15

Estou desenvolvendo pesquisas na área de similaridade musical para recomendação de músicas e criei uma base de dados para teste com 1.000 músicas. Gostaria de criar uma playlist com 10 músicas semelhantes a uma música escolhida entre essas mil, utilizando descritores MPEG-7.

Eu extrai 30 segundos de cada música para ter um padrão de características extraídas pelos descritores MPEG-7. Eu não gostaria de gerar classificações de sons em gêneros músicas, somente criar uma playlist pelo ritmo similar ao da música selecionada. Se uma música lenta for selecionada, essa playlist será de músicas lentas (as dez mais similares).

Tentei extrair alguns descritores como Audio Spectral Centroid, Audio Power, o que me deu um vetor. Porém, utilizando o cálculo da distância euclidiana no MATLAB, não consegui uma similaridade muito boa. Como posso construir esse prototipo utilizando os descritores MPEG-7?

Eu extraí um vetor de características para os descritores Audio Spectral Centroid e o Audio Power onde em ambos, para 30 segundos, ficou um vetor de 1000 posições, pois a extração de características do sinal de audio ocorre a cada 30ms. A duvida justamente é em saber se estou utilizando os descritores certos para esse tipo de trabalho.

<AudioDescriptor xsi:type="AudioSpectrumCentroidType">
    <SeriesOfScalar hopSize="PT30N1000F" totalNumOfSamples="1002">
        <Raw> 0.0 -1.6024935 -0.6072393 -0.7425593 -0.8901987 -1.1543454 -1.1027017 -0.64731646 -0.96495366 -1.022632 -0.8076392 -0.993545 -0.66203004 -0.93275607 -1.1654149 -0.9243456 -1.2580872 -1.339062 -1.5594536 -1.5959411 -1.7814989 -1.6296328 -1.5468938 -1.0133578 -1.250789 -1.0111073......</Raw> 
    </SeriesOfScalar>
</AudioDescriptor> 

Esse é uma das características extraídas, o Audio Spectrum Centroid, que indica o centro de gravidade da amplitude. Mas não sei ao certo qual descritor utilizar e como devo utilizar para isso.

  • Onde está sua dúvida sobre programação ?? – Erlon Charles 31/03/14 às 23:50
  • 1
    É fato. O conceito é muito interessante. Mas o melhor é você mostrar seu código para Tentei extrair alguns descritores e utilizando o cálculo da distância euclidiana. – brasofilo 1/04/14 às 0:12
  • 1
    Por favor, edite a pergunta para incluir essas informações. – Renan 1/04/14 às 12:07
  • 1
    Eu não conheço muito do domínio de processamento de áudio, e por isso não me arrisco a escrever uma resposta. Mas, não me parece que a distância Euclidiana seja apropriada para características como as que você citou. Você já tentou utilizar o produto escalar normalizado (também chamado de similaridade cosseno) para medir a similaridade entre seus vetores? Aqui tem uma sugestão de cálculo no Matlab: stackoverflow.com/a/14340447/2896619 – Luiz Vieira 4/04/14 às 20:48
  • 1
    Opa, por nada. Sobre os descritores, eu imagino que também se utilize a Transformada Rápida de Fourier e/ou Autovetores. Esse link da Wikipedia pode lhe ser útil: en.wikipedia.org/wiki/Musical_similarity – Luiz Vieira 6/04/14 às 23:28

1 Resposta 1

17

O assunto é complexo e não é fácil responder sem entrar em alguns detalhes. Vou tentar de uma maneira simples abordar os pontos levantados pela pergunta, vamos lá:

Algo de extrema relevância ao se comparar ritmos é conhecer quantas batidas por minuto um áudio possui, claro que para efetuar este tipo de análise você vai precisar de uma janela maior, 30 milissegundos é insuficiente para mensurar batidas por minuto (bpm). Isso é de grande ajuda para conhecer se um determinado áudio possui um estilo lento ou mais agitado, mas só esta informação ainda não é o suficiente para conseguir bons resultados. Uma boa lista de descritores no domínio do tempo/frequência seria:

Descritores no domínio do tempo:

  • RMS (Root Mean Square) - faz análise da energia em um sinal de áudio, pode ser útil para determinar se o áudio analisado possui grande intensidade ou não.
  • Zero Crossing Rate - faz análise para saber quantas vezes um sinal de áudio cruzou o eixo x, possui uma analogia na variação do áudio.
  • Low Energy Rate - faz uma análise da porcentagem(quantidade) dos frames capturados que estão abaixo da média do RMS, com isso você saberá a porcentagem dos frames que possui menos energia do que a média. Consequentemente, dá para saber se o áudio analisado está na maioria das vezes com intensidade maior ou não.

