4

Eu tenho uma aplicação web no qual existe um formulário de login e registro, e pelo que percebi eu posso baixa o HTML do meu site e manda requisição pelo meu PC apontando para o site, então como eu verifico a origem do formulário?

  • Com id/token de uma sessão ou um captcha. – Daniel Omine 20/03/16 às 8:48
3

Existem diferentes maneiras de fazer, a primeira e talvez a mais usar é o "anti-CRSF" (se é que pode-se chamar assim):

autenticar.php:

<?php
session_start();

if (isset($_POST['token'], $_POST['login'], $_POST['senha'])) {
    $token = empty($_SESSION['token']) ? NULL : $_SESSION['token'];

    //Compara o token com o post
    if ($_POST['token'] === $token) {
         /*Valida $_POST['login'] e $_POST['senha']*/
    } else {
         echo 'Requisição invalida';
    }
} else {
    echo 'Faltam dados no Form';
}

login.php

<?php
session_start();

//Cria um token
$_SESSION['token'] = md5(uniqid(rand(), true));
?>

<form method="POST" action="autenticar.php">
<input type="hidden" name="token" value="<? php echo $_SESSION['token']?>" />
<input type="text" name="login" placeholder="login"><br>
<input type="password" name="senha" placeholder="senha"><br>
<button type="submit">Logar</button>
</form>

Desta maneira você cria um token e salva ele na sessão, na próxima página você verifica o POST e a sessão, se ambos tiverem valores iguais significa que o veio da mesma origem, isso é um exemplo bem básico, existe ainda um exemplo que tenta fazer dificultar mais ainda isto, nele todos os campos tem chaves randomicas, segue exemplo:

A outra maneira é verificar o referer, por exemplo:

  • http://exemplo/paginaA.php

    <form method="POST" action="paginaB.php">
    <input type="text" name="login" placeholder="login"><br>
    <input type="password" name="senha" placeholder="senha"><br>
    <button type="submit">Logar</button>
    </form>
    
  • http://exemplo/paginaB.php

    <?php
    if (empty($_SERVER['HTTP_REFERER']) || $_SERVER['HTTP_REFERER'] !== 'http://exemplo/paginaA.php') {
        echo 'Acesso bloqueado';
        exit;
    }
    
    //Resto do script
    

Note bem que o uso do HTTP_REFERER pode muitas vezes falhar e pode facilmente ser trapaceado usando plugin ou requisições por ferramentas como CURL, wget, etc e até mesmo plugins pra navegadores podem controlar os headers das requisições.

O anti-CRSF é considerado bem mais seguro, mas também pode ser trapaceado, no entanto é bem mais difícil fazer isto.

Resumindo não existe nada 100% seguro, mas os exemplos ajudam a prevenir.

  • Obrigado pela resposta super explicativa, com a primeira solução o usuário pode baixa formulário com key e enviar varias vezes com tentativa de fazer um login, certo? – Cleideson 21/03/16 às 23:19
  • @Cleideson ele pode baixar o form com a key, mas ela é regenerada a todo momento, a key que ele baixar já será invalida quando tentar enviar uma requisição via form baixado ;) – Guilherme Nascimento 21/03/16 às 23:21
  • 1
    Muito obrigado! – Cleideson 22/03/16 às 16:33

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.