54

Durante a manutenção de um sistema legado reparei na seguinte procedure:

DECLARE @sql AS varchar(MAX);
DECLARE @param as varchar(50);

SET @sql = 'SELECT * FROM Destinatario where 1 = 1';

IF(@param IS NOT NULL)
    SET @sql = (@sql + ' AND Nome = ''' + @param + '''');
EXEC(@sql)

A primeira coisa que me chamou atenção foi a condição where 1 = 1

  • Por que o programador que escreveu essa procedure usou essa condição?
74
+50

Esta condição em princípio não aparenta ter razão de ser, pois removê-la dá no mesmo.

No entanto, quando as condições do where são geradas dinamicamente, e o programador vai acrescentando-as com AND dentro de ifs, por estas dependerem de outros fatores do programa que gera o SQL, fica clara sua intenção:

Se nao houver condição adicional, a query permanece assim ...

SELECT * FROM Destinatario where 1 = 1

... mas no caso, se for verdadeira a condição logo em seguida do seu exemplo, ela pode ficar:

SELECT * FROM Destinatario where 1 = 1 AND Nome = "Roberto"

Note que se não houvesse o WHERE 1=1, ela ficaria desta forma, e não funcionaria:

SELECT * FROM Destinatario AND Nome = "Roberto" 
  -- temos um erro aqui --^

Para uma condição AND só, o autor poderia ter posto o WHERE dentro da condição, mas se forem varias condiçoes, o WHERE 1=1 permitiria várias condições separadas, montadas por ifs diferentes:

SELECT * FROM Destinatario where 1 = 1
SELECT * FROM Destinatario where 1 = 1 AND Nome = "Roberto"
SELECT * FROM Destinatario where 1 = 1 AND Cidade = "Santos"
SELECT * FROM Destinatario where 1 = 1 AND Nome = "Roberto" AND Cidade = "Santos"

Assim, o AND Nome poderia estar em um if e o AND Cidade em outro, e todos funcionariam independente de ter que saber se já há um if anterior no código que gera o SQL.

Como mencionado pelo @bfavaretto, o CakePHP, por exemplo, utiliza esta técnica.

Particularmente, acho melhor usar maneiras mais limpas do que como foi usado, como concatenar com AND somente quando se tratar da 2ª condição em diante, mas cada um tem seus critérios, e em cada momento uma determinada técnica pode ser melhor do que outra.

Saindo desse exemplo específico de uso, pode até acontecer de alguém usar um WHERE "neutro" quando quer testar alguma condição durante o desenvolvimento do código, eliminando a condição original (equivalente a colocar WHERE true, que também serviria para a explicação inicial), mas isto já é outra história.

No nosso caso em específico, o IF desta linha confirma a hipótese inicial do parâmetro opcional com AND:

IF(@param IS NOT NULL) -- <== Aqui 
    SET @sql = (@sql + ' AND Nome = ''' + @param + '''');
  • Esse tipo de coringa era muito usado antigamente? Você pode me mostrar uma alternativa pra essa técnica? – Laerte 10/04/14 às 17:03
  • 1
    Pra falar a verdade só vi isso agora, pra responder sua pergunta, eu não faria desta forma. Geralmente eu deixo sem o Where mesmo. Quando são vários where num loop, eu simplesmente começo com um where="WHERE ", e no loop vou pondo where = where + glue + conditio por exemplo. o Glue começa vazio, mas ele vira "AND" dentro da primeira volta do loop, ou seja, só vai ser aplicado do 2o em diante. – Bacco 10/04/14 às 17:06
  • 3
    @Laerte O CakePHP usa esse 1=1 para facilitar a geração de queries. Mas como bem disse o Bacco, seria possível evitar. – bfavaretto 10/04/14 às 17:16
  • Genial! Eu estava com essa dúvida, porque é bem comum no MySQL usar WHERE 1, sem o igual. – Not The Real Hemingway 2/01/17 às 18:58
  • Criar uma string a partir de itens numa lista com um separador fixo é um problema bem antigo e quase todas as linguagens dispõem de uma função para resolvê-lo (geralmente chamada de join). O ideal é usar isso em vez de reinventar a roda. – Gabriel 3/08/18 às 17:23
6

Existem outros pontos interessantes a serem levantados para esta solução com WHERE 1 = 1.

Clareza de código

Uma vantagem desta técnica é que o código acaba ficando mais limpo, pois assim não precisa existir o controle da presença do WHERE vs AND/OR, mantendo independente a ordem dos filtros que vão entrar na consulta e se algum filtro vai entrar na consulta.

Impacto na performance

Existe uma dúvida recorrente com relação ao impacto de performance no banco de dados da presença do WHERE 1 = 1, independente se há outros filtros ou não. O que posso dizer que a maioria dos bancos de dados não sofre qualquer impacto de performance ao utilizar esta técnica.

Fazendo uma análise de impacto na plano de execução do Sql Server, com 10.000 registros em uma tabela, não notou-se qualquer mudança entre o plano contendo WHERE 1 = 1 e do plano sem o mesmo.

Outra opção

Alguns bancos de dados suportam também WHERE 1, embora esta não seja a opção recomendada por não fazer parte do padrão ANSI.

  • 1
    Qual o motivo do voto negativo? Tentei acrescentar mais algumas informações além da resposta aceita: código mais limpo, ser opcional quando existe um filtro obrigatório e responde a um questionamento comum de performance. O bounty foi gerado para que uma nova resposta atenda outras preocupações e entendo que foi o que eu fiz. – Dherik 3/08/18 às 16:46
  • 2
    Não vou negativar porque a resposta não está errada, e não vejo motivo pra negativarem, claro que acho importante acrescentar informações novas ou relevantes a uma resposta antiga, quando necessário, mas nesse caso não vi nada que acrescentou... Se fosse eu, invés de criar uma nova resposta, editaria a do bacco e acrescentaria essas informações aonde cabem – MarceloBoni 3/08/18 às 16:46
  • 1
    Interessante seria quem negativou explicar o motivo do negativo, assim mostrando o seu ponto de vista – MarceloBoni 3/08/18 às 16:50

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.