Descritores no domínio do Espectro:

  • Spectral Entropy - calcula a entropia de um sinal de áudio, a entropia nada mais é do que a medida do desarranjo em determinado sistema. Deixe-me exemplificar, imagine que você possui dentro de uma caixa de sapato uma coleção de carrinhos e todos eles estão organizados (enfileirados) por cor, imagine agora que você tire um pouco fora de ordem isso (desarrume), neste momento você terá uma medida de entropia. Imagine agora que você pegue a caixa e balance forte, todos os carrinhos vão estar em desordem total caracterizando outra medida de entropia. Este tipo de característica deve ser útil na verificação de quão organizado um determinado sinal de áudio é.
  • Spectral Flux - faz a medida do fluxo dos espectros. Lembrando que análise de sinais de áudio as análises são feitas dentro de Janelas (blocos), o Spectral Flux é calculado bloco a bloco, o bloco atual é subtraído do bloco anterior e os seus resultados são indicativos da quão rápido é a variação do sinal.
  • Spectral Irregularity - faz a medida da irregularidade do sinal, ele funciona parecido com o Spectral Flux, esta função vai produzir um serrilhado, dentação nos resultados. Ele calcula a diferença dentro do bloco capturado e não bloco a bloco como é feito no Spectral Flux.
  • Spectral Centroid - possui relação com o brilho do sinal, calcula a energia relativa entre a maior e menor frequência. Isto dá pistas no brilho do sinal.
  • Spectral RollOff - Rolloff espectral é definido como a quantidade de vezes (frequência) em que a energia do espectro está abaixo de um determinado ponto. Tem indicações de uma onda assimétrica à direita.
  • Spectral Skewness - calcula o grau de assimetria de um sinal de áudio, este descritor vai retorna valores de quão assimétrico um determinado frame é. Certamente este tipo de informação dá cateterísticas timbrais na forma de onda analisada.
  • Spectral Kurtosis - o Spectral Skewness calcula a assimetria do sinal e o Kurtosis calcula o grau de achatamento de uma onda.
  • MFCC (Mel-frequency cepstrum) - coleta informações essenciais (coeficientes) que ajudam reconhecer padrões.

Agora que você sabe o que cada descritor faz, monte um vetor para cada bloco de análise, neste caso teremos:

  • Os treze primeiros são os resultados dos coeficientes do MFCC

  • O 14º valor é o mean da Centroid

  • O 15º valor é o standard deviation(std) da Centroid

  • 16º mean Irregularity

  • 17º std(standard deviation) Irregularity

  • 18º mean Entropy

  • 19º std Entropy

  • 20º mean Flux

  • 21º std Flux

  • 22º mean Kurtosis

  • 23º std Kurtosis

  • 24º mean Rolloff

  • 25º std Rolloff

  • 26º mean Skewness

  • 27º std Skewness

  • 28º mean RMS(Root Mean square)

  • 29º std RMS(Root Mean square)

  • 30º mean ZCR(Zero Crossing Rate)

  • 31º std ZCR(Zero Crossing Rate)

  • 32º LER(Low Energy Rate)

Depois do 32º ainda falta mais 5 descritores que são os rítmicos pegos pelo Beat Histogram (histograma da batida) ou seja no total você vai ter um vetor com 37 posições cada um deles descrevendo algo!

Para não estender muito, tente outros algoritmos de "procura por similaridade", além da distância euclidiana tente KNN, LSH, DP ou Redes Neurais (Random Forests, MLP).

  • 1
    Classe magistral, muchas gracias! – brasofilo 3/06/14 às 23:07

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.