10

Qual a diferença de computação nas nuvens e computação web?

Ambas não são locais e são majoritariamente acessíveis via browser então tem-se a impressão que são conceitos semelhantes.

11

Não vou me aprofundar, até porque os termos são usados de forma muito, eu diria, aleatória.

Tem uma pergunta aqui explicando o que é computação em nuvem e pincela sobre web.

Web

A computação web é aquela que trabalha em cima do protocolo HTTP. Isso pode ocorrer de várias formas. O servidor pode estar em nuvem, ou não. Eventualmente pode até mesmo o cliente estar na nuvem, embora altamente incomum e não sei se faz sentido fazer isto.

Nuvem

A computação em nuvem não exige protocolos específicos, só precisa atender alguns critérios expostos na pergunta linkada. O fato de ser acessível por web é um acaso, é algo possível, eventual. Para a nuvem não importa.

Local

É preciso definir melhor o que significa "local", mas é um erro afirmar que ambas não são locais. Em geral as pessoas usam remotamente (outro local físico), mas podem ser locais sim, e é mais comum do que parece. Mesmo que local signifique rodar no mesmo computador, ainda assim pode-se dizer que ser local é uma possibilidade.

Termo

O termo nuvem hoje é usado como instrumento de marketing mais do que de engenharia. As pessoas falam sobre nuvem quando não passa nem perto disso. Algumas pessoas consideram que se é web, é nuvem. Alguns consideram até o modelo de cobrança como definidor se é nuvem, ou seja, se cobrar pelo uso e não um valor fixo, é nuvem.

Utilidade

Na verdade poucas organizações precisam de nuvem de fato.

  • Elas precisam de web.
  • Precisam de ter uma centralização.
  • De estar remoto.
  • Elas precisam de virtualização, mesmo localmente.
  • Precisam de boa organização dos recursos e facilidades de implantação e manutenção.

Em alguns casos talvez até podem usar tecnologias usadas pelas nuvens, mas sem a característica típica de escalonamento da nuvem.

Custo X benefício

Nuvem de verdade costuma sair muito caro (mas vendem como se fosse mais barato) e tira um pouco da flexibilidade do que se pode fazer. Ela tem vantagens, mas pode sair mais barato em nichos ou quando compara com algo mal feito.

Mesmo o aluguel de uma virtualização costuma sair mais caro, mas há casos que é mais interessante, assim como a nuvem pelo tipo de utilização que ela terá.

Só tirar a estrutura de dentro da empresa e passar para terceiros sem agregar nenhum valor real é só má gestão de recursos feita porque alguém que vai na moda por falta de conhecimento do que está fazendo.

Exemplo

Por isso este site aqui não usa nuvem. Quando tem engenheiros de verdade trabalhando não caem em armadilhas de mercado.

Por exemplo, eu tenho um servidor que essencialmente é usado para servir web. Oficialmente ele está na nuvem, mas minha contratação não é como nuvem de fato. É uma instância virtual, sai relativamente barato. Como a utilização é baixíssima e no Brasil os custos de comunicação de dados são absurdos, acaba compensando. Se esses custos específicos fossem mais baixos eu teria, mesmo algo pequeno, aqui comigo.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.