-1

Geralmente, quando vejo sistemas que foram feitos sem a utilização de frameworks, não há utilização de keys.

Porém, todos os frameworks que eu usei até hoje, todos eles é necessário você definir uma key (chave) para a sua aplicação, para ela funcionar.

Um exemplo disso é o Laravel, onde você tem uma configuração parecida com isso:

  /*
    |--------------------------------------------------------------------------
    | Encryption Key
    |--------------------------------------------------------------------------
    |
    | This key is used by the Illuminate encrypter service and should be set
    | to a random, 32 character string, otherwise these encrypted strings
    | will not be safe. Please do this before deploying an application!
    |
    */

    'key' => 'A5CNJaYsFnpC9jpkbAk1nOI1ETUBsJOP',

Para que serve a key geralmente usada nos frameworks?

Isso está relacionado à alguma esquema de segurança?

  • 2
    Hatters gonna Hatters :p – Wallace Maxters 15/04/16 às 18:40
  • Isso se refere também ao APP_KEY? Se for eu ia perguntar esses dias atrás sobre isso também, eu até pesquisei, mas pelas respostas que obtive no fórum do Laravel eu percebi que é sempre muito abrangente, o que obtive foi algo como App Key is used for all encrypted data, like sessions., mas não consegui entender como fazer isso na pratica sem laravel pra entender o funcionamento :/ – Guilherme Nascimento 15/04/16 às 20:39
2

É utilizada para SALT de hashing no PHP

O laravel trabalha sobre biblioteca password_hashpara geração de chaves protegidas nas senhas.

Confira:

Illuminate\Hashing\BcryptHasher line 30

    public function make($value, array $options = [])
    {
        $cost = isset($options['rounds']) ? $options['rounds'] : $this->rounds;

        $hash = password_hash($value, PASSWORD_BCRYPT, ['cost' => $cost]);

        if ($hash === false) {
            throw new RuntimeException('Bcrypt hashing not supported.');
        }

        return $hash;
    }

Esta combinação aleatória será o salt para geração da hash. Cada KEY irá gerar sempre uma hash diferente. Isso impede de invadirem seu banco e descobrirem a senha de seus clientes. Já que neste exemplo terão acesso apenas ao hash da senha, que é um hash mão única.

Nunca deixe terem acesso a essa key, pois ela é ligada diretamente ao hashing de seus passwords.

Mas como assim? Hashing? Salt? Cost?

Vamos lá, eu não sou especialista neste setor mas tentarei lhe ajudar.

Hashing

Hashing é método de "esconder" a senha ou algum outro texto de "intrusos". Vamos por exemplo:

Veja esta string:

$2y$10$ZxqbuwvAYAGvhQgl0C9Kh.q.UWCdL1eQg4SMqbrfbvnjX4rOl2AcW

Consegue saber qual valor real dela?

Esta string é um hash de uma senha, que no caso é: 102030

Minha aplicação, com um SALT único gerou essa string como 102030.

Isso significa hash da senha 102030 na minha aplicação será igual da sua? Não, nunca. Pois as KEYS(SALT) são únicos.

Salt

salt - to manually provide a salt to use when hashing the password. Note that this will override and prevent a salt from being automatically generated.

Salt é uma combinação de caracteres que será utilizada como "chave" para fazer o hash de suas strings.

Cost

cost - which denotes the algorithmic cost that should be used. Examples of these values can be found on the crypt() page.

Custo é o que a palavra já diz: Custo. Quando de custo esse hashing terá para o processador para ser processado? Lembrando que: Quando maior o custo, menor a chance de alguém fazer brute force attack em sua aplicação, PORÉM seu processador terá mais trabalho toda vez que alguém ficar digitando a senha.

Ok, mas e como aplicação sabe que o usuário digitou a senha correta sendo que é tudo "criptografado"?

Por método de comparação, jovem.

Vamos partir do exemplo que uma senha seja gerado sobre KEY x com CUSTO 10.

Se o usuário digitar senha 102030 SEMPRE será gerado strings iguais, pois a chave não mudou nem o custo.

Por isso cuidado com a KEY de sua aplicação, ela é importante para esse fator de segurança. Se alguém descobrir estará mais perto de descobrir as senhas em seu banco, ou se você mudá-la todas as senhas de seu banco serão inválidas.

Correção

Laravel não utiliza o SALT para gerar as senhas, porém utiliza para biblioteca Encryption que é definido a key no EncryptionServiceProvider Fora isso é mesma ideologia.

  • Não sei se é bem isso... Não há nada no código capturando a informação de app.key – Wallace Maxters 15/04/16 às 18:11
  • 1
    @WallaceMaxters EncryptionServiceProvider no register define a key do config. Basta olha na dependência Encryption – juniorb2ss 15/04/16 às 18:20
  • Vou dar uma conferida lá. Eu olhei e só tinha o new Instance sem nada... Você está falando do que está na app? – Wallace Maxters 15/04/16 às 18:31
  • Entendi o que você falou. Mas parece que o laravel separou Encriptação de um lado e Hash de outro. Que eu saiba o Hash é usado na senha, a encryptação é usada para você enviar mensagens criptogradas e tals (O laravel tem um exemplo disso). Creio que não seja verdade que é usado nos salts (com password_hash), pois já alterei a key da aplicação e isso não fez com que as senhas parassem de funcionar. Pois pela lógica, se você mudar o salt, você complica as senhas salvas anteriormente com outro salt. – Wallace Maxters 15/04/16 às 18:35
  • Tanto é que você pode observar que no primeiro exemplo a classe Hash não usa nada de key. E se você olhar o código-fonte, vai ver que o ServiceProvider não usa a key. Só no caso do Encrypter, mas no Hash não... – Wallace Maxters 15/04/16 às 18:37

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.