0

Estou tentando instalar alguns pacotes RPM no meu Ubuntu, mas estou recebendo mensagens de falhas de dependência. O estranho é que todas as dependências já estão instaladas em meu SO.

Criei um diretório deps com 4 rpm: eventlet-0.17.1-1.noarch.rpm, greenlet-0.4.5-1.x86_64.rpm, pycrypto-2.6.1-2.x86_64.rpm, pyparsing-2.0.3-1.noarch.rpm.

Executei o seguinte comando:

sudo rpm -ivh *.rpm

Obtenho a seguinte mensagem de erro:

python(abi) = 2.7 is needed by eventlet-0.17.1-1.noarch libc.so.6()(64bit) is needed by greenlet-0.4.5-1.x86_64 libc.so.6(GLIBC_2.14)(64bit) is needed by greenlet-0.4.5-1.x86_64 libc.so.6(GLIBC_2.2.5)(64bit) is needed by greenlet-0.4.5-1.x86_64 libc.so.6(GLIBC_2.4)(64bit) is needed by greenlet-0.4.5-1.x86_64 libpthread.so.0()(64bit) is needed by greenlet-0.4.5-1.x86_64 libpython2.7.so.1.0()(64bit) is needed by greenlet-0.4.5-1.x86_64 python(abi) = 2.7 is needed by greenlet-0.4.5-1.x86_64 rtld(GNU_HASH) is needed by greenlet-0.4.5-1.x86_64 libc.so.6()(64bit) is needed by pycrypto-2.6.1-2.x86_64 libc.so.6(GLIBC_2.14)(64bit) is needed by pycrypto-2.6.1-2.x86_64 libc.so.6(GLIBC_2.2.5)(64bit) is needed by pycrypto-2.6.1-2.x86_64 libc.so.6(GLIBC_2.4)(64bit) is needed by pycrypto-2.6.1-2.x86_64 libpthread.so.0()(64bit) is needed by pycrypto-2.6.1-2.x86_64 libpython2.7.so.1.0()(64bit) is needed by pycrypto-2.6.1-2.x86_64 python(abi) = 2.7 is needed by pycrypto-2.6.1-2.x86_64 rtld(GNU_HASH) is needed by pycrypto-2.6.1-2.x86_64 python(abi) = 2.7 is needed by pyparsing-2.0.3-1.noarch

A primeira dependência que é requerida é o Python 2.7, mas quando executo python --version, obtenho Python 2.7.6.

Alguma ideia de qual é o problema?

fechada como fora de escopo por Guilherme Nascimento, rubStackOverflow, Anderson Carlos Woss, Maniero 29/04/17 às 15:50

Esta pergunta parece não pertencer ao site. Segundo os usuários, este foi o motivo:

  • "Esse problema não pode ser reproduzido, ou é um erro de digitação. Mesmo dentro do escopo do site, sua solução dificilmente seria útil a outros usuários no futuro. Problemas assim podem ser evitados com a criação de um exemplo Mínimo, Completo e Verificável." – Guilherme Nascimento, rubStackOverflow, Anderson Carlos Woss, Maniero
Conheça as regras na central de ajuda e edite a pergunta para que fique adequada.

2

E por que você quer instalar pacotes RPM no seu Ubuntu?

Não faça isso - instale os pacotes nativos do Ubuntu de algum repositório apropriado - caso você precise de alguma biblioteca Python que por acaso não esteja nos repositórios do Ubuntu, a melhor coisa a fazer é criar um virtualenv de Python, e instalar a biblioteca lá com pip install ...

Pacotes Linux como ".deb" e ".rpm" não são apenas "o programa e os arquivos necessários" - eles são "o programa e os arquivos necessários" cuidadosamente arranjados com metadados para que as dependências do programa sejam encontradas, que os arquivos fiquem em pastas consistentes com as demais pastas do seu sistema, e, por fim, de forma que o sistema saiba gerenciar todos os arquivos instalados como parte de cada pacote para poder gerenciar corretamente as versões dos pacotes.

Um "rpm" é um arquivo feito para uma distribuição Linux diferente do Ubuntu (e mesmo um .deb para outras distribuições poderia ter os mesmos problemas) - e independente de você ter ferramentas que podem "abrir e instalar" o rpm, vão acontecer no mínimo problemas como o acima - no seu caso, um dos sistemas "vê" o Python 2.7.6 e outro "vê" Python 2.7 (em termos de compatibilidade e de bibliotecas os dois sãos o mesmo).

Agora, todos esses pacotes que você menciona são projetos bem conhecidos e bastante usados na comunidade Python - e certamente você só precisa digitar apt-get install python-eventlet python-greenlet python-crypto python-pyparsing para que o seu sistema busque esses pacotes e as dependências automaticamente na internet. E, quando algum deles for atualizado, as atualizações automáticas do seu sistema ainda vão dar conta disso também.

Agora, lembre-se do virtualenv - enquanto você estiver só experimentando, ok usar pacotes do sistema operacional - se estiver começando um projeto de software que use essas bibliotecas, o uso do virtualenv é altamente recomendado - pois permite que você fixe as versões das bibliotecas Python que funcionam para você, independente das versões usadas pelo seu sistema, e isso é replicável em outras máquinas com Linux, independente das versões também.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.