1

Já implantei uma aplicação web manualmente no tomcat, sei que ele não é um conteiner completo,mas agora gostaria de implantar manualmente no wildfly9 .
Gostaria de implamantar a aplicação web manualmente no wildflyjá porque já tentei rodar pelo netbeans mas não consegui ele diz que a port já esta sendo usada e tal. Já procurei em vários tutorias , mas é tudo meio que antigo.
Se for possivel implantar manualmente no wildfly, como devo proceder para fazer um teste de implantação usando uma aplicação helloworld que eu implantei no webapp do tomcat para roda no wildfly?
O que eu deveria modificar dentro do diretório WEB-INF? Precisária mudar alguma coisa no arquivo standalone.xml dentro do diretório do wildfly?

Mensionei o webapp do tomcat existe algo semelhante no wildfly?

Para acessar uma aplicação rodando no tomcat bastaria abrir o browser e digitar o localhost:8080/HelloWorld/index.html como fazer o mesmo no wildfly?

2

Se for possível implantar manualmente no wildfly, como devo proceder para fazer um teste de implantação usando uma aplicação helloworld que eu implantei no webapp do tomcat para roda no wildfly?

É sim possível. Se estiver usando uma instância standalone, basta incluir o artefato a ser implantado em standalone/deployments, juntamente com, um marcador para que seja feito a implantação (se o auto deploy não estiver habilitado). Então, se o seu artefato se chama HelloWorld.war, inclua também um arquivo vazio chamado HelloWorld.war.dodeploy (touchHelloWorld.war.dodeploy`)

Você pode verificar documentação detalhada aqui: Application deployment

É também possível fazer o deploy pela console web de administração, então depois de inicializar o servidor, acesse http://localhost:9990, digite usuário e senha (você deverá criar antes usando os scripts add-user.bat ou add-user.sh), aba Deployments, botão Add e escolha o tipo e artefato a ser implantado:

Deploy web console

Aí é só seguir os passos...

O que eu deveria modificar dentro do diretório WEB-INF? Precisaria mudar alguma coisa no arquivo standalone.xml dentro do diretório do wildfly?

Não sei, precisa? Você depende de alguma coisa provida pelo container, como datasources, propriedades de sistema customizadas, thread pool, socket bindings, etc.? Se não, basta alterar o deployment-scanner (subsistema deployment-scanner) para algo como isto:

<subsystem xmlns="urn:jboss:domain:deployment-scanner:2.0">
    <deployment-scanner path="deployments" relative-to="jboss.server.base.dir" 
        runtime-failure-causes-rollback="${jboss.deployment.scanner.rollback.on.failure:false}" 
        scan-interval="5000" auto-deploy-zipped="true" auto-deploy-exploded="false" />
</subsystem>

Isto fará com que, no seu caso, war colocados em deployments sejam implantados, mas não aplicações já descompactadas (para isto, altere auto-deploy-exploded para true).

A maioria das coisas podem ser configuradas pela web console também, como as propriedades de sistema, socket bindings, datasources, mail sessions, logs, etc.

Mensionei o webapp do tomcat existe algo semelhante no wildfly?

Sim, como dito acima é por padrão o diretório deployments em standalone.

Para acessar uma aplicação rodando no tomcat bastaria abrir o browser e digitar o localhost:8080/HelloWorld/index.html como fazer o mesmo no wildfly?

Se HelloWorld é o contexto da aplicação implantada e está usando configurações padrão do WildFly, sim, apenas isto bastará.

Tudo o dito acima pode ser feito pela CLI, então considere ler sobre ela: CLI Recipes

Em caso de problemas, seja mais específico na sua dúvida :)

  • obrigado pela paciencia ! É que a documentação indicada não é tão didatica para iniciantes .Vou retirara foto, só queria que você visse. Por que quando a abro browser ele não roda? localhost:8083/HelloWorld/index.html = not found – Pena Pintada 2/04/16 às 17:14
  • @PenaPintada por que o artefato implantado tem outro nome, se olhar na pasta deployments verá que terá a versão no nome. – Bruno César 2/04/16 às 17:15
  • O wildfly vem com algums exemplos prontos assim como o tomcat? – Pena Pintada 2/04/16 às 17:15
  • @PenaPintada sim, o quickstart tem muita coisa: github.com/wildfly/quickstart – Bruno César 2/04/16 às 17:20
  • 1
    @PenaPintada e aí, conseguiu? Alguma dúvida quanto a isto ainda? – Bruno César 4/04/16 às 22:41

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.