1

Gostaria de saber como faço para válidar (saber se existem) URL's de redes socias, estou usando o AngularJS, AJAX e http requests porém consigo pegar o status de uma URL que eu criei em um mock, mas não consigo verificar uma URL caso seja externa.

$http({
  method: 'GET',
  // url: 'http://private-e5528d-alugueme.apiary-mock.com/api/v1/categories/1'
  // url: 'http://pt.stackoverflow.com/'
  // url: 'https://twitter.com/pmargreff'
}).then(function successCallback(response) {
  console.log(response);
}, function errorCallback(response) {
  console.log(response);
});

Quando minha URL é a primeira o que vem na resposta do console é:

Object { data: Object, status: 200, headers: fd/<(), config: Object, statusText: "OK" }

Já quando tento pegar uma URL pública como Stack Overflow ou meu próprio perfil twitter a resposta é a seguinte:

Object { data: null, status: -1, headers: fd/<(), config: Object, statusText: "" }

Apesar disso, se eu verifico na aba Network do meu navegador a URL foi verificada e seu status lá é 200 quando existe, ou 404 se a URL é inválida. Primeiramente pensei que fosse algum tipo de bloqueio do próprio AngularJS, e tentei a válidação via AJAX da seguinte maneira:

$.ajax({
  // url: 'http://private-e5528d-alugueme.apiary-mock.com/api/v1/categories/1',
  // url: 'http://pt.stackoverflow.com/',
  // url: 'https://twitter.com/pmargreff',
  type:'HEAD',
  error: function()
  {
    alert('não existe');
  },
  success: function()
  {
    alert('existe');
  }
});

Tive o mesmo tipo de resposta, quando tento válidar meu pool eu consigo, já url externas não consigo e minha aba de network continua a mostrar resultados corretos.

Tentei com promisses e o resultado foi o mesmo:

$.get(url)
    .done(function() { 
      alert('existe');
    }).fail(function() { 
      alert('não existe');
    })

Estou cometendo algum erro no código ou os erros são causados dos próprios sites que bloqueiam a requisição ? E caso seja a segunda opção, tenho como contornar isso?


Estou tentando não usar as API's do facebook e twitter, então gostaria de uma resposta que não use essas opções.

3

Diretamente você não pode fazer isso.

Todos os sites em navegadores modernos apenas podem ter requisições para ele mesmo. Para que permita que outro site se conecte ao seu é necessário que defina o Access-Control-Allow-Origin, pode ler mais sobre isso aqui.


Qual solução?

A solução seria adicionar o Header necessário (Access-Control-Allow-Origin: *), por exemplo.

PHP:

header('Access-Control-Allow-Origin: *');  

Mas... Como percebeu: quem deve inserir o Header é quem é requisitado, portanto você deveria alterar os códigos do Twitter e adicionar acrescentar o Access-Control-Allow-Origin. Convém que isso não é possível!


Game over?

Não exatamente. Essa limitação só ocorre no client-side, ou seja o seu site não pode conectar com outro. Mas, isso não impede que o servidor do seu site se conecte com outro servidor.

Por isso, pode fazer isso:

PHP:

function verificarURL($url) {

    // Inicia CURL
    $curl = curl_init($url);
    curl_setopt_array($curl, [
            // Permite obter retorno:
            CURLOPT_RETURNTRANSFER => 1,

            // Define para retornar false se for <200 >=400:
            CURLOPT_FAILONERROR => 1,

            // Autoriza seguir o `Location`:
            CURLOPT_FOLLOWLOCATION => 1,

            // Limita o número de `Location:` a ser seguido:
            CURLOPT_MAXREDIRS => 2,

            // Adiciona o `Referer` baseado no Location:
            CURLOPT_AUTOREFERER => 1,

            // Verifica o SSL do website (Previne contra MITM):
            CURLOPT_SSL_VERIFYPEER => 1,
            CURLOPT_SSL_VERIFYHOST => 2,

            // Define o local do CA (as autoridades confiaveis, pode baixar em https://curl.haxx.se/ca/cacert-2017-06-07.pem):
            CURLOPT_CAINFO => __DIR__ . DIRECTORY_SEPARATOR . 'cacert-2017-06-07.pem',

            // Limita para protocolos HTTP/HTTPS (Previne contra outros protocolos, como `file//`, inclusive em redicionamento):
            CURLOPT_REDIR_PROTOCOLS => CURLPROTO_HTTPS | CURLPROTO_HTTPS,

            // Limita para TLSv1.2:
            CURLOPT_SSLVERSION => CURL_SSLVERSION_TLSv1_2,

