21

Na maioria dos sites percebi que eles usam outro servidor para carregar scripts, CSS e imagens. Porque eles utilizam?

  • 3
    Respostas que dizem que isso é a mesma coisa CDN estão recebendo meu -1, pois CDN é só UMA das formas de se fazer isso. Pra quem não sabe, CDN (Content delivery network) é uma rede de espelhamento em vários servidores para que o acesso seja feito de maneira mais eficiente, seja por distribuição geográfica ou divisão de banda e recursos. É perfeitamente possível e comum alguém dividir os assets entre servidores extra, para fins de organização e performance SEM USAR CDN, e isso também se aplica ao que foi perguntado. – Bacco 11/06/14 às 0:51
  • PS: Não sou contra se fazer uma resposta falando de CDN. O que não dá é pra aceitar uma afirmação de que CDN é sinônimo do que foi perguntado. – Bacco 11/06/14 às 1:06
12

É uma técnica chamada de CDN. Essa técnica consiste em requisitar o arquivo de um servidor muito usado. Você pode importar por exemplo um script do jQuery do servidor da Google.

Mas por que?

Bom, se o usuário já tiver entrado em um site que requisitou o jQuery do Google, e entrar no seu site que também está utilizando o mesmo URL para requisitar, ele já vai ter armazenado em cache e por tanto aumenta o desempenho consideravelmente já que não vai precisar usar de novo. Assim como se o seu site for o primeiro, já vai armazenar no cache do navegador o arquivo que você requisitou para que este não precise ser requisitado novamente em outros sites.

A desvantagem é que para funcionar perfeitamente as URLs requisitadas precisam ser iguais (Para que o navegador entenda que o arquivo já está no cache). Além disso se o seu site for o primeiro a requisitar determinada URL, não vai haver cache, e o carregamento vai ficar mais lento pelo menos nesta primeira visita já que a requisição será para um servidor externo.

Outra desvantagem é que se o servidor que hospeda o arquivo estiver offline ou inacessível no momento da requisição, o arquivo deixa de ser requisitado, retornando um erro 404. Porém você pode tratar isso com uma verificação que carregue uma versão local neste caso.

Veja um exemplo:

<script src="//code.jquery.com/jquery-1.2.1.min.js"></script>

<script>
    window.jQuery || document.write('<script src="jquery-1.2.1.min.js">\<script>');
</script>
  • Quanto a solução para caso o servidor CDN esteja inacessível, me corrija se eu estiver errado: Mas acredito que a abertura do site demoraria vários segundos, pois o navegador vai esperar por vários segundos a resposta do servidor CDN, até considerar timeout. – user7261 11/06/14 às 19:11
  • Concordo @Andrey, eu particularmente prefiro usar apenas arquivo do meu servidor mesmo, assim evito essas possibilidades, mas cada caso é um caso ;) – Diego Lopes Lima 16/06/14 às 4:29
11

Existem várias formas de se implementar este tipo de solução, a mais comum atualmente (e a qual você provavelmente está se referindo) é chamada de CDN (Content Delivery Network). Apesar de estar sendo amplamente utilizada no meio WEB hoje em dia, esta prática não é só vantagens, e seu uso deve ser pensado levando em consideração o seu projeto e como você pensa em disponibilizar sua aplicação.

Casos onde se utilizar:

  • Web aplicativos em geral
  • Sites em geral
  • Blogs em geral

Casos onde se não utilizar:

  • Sistema intranet, onde o servidor fica dentro da própria empresa. Nestes casos vale mais a pena não utilizar CDNs, já que os arquivos CSS e JavaScript ficariam em um servidor da própria rede e o delay / trafego seria ínfimo. Além do mais, caso a internet caia, um sistema intranet deveria continuar em pleno funcionamento, caso você esteja utilizando CDN, essa garantia já não existiria.

