14

Estudando sobre JS:

Só existe uma thread para executar seu código, é preciso evitar ao máximo que esse código bloqueie a thread. (bfavaretto♦)

Situação

Não são raras as vezes em que acabamos travando a thread :

var error = function(){
    console.log("Error!!!");
}

window.onerror = error;

t.add(); // ReferenceError: t is not defined; Error!!!;

Duvida

Após a thread travar tem como destrava-la? utilizando a função error?

5

Não existe bem como destravar, o seu script é um caso de loop infinito e não tem como parar sem finalizar o processo todo, pois o javascript roda em um evento único e o que provavelmente congelou foi o processo e não só a Thread, em alguma perguntas comentei sobre algo semelhante:

A técnica citada com setTimeout por exemplo ajudam apenas a minimizar o problema (no caso do teu script é mais um erro do que um problema :) ), mas nestas duas respostas também citei:

Que são possiveis soluções para o que deseja alcançar. o jQuery por exemplo usa o AMD, veja esta é uma parte do jquery:

if ( typeof define === "function" && define.amd ) {
    define( "jquery", [], function() {
        return jQuery;
    });
}

No entanto o que mais provavelmente vai lhe ajudar é o web workers que conforme a documentação roda realmente em uma Thread separada do navegador:

Web Workers provide a simple means for web content to run scripts in background threads. The worker thread can perform tasks without interfering with the user interface

Traduzindo: O Web Workers proporcionar um meio simples para conteúdo da Web para executar scripts para rodar scripts em Thread no background. O worker thread pode rodar tarefas sem interferir na interface do usuário.

Exemplo com web workers

Para criar um processo com web works é necessário criar um arquivo .js (vamos chama-lo de meujavascript.js) separado e chama-lo assim:

var meuWorker = new Worker("meujavascript.js");

Pra capturar as respostas do script meujavascript.js, você terá que usar onmessage:

meuWorker.onmessage = function(e) {
   console.log('Mensagem recebida do Worker', e.data);
};

Para enviar dados ao meuWorker.onmessage no conteúdo do meujavascript.js você deve usar:

postMessage("mensagem");

Você também pode enviar dados ao meujavascript.js assim:

var worker = new Worker("meujavascript.js");
worker.postMessage('Olá mundo!');

E no conteudo do meujavascript.js você deve adicionar algo como:

onmessage = function(e) {
    console.log('Mensagem recebida do MAIN', e.data);
};
postMessage("mensagem");

Agora vem a resposta, você pode "terminar" (matar, kill, etc) um webworker, usando terminate(), desta maneira:

var worker = new Worker("meujavascript.js");
worker.postMessage('Olá mundo!');
worker.terminate();

Então você pode trabalhar com um setTimeout no main (fora do worker) e verificar se faz muito tempo que o webworker não envia mensagem, provavelmente houve um congelamento, então se o tempo do setTimeout expirar você executa o terminate.

  • Passar uma tarefa para o web worker pode melhorar a performance ou apenas vai estar dividindo a capacidade de processamento, podendo diminuir a performance? – Costamilam 1/07/18 às 20:54
  • @GuilhermeCostamilam passe a tarefa para o worker se isso for necessário, independente de performance, que por sinal será relativa e vai variar muito de como funciona o seu código especifico e não do Worker ou do processo principal. – Guilherme Nascimento 1/07/18 às 22:47

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.