original sendo alterado. Dê uma lida nesta resposta para entender bem como funciona.

  • Bruno, isso só acontece com objetos ou variáveis também são passadas como referência? – André 28/04/16 às 18:14
  • @André apenas objetos e arrays (arrays são mais ou menos objetos em js, é meio confuso), valores são copiados. Leia o post que linkei, lá detalha bem isso. – BrunoRB 28/04/16 às 18:19
  • @André Primitivos não são passados por referência. BrunoBR: +1 – Sergio 28/04/16 às 18:20
  • Quando você diz que são passados por referência, você está falando de atribuição ou passagem por parâmetro? Porque as passagens por parâmetros são todas por valor, não por referência. – Gabriel Katakura 28/04/16 às 18:21
  • A passagem de objetos por parâmetro gera uma uma cópia da referência, que é o que possibilita você alterar os valores do objeto original e que contudo não permite que você altere a referência do objeto original. Como já comentei antes esta resposta já detalha bem o funcionamento. – BrunoRB 28/04/16 às 18:26
2

Objetos passados por referência alteram sempre o original.

No teu segundo exemplo o que acontece é o mesmo que no primeiro:

function b(objeto) {
    objeto.a = 3;
    console.log(objeto.a); // 3
}

b(a);
console.log(a.a); // 3

a terceira versão do código é basicamente o mesmo que a segunda. O resultado que obtêns é o mesmo com a diferença semântica que a função do terceiro exemplo não tem retorno.

2

O JS trabalha os objetos como referência. Ou seja, a variável do objeto é só o endereço de memória de onde estão os dados.

O tipo objeto (que no fundo é um array) é o único tipo considerado um tipo por referência. Os demais tipos de dados do JS são por valor, portanto a variável guarda o valor propriamente dito e não um endereço onde o valor está.

Exemplo 1

Então se você copia o valor dessa variável para outra (endereço do objeto), apenas terá duas variáveis apontando para o mesmo objeto, portanto qualquer alteração neste objeto refletirá nas duas variáveis.

Exemplo 2

Um parâmetro é apenas uma variável que recebe um valor. Se este valor é um endereço de um objeto, é uma cópia desse valor, mas não do objeto. No fundo ocorre a mesma coisa que o caso anterior.

Exemplo 3

Aqui a função recebe o endereço do objeto e em seguida retorna ele para quem chamou. Este resultado é guardado em uma variável. No fundo ocorreu a mesma coisa aqui também.

var a = {a: 1, b: 2};

var b = a;
b.a = 3; 
document.body.innerHTML += a.a; //imprime 3

function change(objeto) {
    objeto.a = 3;
}

change(a);
document.body.innerHTML += a.a; //imprime 3

function copy(objeto) {
    return objeto;
}

var b = copy(a);
b.a = 3;
document.body.innerHTML += a.a; //imprime 3

1

sei que já tem a sua explicação, mas gostaria de mencionar o Object.assign, que serve justamente para mesclar objetos:

var a = { a: 1, b: 2, c: 3 };
var b = Object.assign({}, a);

b.a = 4;

console.log(a, b);

Porém depedendo dos browsers que deseja dá suporte, possivelmente você terá de usar o seguinte Polyfill:

if (!Object.assign) {
  Object.defineProperty(Object, 'assign', {
    enumerable: false,
    configurable: true,
    writable: true,
    value: function(target) {
      'use strict';
      if (target === undefined || target === null) {
        throw new TypeError('Cannot convert first argument to object');
      }

      var to = Object(target);
      for (var i = 1; i < arguments.length; i++) {
        var nextSource = arguments[i];
        if (nextSource === undefined || nextSource === null) {
          continue;
        }
        nextSource = Object(nextSource);

        var keysArray = Object.keys(Object(nextSource));
        for (var nextIndex = 0, len = keysArray.length; nextIndex < len; nextIndex++) {
          var nextKey = keysArray[nextIndex];
          var desc = Object.getOwnPropertyDescriptor(nextSource, nextKey);
          if (desc !== undefined && desc.enumerable) {
            to[nextKey] = nextSource[nextKey];
          }
        }
      }
      return to;
    }
  });
}

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.