5

Já algum tempo que estou tentando entender o conceito de custom attribute do C#. Acho ele meio parecido com o sistema de decorators do Python. Mas não estou entendendo muito bem.

Eu dei uma lida em um artigo do CodeProject, mas ainda não ficou claro. Entendi que para criar um CustomAttribute, é necessário criar uma classe que herde de Attribute. Mas digamos que eu queira criar um CustomAttribute para validar a propriedade do tipo int de uma classe, para permitir somente números pares. Nesse caso onde ficaria o código de validação?

Um exemplo seria bom.

4

Primeiro há um engano em achar que os atributos do C# são equivalentes aos decorators do Python. O funcionamento de ambos são bem diferentes.

O atributo é apenas uma informação estática. É um metadado. Se eles não são chamados por algum mecanismo, eles não fazem nada. Essa chamada é feita através de reflexão (exemplo). Por isso difere do Python.

Claro que é possível usar esse mecanismo para facilitar a criação de um decorator. De fato isso é feito em uma pergunta no SO. Uma comparação direta com Python é feita aqui.

Você pode criar um método no atributo para realizar a validação em si, mas ela não será feita só porque o atributo está presente em algum elemento do código. Sua invocação será em algum outro local. Feita pelo programador usuário do atributo ou por algum framework que automatiza isso para o programador final. Essa resposta mostra bem isto.

Tem um exemplo de como funciona e um mais completinho no CodeProject. O próprio .Net tem um exemplo bem completo de como pode ser um atributo semelhante (note que o IsValid() não se chama sozinho, assim como os demais métodos da classe).

Seu exemplo:

[TypeUsage(int)] //atributo hipotético
class EvenAttribute : Attribute {
    public string Message { get; set; }
    public bool IsValid(int value) {
        return value % 2 == 0;
    }
}

Este atributo hipotético TypeUsage que pode ser usado por alguma ferramenta para garantir que o seu atributo personalizado só seja usado em uma propriedade do tipo int. Este atributo precisaria ser criado por você e a ferramenta que faz a verificação também.

Obviamente, como mostra os exemplos linkados acima, é possível fazer algo mais sofisticado, pode ser algo dentro de uma mecanismo maior, com contratos específicos estabelecidos, aí depende da necessidade, mas genericamente tá aí o exemplo.

Exemplo prático de uso em outra pergunta.

  • Minha ideia era criar algo automático, onde eu trato em apenas um lugar e o efeito se aplica em qualquer objeto criado, deixando o tratamento transparente para quem for consumir a classe, ou seja, qualquer classe que "decore" uma propriedade tipo int com o Attribute TypeUsage e quando um objeto dessa classe for instanciado com um valor não par, uma exceção seria lançada. Mas isso deveria ser transparente para o consumidor da classe, ele não deve precisar tratar. Eu poderia usar os padrões get e set, mas e se eu precisasse do mesmo efeito em várias outras classes, eu teria que repetir código. – Matheus Saraiva 20/03/16 às 0:10
  • Minha experiência que isto nem sempre funciona como o desejado a não ser em sistemas simples ou pouco flexíveis, a não ser que se dê vários escapes, o que obviamente complicado o mecanismo. A automação pode ser feita por um método que lide com isso, em geral, para ficar transparente, será pela criação de um framework. Acho que eu não devia ter usado o TypeUsage, você não entendeu a função dele aí, ele é um atributo usado na criação de outro atributo. Faça de conta que ele não existe, até entender melhor o resto. Lançar exceção? Tá, ok, é uma opção, mas eu provavelmente não faria isto. – Maniero 20/03/16 às 0:15
  • Pode ser transparente para a classe consumidora que usa o atributo, mas a chamada da execução da validação precisa ocorrer em algum lugar, por isso costuma ser usado em frameworks que tornam as coisas meio "mágicas", como você quer. Talvez você precise pensar em um caso mais concreto do que deseja e fazer outra pergunta. – Maniero 20/03/16 às 0:17
  • Não, não o que eu preciso é exatamente isso. Eu já faço isso em python através de metaclasses. Lá eu tenho várias classes com atributos que não podem ser negativos. Lá o tratamento fica dentro de uma metaclasse, então todas as classes que precisam do tratamento fazem uso da metaclasse que eu criei. Evitando assim replicar código. Eu achei que o recurso de CustomAttribute do C# me permitiria fazer algo parecido. – Matheus Saraiva 20/03/16 às 0:31
  • Uma correção, no primeiro cometário eu citei erradamente "Attribute TypeUsage" quando na verdade é Attibute EvenAttribute – Matheus Saraiva 20/03/16 às 0:39

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.