2

Na documentação PHP, encontrei esse código em relação ao operador de resolução de escopo ::

<?php
class OutraClasse extends MinhaClasse {
  public static $meu_estatico = 'variável estática';

  public static function doisPontosDuplo() {
     echo parent::VALOR_CONST . "\n";
     echo self::$meu_estatico . "\n";
  }
}

$classname = 'OutraClasse';
echo $classname::doisPontosDuplo(); // No PHP 5.3.0

OutraClasse::doisPontosDuplo();
?>

Fazendo um teste aqui, percebi que se transformar $classname em atributo estático e alterar a chamada da variável desta forma:

class OutraClasse {
  public static $meu_estatico = 'variável estática';
  public static $classname = 'OutraClasse';

  public static function doisPontosDuplo() {
     echo parent::VALOR_CONST . "\n";
     echo self::$meu_estatico . "\n";
  }

  public static function teste(){
  echo self::$classname::doisPontosDuplo();
  }
}

OutraClasse::teste();

O PHP lança o seguinte erro:

Parse error: syntax error, unexpected '::' (T_PAAMAYIM_NEKUDOTAYIM)

Por que da primeira forma passa e da segunda o PHP lança um erro de parse?

Obs.: Quando se tem um objeto dentro de outro tipo $obj1->getObj2->getMetodoObj2, o php não lança erro.

  • Onde você mudou isto? Como ficou o que alterou? – Maniero 14/12/15 às 17:07
  • @bigown editei. Agora o netbeans ta acusando erro de sintaxe. Até bom porque gostaria de saber porque é um erro de sintaxe tambem. – user28595 14/12/15 às 17:12
  • Na própria documentação do PHP que você colocou diz que 'self' serve para acessar conteúdo de dentro da classe, neste segundo passo você está usando fora. – Flavio Andrade 14/12/15 às 17:16
  • 1
    No primeiro, fazes uma referência directa á classe OutraClasse e depois chamas o método estático ::doisPontosDuplo, já no segundo exemplo, a variável - agora propriedade - $classname nem sequer existe. – Edilson 14/12/15 às 17:19
  • @FlavioAndrade mesmo dentro da classe, da erro, veja a edição. – user28595 14/12/15 às 17:30
8

self só existe dentro da classe. Ele não pode ser usado fora dela. Ele indica que está se referenciando a algo na própria classe. Por isso dá erro de sintaxe, seu uso não é permitido neste contexto.

Qualquer construção não permitida pela linguagem dá um erro. Talvez o mais básico deles é o erro de sintaxe onde o compilador já detecta que aquela forma de texto não produzirá um código válido.

O segundo código colocado na edição está completamente errado. Ele não faz nenhum sentido. Vai pelo exemplo inicial. Não tem razão para fazer o que está tentando fazer.

E na nova edição (não deveria ficar mudando) causou outro problema. O self é a forma de nomear que classe está se referindo quando vai acessar um membro, no caso é a própria classe. Então não pode usar o nome dela de novo em seguida, o self já fez isto. A sintaxe é nome_daclasse::nome_do_membro, você fez ``nome_daclasse::nome_daclasse::nome_do_membro. Dentro da classe useself`. Qualquer outra coisa é invenção e desnecessário.

Não adianta chutar coisas aleatórias. Linguagem é lógica. Igual a qualquer língua, só que em línguas, dá para errar e as pessoas entendem, se o erro não for grande demais. Em linguagem de programação, qualquer erro impede o funcionamento, o computador é preciso.

Veja funcionando no ideone.

  • Editei, mesmo dentro da classe, continua da erro de sintaxe. – user28595 14/12/15 às 17:25
5

Como já foi dito, o self, existe apenas dentro da classe, tal como o parent.

O self é utilizando para referenciar membros estáticos dessa mesma classe, enquanto o parent referencia métodos que essa classe extende.

O operador :: é utilizando para acessar métodos estáticos e constantes definidos(as) dentro da própria classe, significa que dentro da própria classe não há necessidade de fazer referência a própria classe especificando o nome dela class::metodo(), bastando usar o self::metodo(). Embora as duas formas estejam corretas, por se tratarem de métodos estáticos, e pelos simples facto de estarem no escopo da classe não necessidade de reiterar o operador :: quando fora da classe, sendo que métodos e propriedades estáticas, são acessíveis mesmo sem instância da classe.

Isto está errado de todas as formas possíveis:

public static function teste(){
  echo self::$classname::doisPontosDuplo();
  }

Usando o self, o nome da classe não precisa de reaparecer.

public static function teste(){
  echo self::doisPontosDuplo();
  }

Isto se não quiseres usar o self:

public static function teste(){
  echo OutraClasse::doisPontosDuplo();
  }
3

O erro é disparado devido ao conflito no uso do operador de resolução de escopo (::)

No segundo operador (::), o compilador entende que está chamando um método de numa classe/objeto inexistente, porém, antes mesmo de tentar invocar o objeto, o compilador deve ter detectado a ambiguidade e então disparou um erro como um erro de sintaxe.

Correção abaixo:

class OutraClasse {
  public static $meu_estatico = 'variável estática';
  public static $classname = 'OutraClasse';

  public static function doisPontosDuplo() {
     //echo self::VALOR_CONST . "\n";
     echo self::$meu_estatico . "\n";
  }

  public static function teste(){
      $c = self::$classname;
  echo $c::doisPontosDuplo();
  }
}


OutraClasse::teste();

Poderíamos tentar chamar o seu teste como uma tentativa de usar fluent interface. Não posso afirmar pois não sabemos o real intuito do teste, se foi uma tentativa de criar um fluent interface ou foi algo acidental. Acredito que tenha sido acidental.

De qualquer forma, o código não faz sentido. Pois self:: representa o próprio objeto e, self::$classname contém o nome desse mesmo objeto.

Faria sentido se o valor de self::$classname fosse um nome de uma classe diferente do nome da classe corrente.

Todavia, ainda assim apresentaria o mesmo erro de sintaxe pois não há implementação de fluent interface.

2

O @bigown já demonstrou que seu código tem erro. Você usou o self do lado de fora da classe.

O que ocorre no seu caso é um Parse Error. Isso é uma limitação das versões atuais do PHP, que foi corrigida na versão 7, conforme descrito aqui.

Mas desconsiderando isso, você pode fazer das seguintes formas no PHP para que a chamada ocorra corretamente.

 call_user_func_array(Classe::$outraClasse, 'MetodoOutraClasse')

Você também poderia usar:

 call_user_func
 foward_static_call
 foward_static_call_array

Outra coisa que poderia ser feita é concatenar a string e, depois de salva numa variável, chamá-la como função.

$method = self::$outraClasse . '::doisPontosDuplo'

$method(1, 2, 3);

Eu já respondi uma pergunta semelhante aqui (eu mesmo a fiz e respondi):

Erro de sintaxe ao tentar acessar método estático em objeto guardado em propriedade!

  • Editei, mesmo internamente da erro. – user28595 14/12/15 às 17:26

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy