2

Fiz um código para simular o paradoxo de Monty Hall, de modo que eu possa simular 1000 vezes os resultados e escrever as estatísticas. Porém não consigo dividir um elemento de um 'array' de 'int' por um 'int', todas as vezes que executo o programa, ao chegar na divisão, o programa trava e tem que ser fechado:

void main(){
    int PORTAS [] = {0, 0, 0}; 
    int CAR, ESC, NUM, DECISAO, AUX;
    float VIT, DER; 
    int ESTAT [] = {0, 0, 0};   // {Tentativas, vitórias, derrotas}

    VIT = ( ESTAT[2] / NUM ) * 100; // Porcentagem de vitórias  *ERRO*
    DER = ( ESTAT[3] / NUM ) * 100; // Porcentagem de derrotas  *ERRO*
}

Tentei também escrever como:

VIT = ESTAT[2]/ESTAT[1]*100;
DER = ESTAT[3]/ESTAT[1]*100;

Porém deste modo, o resultado dá sempre 0.

Se necessário para me ajudarem, vou colocar o código completo, que inclui no início uma breve explicação do jogo. Se julgarem que não é preciso, ignorem o código abaixo:

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>
#include <locale.h>
#include <math.h>

/*Paradoxo de Monty Hall
*Atrás de uma porta, de três no total, é escondido um carro
*e nas outras duas, uma cabra. No jogo, o jogador escolhe uma
*porta e então é revelada outra porta que contenha uma cabra.
*O jogador tem então a opção de escolher entre manter a escolha
*ou trocar de porta. Esse programa simula esse jogo, de modo que 
*a porta seja mantida ou trocada em todas as tentativas, para
*motivos estatísticos.*/

void main(){
    setlocale (LC_ALL, "");

    int PORTAS [] = {0, 0, 0};  // 0 - a porta contém uma cabra; 1 - a porta contém o carro 
    int CAR, ESC, NUM, DECISAO, AUX;
    float VIT, DER; 
    int ESTAT [] = {0, 0, 0};   // {Tentativas, vitórias, derrotas}

    printf("1 para trocar todas, 0 para manter todas: ");
    scanf ("%d", &DECISAO);
    printf ("Digite o número de repetições: "); // Recomendável 10, 100 ou 1000.
    scanf ("%d", &NUM);

    do{
        CAR = rand () %3;   // Randomiza a porta que recebe o carro.
        PORTAS [CAR] = 1;   

        ESC = rand () %3;   // Randomiza a escolha da porta.

        if ( DECISAO == 1 ){    // Se foi escolhido trocar todas as vezes.
            if ( PORTAS [ESC] == 1 ){   // Porta escolhida contém o carro.
                for ( AUX = 0; AUX < 3 ; AUX++ ){
                    if ( PORTAS [AUX] != 1 && AUX != ESC ){
                        ESC = AUX;      //Mudança de porta
                        AUX = 3;    // Para quebrar o 'For'
                        ESTAT [3] += 1;
                    }
                }
            }

            if ( PORTAS [ESC] == 0){    //Porta escolhida contém uma cabra.
                ESC = CAR;  // Pois sendo a porta errada, e tendo a outra errada sido revelada, só sobrou a correta.
                ESTAT [2] += 1;
            }
        }

        if ( DECISAO == 0){     //Caso tenha sido escolhido manter todas as vezes.
            if ( ESC = CAR ){
                ESTAT [2] += 1;
            }
            else{
                ESTAT [3] += 1;
            }
        }

        NUM--;
        ESTAT [1] += 1;
    } while ( NUM > 0);

    VIT = ( ESTAT[2] / NUM ) * 100; // Porcentagem de vitórias  *ERRO*
    DER = ( ESTAT[3] / NUM ) * 100; // Porcentagem de derrotas  *ERRO*

    ( DECISAO == 1 ) ? printf ("\n\n\n\tTrocando de porta todas as vezes: \n\n") : printf ("\n\n\n\tMantendo a porta todas as vezes: \n\n");
    printf ("Número de tentativas: %d\n", ESTAT [1]);
    printf ("Número de vitórias: %d, %d%% do total.\n", ESTAT [2], VIT);
    printf ("Número de derrotas: %d, %d%% do total.", ESTAT [3], DER);

    getch();
}
  • E qual é o problema? Está dando erro de divisão por 0? – Maniero 24/11/15 às 22:03
  • Esqueci de incluir o erro, foi mal. Do primeiro modo, o programa simplesmente trava, e do segundo, o resultado dá sempre 0. Vou incluir na pergunta. – user36125 24/11/15 às 22:05
  • 3
    Inicializas todos os elementos de PORTAS com 0 e depois, dentro do loop, vais la metendo 1 ... mas nunca voltas a por 0 e portanto atras de cada porta acaba por estar sempre um carro. Oh! e deixa de usar maisculas! – pmg 24/11/15 às 22:24
  • Obrigado, não havia notado isso. E não é recomendável usar maiúsculas? Comecei a usar porque eu achei melhor para identificar visualmente as variáveis. – user36125 24/11/15 às 22:37
  • 1
    @DouglasMarques Normalmente convenciona-se que minusculas são para métodos/variáveis, MAIUSCULAS para constantes e PrimeirasLetrasMaiusculas para tipos (struct, typedef, ou nas linguagens que dão suporte, classes). Você pode fugir da convenção, mas dificulta outras pessoas entenderem seu código, então eu não recomendo. – mgibsonbr 24/11/15 às 23:33
1

