1

Preciso fazer algumas alterações em uma das tabelas para adicionar novas colunas. O problema é que não consigo de forma alguma. Recebo o seguinte erro:

PG::DiskFull: ERROR: could not extend file "base/1672994/5557167.4": No space left on device. HINT: Check free disk space.

Bem, não há dúvida de que preciso aumentar o meu espaço em disco, já que nem mesmo uma operação VACUUM FULL deu certo, apresentando esse mesmo problema.

A query que tentei fazer é a seguinte:

ALTER TABLE messages ADD COLUMN readed BOOLEAN DEFAULT FALSE;

É um campo simples, e boolean não ocupa muito espaço. Mas lendo em outros fóruns, vi algo relacionado ao fato de que o PG precisa de mais espaço para fazer uma operação assim. Não sei ao certo como funciona, mas essa tabela que tento alterar tem mais de 6.700.000 linhas, e levando isso em consideração, talvez faça sentido o fato de o espaço atual não ser o suficiente para a operação.

Mas enfim. O que quero saber é: Existe uma forma de eu calcular em média quanto espaço adicional vou precisar comprar para que essa operação funcione? E como funciona essa questão do ALTER TABLE? Realmente precisa de muito mais espaço pra funcionar?

1
  • Eu entendo que como o PostgreSQL utiliza MVCC (Multiversion Concurrency Control) ele irá gerar uma cópia de toda a tabela, acrescentando nela o novo campo, e apenas ao final remover a tabela antiga. Talvez um pg_dumpall (em outro meio de armazenamento), modificar a definição da tabela no arquivo gerado, apagar o banco e recria-lo dom o psql possa ser uma solução.
    – anonimo
    Commented 20/12/2019 às 16:31

1 Resposta 1

2

É difícil dar uma resposta definitiva sobre isso e a tentativa e erro acaba sendo um método eficaz para descobrir até onde ir.

De fato é um pouco estranho precisar de tanto espaço porque a forma como está fazendo não deveria alterar toda a tabela. O PostgreSQL tem um mecanismo em que ele vai alterando as linhas conforme tem escrita nela. Enquanto não tem escrita, ela pega a linha sem a coluna e considera o valor default para a query de leitura. É bem inteligente. Mas por alguma razão isso parece não estar funcionando.

A ideia básica é ver o tamanho da tabela. Para listar as tabelas:

SELECT pg_database.datname, pg_database_size(pg_database.datname),
    pg_size_pretty(pg_database_size(pg_database.datname))
FROM pg_database ORDER BY pg_database_size DESC

Coloquei no GitHub para referência futura.

Pode ser que isso não seja suficiente já que pode haver alterações no índice também ou precisar de outras manipulações que só analisando o funcionamento interno do PostgreSQL para ter certeza.

2
  • Você mencionou que pode haver alterações no índice... Nessa tabela em questão, há 15 índices. Eles são sobre campos INT, DATE, e TIMESTAMP. Todos eles são bTree. Isso influencia? Commented 8/04/2016 às 11:25
  • Eu acho até que não vai alterar, porque só faz sentido alterar o índice primário, que deve ser clusterizado, ou seja, é a própria tabela. Eu só coloquei porque pode ser que tenha algo que eu não sei e você tem a informação que pode ser mais que o tamanho da tabela. Tem que testar. Comece liberando o tamanho da tabela. Embora como eu disse, é estranho que precisa até isto.
    – Maniero
    Commented 8/04/2016 às 11:29

Você deve fazer log-in para responder a esta pergunta.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag .