17

Sempre que uso a função gets() o compilador me retorna o seguinte aviso:

function is dangerous and should not be used

Tradução:

esta função é perigosa e não deveria ser usada

Ouço muito falar que ela é perigosa e que no lugar dela deve ser usada a função fgets() para evitar o tal do buffer overflow.

Afinal de contas, o que seria o buffer overflow e que tipo de perigo ele representaria para o meu software? E o que faz a função gets() ser vulnerável ao buffer overflow? Além da função gets() existe outras que sejam vulneráveis ao buffer overflow?

  • 2
    O artigo da wikipedia me parece bem completo. (A versão em português também tem bastante conteúdo se você preferir) – hugomg 27/02/16 às 23:21
  • 1
    Mas eu prefiro que a resposta esteja aqui, rsrs. – Wallace Maxters 28/02/16 às 15:36
15

Se usou uma vez, viu o aviso e continuou usando, está cometendo um erro.

Buffer overflow

A função gets() recebe uma variável que funciona como um buffer. Ou seja, uma variável é criada e passada para a função que colocará um valor nela. Quando a variável é criada, ela tem um tamanho específico. Essa função não tem nenhuma medida para garantir que o valor não ultrapasse o tamanho da variável. A linguagem C por si só não possui mecanismos que garantem o limite da variável.

O estouro do buffer ocorre quando o valor obtido (na leitura do dispositivo) é maior que o tamanho da variável. Então a função escreve em uma área que está reservada para outra coisa. Podendo escrever onde não deve ela permite que a execução seja adulterada e o código acabe fazendo algo inesperado, abrindo brechas de segurança.

Os "hackers" se aproveitam desta falha para enviar dados que eles sabem que vão sobrescrever memória de forma indevida. Entendendo as posições de memória que a aplicação estará usando em determinada situação, ele pode mandar um código ou modificar um dado que executará um código indevido que não faz parte do funcionamento esperado na aplicação, como por exemplo habilitando um login mesmo sem uma senha correta.

Solução

A grande vantagem da função fgets() e outras semelhantes é que um de seus parâmetros diz o tamanho do buffer e a função garante que não ultrapassará esse limite, mesmo que o valor que ela esteja recebendo seja maior. Desta forma o dado não pode interferir em outras áreas da memória.

Outras funções perigosas

Cuidado também com (segue a alternativa "segura" já existente no padrão):

  • strcpy() -> strncpy()
  • strcat() -> strncat()
  • strlen() -> strnlen()
  • strcmp() -> strncmp()
  • strdup() -> strndup()
  • wcscpy() -> wcsncpy()
  • wcslen() -> wcsnlen()
  • sprintf() -> snprintf()

Outras que podem ser ruins em algumas situações: - scanf(), getwd(), realpath() atoi(), memcpy(), strtok(),

Algumas dessas funções possuem variações perigosas também. Note que a alternativa não é garantidamente segura, elas apenas possuem um mecanismo um pouco melhor. Elas não substituem o uso correto delas e verificações adicionais.

Algumas são perigosas e propensa a estouro de buffer apenas se mal usadas. A gets() realmente é perigosa não importa o que o programador faça.

Obviamente não arrisco dizer que esta é uma lista completa.

  • A strncpy() não é uma alternativa segura para strcpy(). Elas têm funcionalidades diferentes. – pmg 26/08/16 às 15:05
  • @pmg por exemplo? – Maniero 26/08/16 às 15:07
  • char s100[100]; strncpy(s100, "", 100); vai encher s100 de '\0'; strcpy(s100, ""); vai apenas escrever um byte. Também pode acontecer que o resultado final de strncpy() não inclua o terminador. – pmg 26/08/16 às 15:11
  • @pmg e qual será a alternativa então? – Maniero 26/08/16 às 15:12
  • A alternativa é passar os tamanhos dos arrays sempre que necessário; e validar sempre antes de fazer algo "perigoso". – pmg 26/08/16 às 15:13
4

Buffer overflow é quando de alguma maneira é inserido mais dados de entrada do que esperado pelo seu programa, isso causa um estouro de memória comprometendo a execução do programa, isso permite sobrescrever a memória que permite utilizar de endereços para execução de códigos arbitrarios pelo SO.

A função fgets até onde sei não possui nenhuma checagem na prevenção quanto ao tamanho de strings passado para o seu programa, isso quer dizer que se você define uma variável de tamanho 200 e um usuário/hacker tentar inserir 250 valores, o seu programa vai estar estourando o buffer desta variável permitindo sobrescrever a memória do seu SO.

Além do fgets o strcpy tbm pode sofrer do mesmo mal, na verdade qualquer função que permita entrada de dados sem verificações.

Em alguns SO's (Linux) o kernel integra técnicas de ASLR (https://en.m.wikipedia.org/wiki/Address_space_layout_randomization), na tentativa de previnir estes problemas junto ao compilador.

Aqui já rolou algo prático sobre este tipo de exploração, se tiver interesse leia este post:

Segurança - Syscall dentro de shellcode não executa

4

O que é Buffer Overflow?

Olha cara o Buffer Overflow em português quer dizer "Estouro de Buffer" é quando algo excede o limite, por exemplo se você tem um array que só pode receber 10 valores e você coloca nesse array 11 valores Pronto isso é buffer overflow porque houve um estouro de memória(ultrapassou o tamanho limite).

Que tipo de perigo ele representaria para o meu software?

Um perigo muito grande, a maioria dos exploits são feitos baseados nessa falha de buffer overflow sendo assim o atacante ao identifica uma falha de buffer overflow em seu software ele pode injetar diversos códigos maliciosos no seu software e fazer estragos, burlar proteções do seu software caso seja um soft pago OU se o seu software for um soft remoto(conexão internet) imagina o estrago o atacante conseguindo invadir várias pessoas por meio da falha causada no seu software.

Por que a função gets() é vulnerável a Buffer Overflow??

A explicação mais simples para essa pergunta é o seguinte: Essa função não limita o número de caracteres a serem lidos da entrada padrão (stdin).

Espero ter ajudado.

3

Sendo o buffer o espaço que cada variável tem num programa, esse espaço é limitado. Por exemplo cada char, normalmente, é um byte.

Buffer overflow significa escrever para além do espaço da variável alterando posições seguintes de memória. Isto tem vários problemas: undefined behaviour, crashes ou até exploits. Um hacker pode controlar o seu programa. Um dos casos mais notórios é nos jogos de PSP alterando o nome dos savefiles para strings muito grandes, para além do permitido pelo jogo causava crashes em que os hackers tomavam controlo e executavam o seu código.Não vou aprofundar muito pois sou um novato e espero não cometer erros.

A função gets é perigosa, porque o utilizador é que escolhe quantos caracteres introduz. Se a string apenas tiver 30 e o utilizador inserir 31 há buffer overflow, pois a string vai sendo armazenada e vai ocupar mais 1 byte adjacente que não pertence string.

Sim há mais. De momento só me lembro do scanf, em situações normais o compilador avisa por isso não é necessário saber de cor.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.