Não sei qual é o objetivo mas isto é matemática básica. O código está sendo executado quando NUM vale 0 e esta operação não é possível de acordo com a regra matemática.

Provavelmente não deveria usar um array para este problema específico da pergunta, três variáveis seriam mais legíveis. Isto é só uma das coisas que torna o código difícil de ler e entender. Além disto está usando os elementos 1, 2 e 3 quando deveria ser 0, 1 e 2.

A segunda forma pode não causar o problema mas é o que deseja? Não pode ficar incluindo variáveis aleatórias na expressão para ver se dá certo. E esta usada é bem aleatória, não faz o menor sentido. Tem que fazer o que precisa. E só você sabe disto.

Eu acho que deveria ser como na primeira forma, mas mantendo o valor inicial da variável. Não pode reaproveitar variáveis. Eu criei uma variável nova chamada repeticoes para guardar o valor e fazer a divisão corretamente.

Na verdade o código está cheio de erros. Não adianta tentar resolver problemas complexos quando não se sabe o básico da programação. Depois de resolver vários erros de compilação parece que deu certo, mas não garanto que está fazendo o desejado. Portanto deve haver problemas que vão além do que está na pergunta.

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>
#include <math.h>

int main() {
    int PORTAS[] = {0, 0, 0};  // 0 - a porta contém uma cabra; 1 - a porta contém o carro 
    int ESTAT[] = {0, 0, 0};   // {Tentativas, vitórias, derrotas}
    int repeticoes;
    int DECISAO;
    printf("1 para trocar todas, 0 para manter todas: ");
    scanf ("%d", &DECISAO);
    printf ("Digite o número de repetições: "); // Recomendável 10, 100 ou 1000.
    scanf ("%d", &repeticoes);
    int NUM = repeticoes;
    do {
        int AUX;
        int CAR = rand () %3;   // Randomiza a porta que recebe o carro.
        PORTAS[CAR] = 1;   
        int ESC = rand () %3;   // Randomiza a escolha da porta.
        if (DECISAO == 1) {    // Se foi escolhido trocar todas as vezes.
            if (PORTAS[ESC] == 1 ) {   // Porta escolhida contém o carro.
                for (AUX = 0; AUX < 3 ; AUX++) {
                    if (PORTAS[AUX] != 1 && AUX != ESC) {
                        ESC = AUX;      //Mudança de porta
                        AUX = 3;    // Para quebrar o 'For'
                        ESTAT[2] += 1;
                    }
                }
            }
            if (PORTAS[ESC] == 0) {    //Porta escolhida contém uma cabra.
                ESC = CAR;  // Pois sendo a porta errada, e tendo a outra errada sido revelada, só sobrou a correta.
                ESTAT[1] += 1;
            }
        }
        if (DECISAO == 0) {     //Caso tenha sido escolhido manter todas as vezes.
            if (ESC == CAR ) ESTAT[1] += 1;
            else  ESTAT[2] += 1;
        }
        NUM--;
        ESTAT[0] += 1;
    } while (NUM > 0);
    float VIT = (ESTAT[2] / repeticoes) * 100; // Porcentagem de vitórias  *ERRO*
    float DER = (ESTAT[3] / repeticoes) * 100; // Porcentagem de derrotas  *ERRO*
    (DECISAO == 1) ? printf("\n\n\n\tTrocando de porta todas as vezes: \n\n") : printf("\n\n\n\tMantendo a porta todas as vezes: \n\n");
    printf("Número de tentativas: %d\n", ESTAT[0]);
    printf("Número de vitórias: %d, %f%% do total.\n", ESTAT[1], VIT);
    printf("Número de derrotas: %d, %f%% do total.", ESTAT[2], DER);
}

Veja funcionando no ideone. E no repl.it. Também coloquei no GitHub para referência futura.

Melhorei o código mas não tudo.