  • Projeto que preza por extrema performance, onde você quer reduzir o número de requisições ao máximo, compilando todos os seus arquivos JavaScript e CSS em um só, neste caso como você está gerando um arquivo customizado (com as suas funções e plugins juntos) não seria possível usar um CDN (a não ser que você criasse um, mas ai lá se vai uma das vantagens de se usar CDN, que veremos abaixo).

Vantagens do CDN:

  • Economia de banda;
  • Economia de recursos do servidor;
  • Entrega mais rápida de recursos.

Economia de banda: Cada vez que um usuário fizer uma requisição dos arquivos do seu projeto que estão no CDN essa requisição vai para o servidor CDN e não o seu, o que, em larga escala, acaba por te economizar muita transferência de dados.

Economia de recursos do servidor: Embora este problema possa ser resolvido com cache (no lado cliente e/ou servidor), ainda assim em algum caso extremo pode ser que ele te ajude a economizar recursos do servidor, já que ele não vai precisar se preocupar em entregar os arquivos a cada requisição, este trabalho é repassado ao CDN.

Entrega mais rápida de recursos: Os grandes provedores de CDN geralmente possuirem servidores em várias partes do mundo, o que garante um menor tempo de latência das requisições e do envio dos arquivos para o usuário.

Desvantagens:

  • Queda na segurança do projeto;
  • Cai o CDN, seu projeto quebra.

Queda na segurança do projeto: Caso o CDN que você esteja utilizando seja invadido ou não seja de confiança e tenha os arquivos modificados, você vai estar distribuindo arquivos "fraudulentos" e possivelmente perigosos para os seus usuários.

Cai o CDN, seu projeto quebra: Caso o CDN saia do ar por qualquer motivo que seja, o usuário que acessar seu site não vai receber os arquivos, o que provavelmente vai afetar o funcionamento do seu projeto.

  • @Bacco, pesquisei melhor e de fato você estava certo, está corrigido. – Kazzkiq 11/06/14 às 17:51
  • Reverti meu voto, e dei +1. Depois deleto este comment aqui. Espero que o outro -1 seja revertido também, caso tenha sido pelo mesmo motivo. – Bacco 11/06/14 às 17:55
6

Imagens e CSS

Os navegadores são recomendados, na especificação HTTP/1.1, a fazerem no máximo 2 downloads paralelos por host. Se você tem 4 imagens hospedadas no mesmo host, elas serão baixadas duas a duas. Se você tem 4 imagens hospedadas em 2 hosts diferentes, elas serão baixadas simultaneamente.

O mesmo vale para CSS.

Scripts

Scripts nunca são baixados simultaneamente. O principal motivo para usar um servidor externo, neste caso, é para aproveitar o cache do seu navegador.

  • Isso tudo e mais a organização e eficiência que você ganha se configurar cada server pra sua especialidade. Por exemplo, fine-tuning pra arquivos de imagem, e estáticos em geral, outra maquina especializada em linguagem server side, etc. – Bacco 11/06/14 às 17:57
5

Porque deixa o carregamento do site mais rápido.

Se tiver um tempo faz um teste.

Chama o Jquery do google e o Jquery do seu servidor, no network o Jquery do Google vai

carregar mais rápido do que o Jquery do seu servidor.

Você só deve ficar atento a permissão, se uma pessoa acessar o seu site no Irã, o Jquery do google não vai carregar, caso isso aconteça utilize o código abaixo

<script src="//ajax.googleapis.com/ajax/libs/jquery/1.2.6/jquery.min.js"></script>
<script>
if (!window.jQuery) {
    document.write('<script src="/path/to/your/jquery"><\/script>');
}
</script>
0

Sobre usar a JQuery da CDN do Google, talvez não seja mais a melhor opção. Tem uma CDN JQuery que é melhor pra sites brasileiros, porque tem servidores distribuídos no país todo. (As outras CDNs só tem servidores em SP)

Nesse post eles explicam melhor, vale dar uma olhada: https://www.gocache.com.br/cdn/cdn-jquery-brasil/

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.