11

O uso do echo do PHP para exibir na tela um conteúdo qualquer difere em performance de usar esse mesmo conteúdo direto no HTML?

Por exemplo, se eu usar num arquivo PHP:

<?php echo "<p>Seja bem-vindo ao Stack Overflow!</p>";

Seria diferente em performance de usar nesse mesmo arquivo PHP?

<p>Seja Bem vindo ao Stack Overflow!</p>

Eu poderia usar tanto um como outro, como o conteúdo era estático, não me importei muito em usar o HTML direto.

É óbvio que se trata de um exemplo simples, na aplicação a situação é outra. Estou perguntando principalmente devido ao tempo de carregamento da página.

Se existirem outras diferenças que achem relevantes complementar na resposta, coloquem as mesmas.

  • 3
    O segundo é muito mais rápido por não usar o php :P, se o arquivo for .html. – rray 29/01/16 às 17:18
  • rray até imaginei isso? mas porque? o php chega a ser pesado, consome muito ou algo do tipo? – DiChrist 29/01/16 às 17:21
  • DiegodeSouzaSilva o que o @rray falou é se não passar pelo php :) E tem ainda a questão das aspas duplas serem mais lentas. – Bacco 29/01/16 às 17:27
  • 1
    @DiegodeSouzaSilva aspas duplas o PHP busca por variáveis pra substituir. Use sempre as simples, se for texto puro, aí o PHP nao tem que fazer parse do conteúdo. Mesma coisa em HEREDOC e NOWDOC. – Bacco 29/01/16 às 17:28
  • 1
    @rray acho que as vezes se preocupar com esse "mais rápido" é besteira. Se estiver usando um framework (ou mesmo não tiver configurado seu php.ini), o output buffer vai guardar tudo na memória para, somente no final, enviar ao navegador. – Wallace Maxters 29/01/16 às 17:29
11

HTML puro

HTML puro é absurdamente mais rápido. É um arquivo estático que não precisa de nenhum processamento, carregar o PHP para processá-lo, nada. Pá, pum, pediu, enviou.

Usando PHP

Se o PHP for usado para processar o arquivo, aí depende da quantidade de texto HTML que ele terá que analisar.

A documentação diz que usar o HTML é mais eficiente.

For outputting large blocks of text, dropping out of PHP parsing mode is generally more efficient than sending all of the text through echo or print

Para escrever grandes blocos de texto, sair do modo de parse do PHP geralmente é mais eficiente que enviar todo texto através de um echo ou print

Isso ocorre porque o parser passa trabalhar em regime simplificado entendendo que aquilo é só um texto que ele não precisa entender o significado. Quando ele está em uma parte do texto que ele entende que é PHP (por tag específica), ele está interpretando o código, e isto é extremamente mais complicado de fazer e portanto mais lento.

Não vi testes e informações adicionais, mas o texto dá a entender que se os blocos de código forem pequenos, a troca de contexto do parser pode tornar mais lento fazer dessa forma e o printseria mais rápido. Embora eu duvide que dê muita diferença.

Quer ter certeza? Teste no seu ambiente. E lembre-se que o que vale hoje, pode não valer amanhã. E não confie muitos nos resultados :P

Achei um teste se quiser ter uma base. Mas não tome ele como verdade absoluta.

Otimização prematura

Como eu sempre digo, se a performance afetar, trocar de linguagem é que deveria ser a solução. PHP dá conta do recado em quase tudo, mesmo tendo essas diferenças. Não é importante analisar estes pequenos detalhes para obter performance, o ganho será muito pequeno.

Otimização prematura é um mal. Não de todo, mas tem que saber onde otimizar. Ficar procurando otimizar tudo o que faz é uma das piores coisas que um desenvolvedor pode fazer. Se toda esta otimização é necessária, PHP não é a linguagem adequada. E quando a pessoa corre atrás disto, tem que reconhecer que está usando o martelo dourado.

Otimização ideal

Claro que o "ideal" seria uma separação completa do que é PHP e o que é HTML. Não sendo possível, seria bom minimizar o uso de PHP em um arquivo que seja para montar o layout da página e evitar o uso de HTML no código PHP.

Eu não usaria o PHP onde não precisa, então nesse exemplo simples eu não daria echo.

Conclusão

Então prefira usar HTML sem passar pelo PHP. Se não der, tente usar o mínimo de PHP possível. Se precisar muito PHP e pouco HTML, então o echo/print pode ser melhor, especialmente com aspas simples.

Tem que pensar na legibilidade também. Misturar muito fica estranho de ler. Mesmo que tenha ganho de performance, não vale a perda.

Interessante leitura.

3

Todo conteúdo que for estático, e não precisar parsear numa outra linguagem independente de ser PHP, ASP, JSP, CGI, Ruby, despache como conteúdo estático.

No exemplo da pergunta, o primeiro código precisa ser interpretado pelo compilador do PHP, por isso, obviamente há um custo maior de tempo.

inserir a descrição da imagem aqui

Mesmo que uma otimização seja "imperceptível", é recomendável construir o scripts da forma mais otimizada possível. Mas nesse ponto vamos entrar numa discussão sobre performance, otimizações, boas práticas e todo aquele mimimi que tornaria a resposta fora de foco e complexa ou algo confuso e generalizado demais. Por isso me abstenho em estender para esse lado.

  • Sua ilustração está muito boa e explicação também! – DiChrist 1/02/16 às 11:17
2

Sobre o carregamento da página: não muda, o que muda é no servidor. O echo pode impactar levemente a renderização, pois vai executar uma instrução que não precisaria (não sei como o php trata isso). mas o usuário vai receber o mesmo conteúdo, com ou sem a utilização do echo.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.