  • Realmente, não notei que o NUM estava com 0 no final. Quanto a segunda forma, não são aleatórias, o primeiro elemento do array ESTAT é a contagem de repetições, o segundo e o número de vitórias, então o segundo sobre o primeiro é a fração que indica as vitórias, por exemplo. Quanto aos outros erros, por favor, me indique. A única parte que deu errada foi essa na minha compilação, o resto saiu exatamente como desejado. E realmente, cometo sim muitos erros básicos, porque não é minha área e comecei a estudar há algumas semanas apenas. – user36125 24/11/15 às 22:35
  • Pode ser, mas o código está tão confuso que não dá para entender isto. Como eu falei, este array nem deveria existir, pode parecer que há uma relação entre elas, mas no fundo são 4 informações distintas. Eu consertei os erros, basta analisar o meu código. Primeiro precisa assentar tijolo pra depois tentar construir uma casa. Acredite, isto nunca dá certo. – Maniero 24/11/15 às 22:49
  • Sobraram poucos erros na versão modificada: 1) as portas nunca são resetadas pra 0, então eventualmente todas conterão o carro; 2) o primeiro if é desnecessariamente complexo, se a porta contém o carro e o jogador escolheu trocar, ele vai perder, não precisa desse loop pra saber isso (mas apesar disso ele parece estar correto, então não mexi); 3) faltou um else depois desse if; 4) na hora de fazer as estatísticas, a divisão foi inteira, por isso deu sempre zero. exemplo modificado funcionando como esperado – mgibsonbr 25/11/15 às 0:06
  • P.S. Pessoalmente não achei o código tão confuso assim, achei até bem fácil de entender considerando que foi escrito por um iniciante (exceto por aquele loop desnecessário envolvendo AUX). Por outro lado, eu já tinha conhecimento prévio do Monty Hall, então eu já sabia o que esperar, se fosse um domínio desconhecido não sei se minha impressão seria a mesma ou não... – mgibsonbr 25/11/15 às 0:11
  • @mgibsonbr é confuso de ler e acompanhar por dar nomes ruins. Não é complexo, só mal escrito. – Maniero 25/11/15 às 0:13
0

Tentei também escrever como:

VIT = ESTAT[2]/ESTAT[1]*100;
DER = ESTAT[3]/ESTAT[1]*100;

Há dois problemas aqui: primeiro, em C os arrays são indexados a partir do zero, não do um, de modo que o primeiro elemento tem índice 0, o segundo índice 1 e o terceiro índice 2. Acessar o índice 3 como você está fazendo é inválido para um array de tamanho 3, e o resultado é indefinido (pois você está acessando uma região de memória arbitrária, que pode até estar fora do escopo do seu programa).

O segundo problema é que a divisão inteira sempre dará um resultado inteiro, ainda que a variável onde você pretenda armazenar o resultado seja float. Se o dividendo for menor que o divisor então, o resultado será sempre zero (como você observou). Corrigindo ambos os problemas temos:

 VIT = 1.0f*ESTAT[1]/ESTAT[0]*100; // Ao multiplicar primeiro por 1.0f
 DER = 1.0f*ESTAT[2]/ESTAT[0]*100; // o operando passa a ser um float

Já sua primeira tentativa (como NUM) era falha porque você esteve decrementando NUM no seu loop até chegar a zero. Ao tentar dividir por zero, naturalmente haveria um problema...

P.S. Não revisei o código completo - pois o Maniero já fez isso - mas após a correção dos principais erros chegamos a esse resultado final (cujo resultado corresponde ao esperado, estatisticamente falando). Algumas recomendações:

  • Não use variáveis com o nome todo em maiúsculas, pois essa notação é tradicionalmente usada para representar constantes apenas;
  • Documente suas variáveis, e procure dar-lhes nomes auto-descritivos. Eu pessoalmente não tive dificuldade de entender o que era CAR[ro] e ESC[olha], mas isso se deve ao conhecimento prévio que eu tinha do Monty Hall, outras pessoas podem ter mais dificuldade de relacionar as variáveis aos elementos do domínio;
  • Se duas condições se excluem mutuamente, eu sugiro usar else mesmo que você ache que não seja necessário. Nesse código:

        if ( PORTAS [ESC] == 1 ){   // Porta escolhida contém o carro.
           ...
        }
    
        if ( PORTAS [ESC] == 0){    //Porta escolhida contém uma cabra.
           ...
        }
    

    você não usou o else, e por isso ele acabou entrando no segundo if mesmo depois de ter entrado no primeiro (pois este modificava ESC) - fazendo com que o número de acertos mais o número de erros superasse o número de tentativas...

    Dois ifs seguidos sem else só devem ser usados se existe a chance de entrar: a) só no primeiro; b) só no segundo; c) em ambos; d) em nenhum dos dois.

  • Eu vi que você tentou simular a mudança de escolha (reatribuindo ESC), mas nesse caso isso é desnecessário - se ele escolheu certo, vai perder, se escolheu errado, vai ganhar, não é necessário simular mais nada. De todo modo, seu loop que usa AUX está correto, ainda que meio confuso (a propósito, você sabia que pode sair mais cedo de um loop usando break?).

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy