4

No PHP muitas vezes, temos mais de uma forma de fazer uma mesma operação. Um exemplo básico é na verificação da existência de um determinado índice em um array: podemos usar array_keys_exists.

Exemplo:

$arr = ['a' => 1, 'b' => 2];

var_dump(isset($arr['a'])); // bool(true)

var_dump(array_key_exists($arr, 'a')); //bool(true)

Considerando que os resultados são os mesmos, gostaria de saber:

  • Existe alguma diferença entre isset e array_keys_ exists quando a verificação da existência do índice?

  • Existe diferença quanto à performance?

  • Quando deveria usar um ou outro?

5

Eu dei uma breve explicação nesta resposta https://pt.stackoverflow.com/a/63550/3635 vou tentar definir melhor aqui a diferença conforme as perguntas feitas.

Resposta para:

  1. Existe alguma diferença entre isset e array_keys_ exists quando a verificação da existência do índice?

e

  1. Quando deveria usar um ou outro?
  • array_key_exists

    O array_key_exists apenas verificar se a chave existe em uma array retornando um valor bool, deve-se usar somente quando necessita saber se uma chave especifica existe em um array, mesmo que ela tenha o valor null ela ainda retornará true se a chave existir, exemplo:

    $foo = array( 'baz' => 0 );
    
    var_dump(array_key_exists('baz', $foo));
    
  • isset

    O isset não é uma função, mas o importante é entender como ela funciona, a primeira diferença é que isset suporta múltiplas checagens assim:

    isset($foo['baz'], $foo['bar'], $_POST['foo']);
    

    E claro que o resultado varia conforme você adiciona elementos.

    Outra diferença é que ele faz a checagem não só de arrays, mas de variáveis normais, por exemplo se fizer isto em uma variavel não definida ele não emite Warning:

    <?php isset($foo); ?>
    

    Mas isto emite a mensangem Undefined variable:

    <?php echo $foo; ?>
    

    Isto porque ao tentar usar $variável mesmo que não exista ela passa "tecnicamente a existir" e o valor é NULL pro PHP.

    Outra característica é que pro isset retorna false caso a variavel ou item de um array for null, mesmo que exista:

    $foo = NULL;
    
    var_dump($foo);
    
    $test = array( 'foo' => NULL );
    
    var_dump($test['foo']);
    

Existe diferença quanto à performance?

Isto varia muito, alguns dizem que por que o isset não é uma função mas sim um "construtor" é provável que ele seja mais rápido. Na maioria dos casos isto pode estar certo, até mesmo se considerar versões mais antigas do PHP, mas dependendo do tipo de verificação é provável que a diferença seja tão insignificante que nem vale a pena comparar (é apenas uma "micro optimização" no máximo), mas o que digo é que pra maioria dos casos de checagem, isset vai ser melhor, por exemplo como citei a possibilidade de verificar múltiplos itens ou variáveis.

Nota: pra remover um item de um array use o unset, nele é possivel remover vários itens ou variáveis unset($foo1, $foo2, $foo3);

Usando empty

Outra função (ou construtor) que pode ser interessante usar é o empty, ele verifica o tipo de valor, ele irá retornar false pra quando o valor do item ou variável for:

  • "" (uma string vazia)
  • 0 (quando for um numero inteiro igual a zero)
  • "0" (zero como string)
  • NULL
  • FALSE
  • array() (uma array vazia)
  • public $var; (Quando uma variável é declarada em uma classe, mas não tem valor, pois é NULL)
6

Como nosso amigo Papa Charlie falou, o retorno varia de acordo com os valores do array. Esse código vai te mostrar um retorno diferente dos dois métodos citados.

<?php

$arr1 = ['a' => 1, 'b' => 2];
$arr2 = ['a' => null, 'b'=>2];

var_dump(isset($arr1['a'])); // true
var_dump(array_key_exists('a', $arr1)); // true

var_dump(isset($arr2['a'])); // false
var_dump(array_key_exists('a', $arr2)); // true

?>

O isset te ajuda a verificar a existência de uma chave com valor nulo.

Respondendo suas perguntas...

  1. Existe alguma diferença entre isset e array_keys_ exists quando a verificação da existência do índice?
    R: Para esta verificação, não.Se o array tiver chave e valor preenchidos, não tem diferença. Caso o valor seja nulo, existe diferença sim.

  2. Existe diferença quanto à performance?
    R: Sim. isset() é mais rápido, apesar de não ser exatamente igual à outra função.

  3. Quando deveria usar um ou outro?
    R: array_key_exists() verifica se a chave (neste caso, "a") existe. Mas não verifica se o valor é nulo ou não. Já o isset(), faz essa verificação e retorna false (como no exemplo do código postado acima).

  • 1
    A resposta à primeira pergunta está errada: Se existe diferente entre as duas quanto a verificação da existência. Pois no caso de ['a' => null, 'b' => null] os índices existem, mas estão nulos. – Wallace Maxters 10/03/16 às 17:46
  • Wallace Maxters, obrigado! Não atentei p/ isso. resposta corrigida – romulobastos 10/03/16 às 17:55
  • Obrigado pela maturidade de receber a crítica/correção. Não é todo mundo que aceita ;) – Wallace Maxters 10/03/16 às 17:59
4

array_key_exists() vai lhe devolver se a chave existe ou não no array, independente do valor que ela possui. isset() vai lhe devolver bool(true) apenas se a chave existir no array E o valor dela for diferente de null.

Outra diferença é que se você passar uma variável não definida para o isset() ele apenas devolve bool(false), já o array_key_exists() printa um PHP WARNING na tela e devolve NULL:

var_dump(isset($array['a'])); // bool(false)
var_dump(array_key_exists('a', $array)); // lança um "PHP Notice:  Undefined variable" e imprime "NULL"

$array = ['a' => null, 'b' => 2];

var_dump(isset($array['a'])); // bool(false)
var_dump(array_key_exists('a', $array)); // bool(true)

var_dump(isset($array['b'])); // bool(true)
var_dump(array_key_exists('b', $array)); // bool(true)

Logo, utilize array_key_exists() quando você quiser saber se a chave existe ou não no array (independente do valor) e você tem certeza que o array ao menos existe, e isset() quando você quiser ter certeza que a chave existe E que ela é diferente de null.

Veja o código funcionando no Ideone.

  • 1
    "utilize array_key_exists() quando você quiser saber se a chave existe ou não no array", mas sabe que o ao menos o array existe. – Guilherme Lautert 10/03/16 às 17:29
  • @guilhermelautert corrigido, valew. – tayllan 10/03/16 às 18:01

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.