0

Olá, minha dúvida não é exatamente a respeito de questões de programação, mas sim a respeito do Linux e suas permissões de acesso de arquivos.

Recentemente, tive que mudar as permissões de dois arquivos do sistema em diretórios que normalmente oferecem acesso de somente leitura (aparentemente) para seus arquivos. Usei o chmod 777 para poder fazer a edição e agora gostaria de retornar ao padrão dos arquivos de sistema do linux. Entretanto, não consigo encontrar nenhum lugar especificando isso. Alguém saberia me informar isso? Obrigado.

  • Poderia esclarecer sua pergunta? Acho que tem uma pergunta aí dentro, mas não estou conseguindo entender 100%. – brazilianldsjaguar 23/02/16 às 21:52
2

TL;DR

Logue com o mesmo usuário com o qual você fez todas as ações descritas.

Execute o comando umask para descobrir as permissões padrão do seu usuário. O comando vai lhe retornar um número em base octal, tipo 0002 (ignore o primeiro 0, porque, à exemplo do 0x que precede todo número em base hexadecimal, o primeiro 0 é irrelevante).

Se os arquivos que você modificou não são diretórios, então subtraia o valor obtido com o comando umask de 666, e utilize o valor resultante em um novo comando chmod a ser executado sobre os arquivos. Exemplo:

$ umask
Resultado: "0002"
666 - 002 = 664

$ chmod 664 NOME_DO_ARQUIVO

Mas se os arquivos modificados são diretórios, substitua o 666 nos cálculos acima por 777.

Explicação do que aconteceu ali encima

As permissões em um sistema Unix/Linux são definidas pela seguinte sequência de caractéres:

_rwxrwxrwx 1 dono:grupo

O _ no começo você pode ignorar para seu problema (é uma flag de permissões especiais, podendo classificar o arquivo com permissões especiais de arquivo, diretório ou nenhuma permissão especial)

Em seguida existem 3 conjuntos de rwx (onde r representa permissão de leitura, w permissão de escrita, e x de execução). O primeiro conjunto exibe as permissões do usuário dono do arquivo (quem criou o arquivo), o segundo conjunto são as permissões do grupo ao qual o arquivo pertence (um grupo pode conter mais de um usuário), e o último conjunto de permisssões são as permissões para todos os outros usuários do sistema.

dono:grupo representa a qual usuário e grupo o arquivo pertence.

Então um arquivo com as seguintes permissões _rw_rw_r_ pode ser Lido e Escrito pelo dono do arquivo e pelos usuários pertencentes ao grupo do arquivo. Os outros usuários podem apenas Ler o arquivo.

Para mudar as permissões de um arquivo você utiliza o comando chmod seguido de 3 números representando, em ordem, as permissões para Dono, Grupo, Outros Usuários. Os números podem ser:

  • 4 para Leitura
  • 2 para Escrita
  • 1 para Execução
  • qualquer soma dos anteriores (e.g. 4 + 2 = 6, representa permissão de Leitura + Escrita)

Por isso que seu comando chmod 777 liberou tudo que queria fazer no arquivo, porque 7 = 6 + 2 + 1, ou seja, permissão de Leitura, Escrita e Execução pro dono, grupo e outros usuários do sistema.

Então, agora você já sabe como definir a permissão de arquivos ou diretórios da forma que quiser, mas e quanto à

e agora gostaria de retornar ao padrão dos arquivos de sistema do linux.

Para isso você pode utilizar o comando umask. Ele retorna quais permissões não devem ser definidas em todos os arquivos e diretórios criados pelo usuário atual no sistema. Para usuários padrão (não root), o valor padrão é de 0002 (ignore o primeiro 0 que apenas indica que o número está em base octal), enquanto que para usuários root o padrão é de 0022.

Então para definir as permissões de um arquivo normal, subtraia o valor retornado por umask de 666 e utilize esse novo valor no comando chmod.

E para definiar permissões de diretórios, subtraia o umask de 777.

Referências

https://www.linux.com/learn/tutorials/309527-understanding-linux-file-permissions http://www.tutonics.com/2012/12/linux-file-permissions-chmod-umask.html

  • Obrigado pela informação. – Jack Jibbers 24/02/16 às 19:25
1

Utiliza o comando

ls -lah

Ela vai te mostrar as permissões dos arquivos.

Veja este link: https://www.vivaolinux.com.br/dica/Entendendo-as-permissoes-de-arquivos-no-Linux

Acredito que o padrão seja 644...

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.