4

Sou iniciante no Laravel e tenho dúvidas sobre a utilização dos controllers, leio vários exemplos/tutoriais e vejo a grande maioria utiliza as rotas por exemplo para um requisição do formulário, pra exibir páginas, até mesmo consultas ao banco.

Estou desenvolvendo uma aplicação e me deparei com a seguinte situação:

app\routes.php

Route::group(array('as'=>'aluno', 'prefix' => 'aluno', 'before' => 'auth'), function() {
// (redireciona para o dashboard) 
Route::get('/', function()
{
    return Redirect::to('aluno/dashboard');
});

// página principal - aluno/dashboard - (app/views/aluno/dashboard.blade.php)
Route::get('dashboard', function()
{
    return View::make('aluno.dashboard');
    });
});

controllers\AlunoController.php

class AlunoController extends BaseController {
    public function getIndex() {
        $this->getDashboard();
    }

    public function getDashboard() {
        return View::make('aluno/dashboard');
    }
}

Ambas realizam a mesma função, minha dúvida é, qual devo utilizar? Rotas ou Controllers? Porque?

11

Geralmente, os tutoriais que você encontra pela internet demonstram projetos pequenos, ou apenas trechos de código. Nesses casos, como a necessidade de organização e de padrões de projetos é pouca, quem os escreve geralmente faz todas as formas possíveis para demonstrar a existência dessas possibilidades.

Se você quer fazer um projeto seu, recomendo que você siga um padrão que você - e sua equipe - goste mais, que consiga organizar e consiga ler e dar manutenção sem se estressar.

Assim como os muitos padrões de codificação que existem que você deve escolher qual vai adotar como, por exemplo, o PSR ou PECL, você pode escolher qual a forma que te agrada.

EU prefiro colocar tudo nos controllers. Tenho um amigo que, se o método do controller tiver até 3 linhas, ele escreve no Router.

Novamente, fica a seu critério e de seu time.

  • Concordo com essa resposta. O errado é só uma questão de perspectiva. Acho que no arquivo de rotas é aceitável você fazer redirecionamentos etc, se passar disso, se começar a envolver a lógica da aplicação, é melhor pensar em usar um controlador (para despachar). Desta forma, você estará até melhor preparado para no futuro poder "escalar" a funcionalidade em questão. – Kennedy Tedesco 26/12/13 às 0:00
  • Também faço assim, colocando tudo em controllers separados para cada página/programa. – helderam 26/12/13 às 10:53
2

Não sou nenhum Expert em Laravel mas pelo que vi até hoje sobre o framework e sobre programação, a organização deve ser um dos pontos a se observar, então tenho por mim que não misturar as rotas com a logica da aplicação deva ser a melhor escolha mesmo que custe algumas linhas de codigo a mais em seu projeto.

-1

Depende.

Copio e colo abaixo o atual routes.php de um projeto em desenvolvimento.

<?php

/*
|--------------------------------------------------------------------------
| Application Routes
|--------------------------------------------------------------------------
*/

/*** "STATIC" SITE ***/
Route::group(array(), function()
{
    Route::get('/', 'GuestController@index');
    Route::get('/franqueado', 'GuestController@franqueado');
    Route::controller('home', 'GuestController');
});

/*** AUTHENTICATION ***/
Route::group(array('before' => 'guest'), function()
{
    Route::get( '/assinar',                'AuthController@signup'        );
    Route::post('/assinar',                'AuthController@signupHandler' );
    Route::get( '/minha-conta',            'AuthController@login'         );
    Route::post('/minha-conta',            'AuthController@loginHandler'  );
    Route::get( '/franquia',               'AuthController@login'         );
    Route::post('/franquia',               'AuthController@loginHandler'  );
});
Route::group(array(), function()
{
    Route::any( '/minha-conta/logout',     'AuthController@logout'               );
    Route::any( '/confirmar/{code}',       'AuthController@verify'               );
    Route::get( '/solicitar-senha',        'AuthController@forgotPassword'       );
    Route::post( '/solicitar-senha',       'AuthController@forgotPasswordHandler');
    Route::any( '/recuperar-senha/{code}', 'AuthController@resetPassword'        )->where('code', '(.*)');
    Route::any( '/franquia/logout',        'AuthController@logout'               );
});

/*** "LOGGED-IN USER" SITE  ***/
Route::controller('minha-conta', 'AssinanteController');
Route::controller('franquia', 'FranquiaController');

/*** SPECIAL ROUTES ***/
Route::group(array(), function()
{
    // Use these routes while in local/development environment to see
    // how these exceptional pages look like in the production environment

    Route::get('/404', function()
    {
        return Response::view('special.missing', array(), 404);
    });

    Route::get('/500', function()
    {
        return Response::view('special.error', array('error' => 'Erro desconhecido'), 500);
    });

    Route::get('/down', function()
    {
        return Response::view('special.down', array(), 503);
    });
});

Como se pode ver, o grosso do site está aqui, nestas poucas e simples linhas:

/*** "LOGGED-IN USER" SITE  ***/
Route::controller('minha-conta', 'AssinanteController');
Route::controller('franquia', 'FranquiaController');

Concordo com as outras respostas: é preciso manter a organização, e é preciso seguir um padrão coerente - seu e/ou da equipe.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.