            // Define um timeout em segundos (contra Slow HTTP Attack e afins):
            CURLOPT_TIMEOUT => 4,
            CURLOPT_CONNECTTIMEOUT => 2,
            //CURLOPT_LOW_SPEED_LIMIT =>
            //CURLOPT_LOW_SPEED_TIME =>
        ]
    );

    // Executa a requisição:
    $dados = curl_exec($curl);
    // Fecha o CURL
    curl_close($curl);

    // Se o HTTP CODE for menor que 200 e maior que 400 ele será false;
    return $dados !== false;
}

verificarURL('http://seusite.com');

/!\ SEGURANÇA:

A maior parte dos problemas de segurança do cURL já foram corrigidos e está minimamente seguro para uso público, onde usuário informa o $url.

Entretanto ainda existem alguns problemas. O seu IP (do servidor) estará exposto para o alvo do cURL, obviamente, isso pode ser um problema caso use CloudFlare e afins, que escondem o IP do seu servidor. Um outro problema é que o redirecionamento (e também o próprio domínio) pode apontar para um outro dispositivo da rede local, por exemplo https://malicioso.com manda um Location: 192.0.0.1, o seu código irá seguir e irá dizer "192.0.0.1" existe, o que pode ser relevante.


Existe outra alternativa?

Infelizmente você precisa fazer essa solicitação em server-side, não pode fazer com que o cliente faça isso.

Mas... Você pode "terceirizar" o serviço usando o Yahoo!

O Yahoo possui um recurso chamado XPath, ao menos aqui foi o que encontrei sobre isso, pode ver em https://developer.yahoo.com/yql/guide/yql-select-xpath.html. Lembre-se que o XPath não é do Yahoo, mas o Yahoo lhe permite fazer o XPath, se quiser leia mais sobre isso aqui também, em resumo o XPath permite a manipulação de XML.

Nesse caso você pode fazer uma requisição usando a seguinte query:

SQL/YQL:

Essa API foi descontinuada, deve utilizar o htmlstring, veja aqui, mas é bem instável.

select * from html where url="http://seusite.com"

Então, isso irá retornar (porque seusite.com existe!):

{"query":{"count":1,"created":"2016-04-18T12:16:44Z","lang":"pt-BR","results":{"body":{"script":{"language":"JavaScript","src":"js/redirect-min.js","type":"text/javascript"}}}}}

O results irá dizer se existe ou não.

Portanto:

$(':button').click(function() {
  var url = $(':input').val();

  $.ajax({
    url: 'https://query.yahooapis.com/v1/public/yql?q=select * from html where url="' + url + '"&format=json',
    type: "get",
    dataType: "json",
    success: function(data) {
      alert(data.query.results != null ? 'Existe' : 'Nao existe');
    }
  });
});
<script src="https://ajax.googleapis.com/ajax/libs/jquery/2.1.1/jquery.min.js"></script>
<input type="text" value="http://stackexchange.com">
<button>VERIFICAR</button>

Isso irá efetuar a query mostrada acima e irá comparar o result, se for null é porque não existe.

Entretanto isso possui falsos-negativos, como por exemplo o https://facebook.com, que registra como não existente. Isso não iria ocorrer na primeira solução.

  • Resposta bem formulada, alternativas, exemplo demonstrativo. Grato :) – pmargreff 18/04/16 às 22:00
0

Por motivos de segurança o navegador não permite conexões para outros servidores. Da mesma forma que por padrão, servidores negarão acesso a seus recursos dessa forma.

1) Se o seu o site que você quer verificar é de sua propriedade, você poderia habilitar o CORS nele.

2) Você poderia usar JSONP que prevê o acesso a recursos externos.

3) Essa limitações se restringem ao client-side, você poderia através de ajax, acessar um recurso no seu próprio domínio, enviando por parâmetro a url que você quer checar, e esse recurso back-side verificaria a url e retornaria um true ou false por exemplo:

$.ajax({
  url: 'http://seudominio.com.br/ValidadorSite/',
  method: 'get',
  data: {
    urlParam1: "sitequevocequerverificar.org.br"
  },
  success: function(data) {
    if (data.url1) {
      alert("Site 1 existe");
    }
  }
});

C#

URL url;
url = new URL("urlParam1");
HttpURLConnection con = (HttpURLConnection ) url.openConnection();
System.out.println(con.getResponseCode());

O bom dessa última prática, é que você poderia enviar um conjunto de url a serem verificadas e executar uma ação especifica em cima de cada retorno "existe ou não existe".

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.